Category: Verdade Ocultada


por Alex Collier
Conferência Global Wings, Agosto 2002 (Transcrita em Jun/07)
Esta é a conferência final de Alex Collier antes de sua saída do circuito de conferências UFO em 2002. Nunca foi publicado. O conteúdo trata de informações reveladas a ele por contatos extraterrestres andromedanos a respeito da história galáctica. A informação é vital para o entendimento da intervenção histórica por extraterrestres. Investigações conduzidas pelo editor chefe do Jornal Exopolitics apontam para a credibilidade de Alex Collier como alguém que interagiu fisicamente com os extraterrestres. Transcrito por Teri Callaghan – Junho 2007.
Introdução
Meu nome é Alex Collier. Essencialmente, falaremos sobre as 22 raças extraterrestres. De forma resumida, nós somos uma composição de diferentes raças, 22 para ser exato.
Foi nos ensinada uma versão bem superficial da história da Terra. Fomos ensinados que evoluímos de uma única célula, que essencialmente somos um acidente. Algo muito estranho, porém milagroso, aconteceu para um casal de chimpanzés e aqui estamos! Poderia ser tão simples. Na verdade, eu prefiro mais a versão real que a inventada.
Vou iniciar com algumas das linhas de tempo terrestres da história e vou adentrar períodos específicos para provar um ponto.
A história ensinada da Terra
A Terra está se formando juntamente com outros planetas no sistema solar. A Terra está nascendo, a vida está acordando. As primeiras placas tectônicas estão começando a se mover. Fungos, plantas, animais e organismos estão se desenvolvendo e a atmosfera está se tornando enriquecida com oxigênio.
A história ensinada pelos Andromedanos
Uma antiga raça, conhecida como "Os Fundadores", a qual andromedanos e pleiadianos acreditam ser uma antiga raça chamada Paa Tal, está trabalhando num programa de engenharia, por meio do qual os ambientes dos planetas e terra-forming estão sendo feitos.
Eles o fazem para tornar estes planetas adequados e habitáveis para organismos e vida, convertendo-se em ecossistemas preenchidos com hidrogênio, oxigênio, metano e amônia. Todos estes são gases para a introdução e colonização de microrganismos e outras formas de vida. È um mecanismo auto-replicador que bombardeia cometas e planetóides para mudar a rotação e a química dos planetas.
O feito de engenharia de transladar planetas para mais perto ou mais longe de seu sol ou movimentar e adicionar luas é uma prática que está em plena atividade hoje nesta e em outras galáxias. É a construção de um sistema solar. Acontece muito. Há raças, como os andromedanos, que são capazes de criar um sistema solar.
Todos os projetos, parece, foram feitos para adentrar muitos sistemas estelares e muitos corpos planetários habitáveis para a vida orgânica. Pequenas máquinas, construídas há muito tempo, foram descobertas e ninguém sabe exatamente quem as construiu. Elas não podem ser replicadas.
Incrivelmente, estas máquinas ainda funcionam. Elas não tem um nome na língua inglesa, não têm nem mesmo um símbolo que possamos compreender. Foi a mim explicado que se trata de um mecanismo de anti-matéria. Ele cria matéria. Ele cria moléculas que então criam átomos que se manifestam fisicamente. E eles são verdadeiras máquinas. São como computadores onde você pode programá-lo para o que quiser e esta máquina irá, literalmente, trazê-lo à tona e manifestá-lo fisicamente.
Se cada um de nós tivéssemos esta máquina, seria como ganhar na loteria todo dia. Mike gosta de fazer VWs. Ele pôde fazer por si próprio um novo VW assim que os novos modelos vieram, assim que soube o que queria. Eu pude criar uma babá de forma que minha esposa e eu pudéssemos sair. Aparentemente, há 7 destas funcionando realmente e 7 diferentes raças tem um. Estes são achados arqueológicos, descobertas, máquinas fazedoras de átomos, por ausência de melhor palavra. Há uma aqui no planeta. Eles também descobriram complexos de construção avançados, maquinário muito grande e ecossistemas completos.
A vida orgânica terrestre é muito menos comum que os ecossistemas de gás hidrogênio na nossa galáxia porque ecossistemas de gás oxigênio são limitados à presença geológica de água. Para formas de vida à base de oxigênio, o que é tudo neste planeta, há de existir água. O nosso ecossistema é precioso, nossa biosfera. Em segundo lugar, a nossa água.
Nosso planeta inteiro costumava ser de água fresca, porém os oceanos foram salinizados. Foi Nibiru, da constelação de Bootes, que o fez porque queria controlar a água. Eles salgaram o mar e quando o fizeram, havia somente 4% de água pura e eles tinham total controle sobre ela. Foi preciso 36 anos (em nosso sistema de referência) para salgar completamente os oceanos, o que deu tempo para todas as formas de vida se adaptarem lentamente. Mas, nós não podíamos beber a água depois disto.
Eu lhe darei um exemplo sobre os andromedanos. Os andromedanos são de 430 a 450 anos (em nosso sistema de referência) mais avançados que nós tecnologicamente. Um ano equivale a 365 dias, ou seja, uma rotação do planeta ao redor do sol. Os andromedanos contam os anos de forma completamente diferente.
De fato, quase todos os extraterrestres o fazem. Na contagem de tempo deles, o que consideram ser um ano é o período que leva toda célula de seu corpo a ser duplicada, replicada. Desta forma, 1 ano andromedano seria igual a 7 anos em nosso corpo. Levam aproximadamente 34 anos (em nossa referência) para replicar cada célula em seus corpos.
Então, é difícil precisar datas de fatos ditos por eles em nossa linha de tempo. Na realidade, se eu disser que foi há 4000 anos atrás, é muito mais que isto. Mas, eles tiveram muitas dificuldades em me explicar dentro do tempo terrestre, porque não lidam com o conceito de tempo. Eu estou lhe dando estes números somente para lhe conferir uma idéia do quão vasta é nossa história.
Esta é a única forma de apresentar este conteúdo a você, de outra forma, ficaria muito confuso.
Os ecossistemas à base de hidrogênio são mais abundantes que os de metano porque não são complicados. Os ecossistemas à base de oxigênio são mais complexos, os mais complexos da galáxia. Evidências arqueológicas, registros e lendas apontam para "Os Fundadores", os Paa Tal, como criadores e amparadores desta galáxia. Este desaparecimento e/ou extinção dos fundadores parece premeditado.
Para os andromedanos, quando se referem à extinção, se não há registro físico deles na terceira densidade, estão extintos na terceira densidade. Isto não significa que se foram, pode ser que ascenderam e evoluíram para uma freqüência mais alta ou se moveram para uma frequência mais alta para criar a terceira densidade e, quando terminaram, foram-se. Mas estão extintos na terceira dimensão.
Para compartilhar esta informação em particular, é importante tentar pensar holograficamente aqui. Há muitas implicações decorrentes desta informação e é difícil tentar expressá-la porque a língua inglesa é tão limitada para dar a você um conceito de como tudo foi feito.
Quando os Paa Tal aparentemente se foram, de acordo com o registro arqueológico, outros tipos de vida, formas de vida aptas a experimentar coisas através dos sentidos tais como reptilianas, humanas, plásmicas e outras formas à base de metano começaram a aparecer, e aparecer de forma completa. Agora pense, isto significa que vieram de algum outro lugar ou foram trazidos de outro lugar. Não houve milhões e milhões de anos neste período. Este é o mesmo problema que os nossos arqueólogos têm no planeta.
Eles continuam adotando a evolução mas não há prova de evolução no registro geológico, arqueológico. As formas de vida apareceram completamente formadas. É incrível! São os arcanjos Paa Tal os deuses ? Ninguém sabe o que são, motivo pelo qual se referem a eles como "Os Fundadores", porque não o sabem. Os Andromedanos dizem que há uma criação, um criador. Eles, em sua tradição, dizem que não há uma freqüência masculina dominante. Na opinião deles, a freqüência dominante é feminina, ou seja, o criador é uma DEUSA.
A era paleozóica: de 554 milhões a 245 milhões de anos atrás.
Na era paleozóica houve uma dramática explosão de diversos animais multicelulares. Eles a colocaram porque, de repente, tudo está lá, está no registro geológico. Não sabem como chegou lá, de onde vieram, mas está lá, então dizem "Bem, apenas explodiu, lá está".
Todas estas diferentes formas aparecem de lugar nenhum. Espécies aparecem com todos os seus animais viventes e espécies aparecem dentro de alguns milhões de anos. De novo, não há nenhum processo evolutivo aqui. Eles somente começam a ser vistos no registro arqueológico e cada um existindo em diferentes partes dos nossos modernos continentes.
No momento em que isto estava acontecendo, os pólos norte e sul estavam diferentes. Havia tido um deslocamento dos pólos. É onde os pólos norte e sul físicos giram geralmente seguindo uma mudança de pólo magnética, se feita por si própria. Se não foi feita por si própria, é porque um planetóide ou um asteróide atingiu o planeta, fê-lo rolar e então o que acontece é, os pólos magnéticos se corrigirão com o tempo e o farão com que o planeta gire de volta, ou os pólos magnéticos seguirão. Eu não entendo este mecanismo.
A costa oeste da América do Norte correu de leste a oeste ao longo do equador. No mesmo período, 544 milhões a 245 milhões de anos atrás, tem-se a história dos ETs, a história dos ETs andromedanos. As raças do sistema solar começaram a desenvolver viagens espaciais. A maioria estava somente apta a viajar dentro dos seus sistemas estelares. Alguns, entretanto, estavam aptos a viajar fora de seus sistemas estelares e começaram a contatar e descobrir outras culturas.
O início do tráfego entre os sistemas estelares começa. Rotas de tráfego são estabelecidas e negociadas. O compartilhamento de tecnologia começou e o desenvolvimento de novos sistemas de viagem espacial também começou porque agora as colônias espaciais, as diferentes raças estabelecidas aqui que vieram completamente formadas, descobriram como deixar os seus planetas e agora estão falando para outras pessoas captando diferentes perspectivas e compartilhando idéias e opiniões.
Tratados foram forjados entre os sistemas estelares e as raças. Uma raça particular de seres aptos a experimentarem coisas através dos sentidos, a Alpha Draconian ou Ciakar, muito avançada em termos de viagem espacial, começou a explorar a galáxia. Eles foram os pioneiros, de acordo com os andromedanos, a sair do planeta e eram, na época, os mais avançados.
É uma incrível raça, apenas têm alguns preconceitos ridículos. Mas, como uma cultura, têm feito coisas incríveis e muitas outras raças aprenderam a partir deles também. Sua espaçonave, à época, eram luas e planetóides ocos equipados com propulsão que foram restaurados para a criação de seus próprios ecossistemas.
Algumas delas usavam combustível que não é à base de óleo como temos aqui, mas algum tipo de gel que foi cavado em seu sistema estelar. Eles criaram motores de energia cinética, um tipo de eletricidade no meu entender.
A era mesozóica: de 245 milhões até 65 milhões de anos atrás
De acordo com a história terrena, "mesozóica" significa animais intermediários. É o período em que a fauna mundial mudou drasticamente. Ela não tinha mudado antes, mas agora muda subitamente, assim como a vegetação terrestre. Os dinossauros apareceram de lugar nenhum e evoluíram nas eras jurássicas e triássicas, somente para depois se tornarem extintos. Outro asteróide, conhecido como Columbia, atinge a terra no oceano atlântico distante da costa.
Agora, foram estes fatos premeditados? Ninguém parece saber se eles são ou não. O que é interessante é que toda vez que o planeta é atingido por um asteróide ou há um deslocamento de pólo, muda-se radicalmente o planeta ou seu ecossistema se torna mais e mais amigável à vida humana. Há 244 milhões de anos atrás, nós não podíamos viver neste planeta. Havia muitas outras cosias lá fora que poderiam nos machucar.
História Extraterrestre
Do período de 245 a 65 milhões de anos atrás.
Muitas civilizações planetárias fazem viagem espacial completa. O tráfego interplanetário é muito bem estabelecido, a necessidade dos recursos naturais aumenta e provoca a exploração da galáxia por seres avançados capazes de experimentar coisas através de seus sentidos. A viagem espacial esteve em progresso por mais de 17 milhões de anos terrestres neste período. Olhe para o que temos concluído em 4000 anos. Sabemos que estivemos detidos e também sabemos que há tecnologia que nos foi escondida.
As mais bem estabelecidas raças são as Ciakars da constelação do Dragão, as civilizações de Órion e do sistema estelar de Vega na constelação de Lira. A colonização está em plena atividade. Muitas alianças planetárias acertaram regras de colonização que estão se estendendo cada vez mais adiante na galáxia. Então, há 245 milhões de anos atrás, nossos irmãos estelares ou ancestrais já faziam viagens espaciais. Eles estavam levantando regras de colonização entre eles. Isto é incrível para mim.
A descoberta de rodovias espaciais, o que nossos cientistas teorizam existir como buracos de minhoca.
Há rodovias espaciais (buracos de minhoca). O descobrimento delas aconteceu neste período. Até agora, 17 foram descobertas somente na nossa galáxia. Os buracos de minhoca são túneis que vão a diferentes partes da galáxia. Somente para dar um exemplo, nossos cientistas teorizam que se você puder adentrar em um deles, você está do outro lado da galáxia num piscar de olhos, decorrido tempo nenhum, como no filme "Stargate". Muitos deles se conectam com outras galáxias.
E nós temos de assumir que ao menos 1 destes túneis conectores poderiam ser para a galáxia de Andrômeda, que poderia ser aqui acima. Então, você tem um buraco e agora você tem um caminho de chegar a ele, incrivelmente rápido. Então, não é uma situação em que você entra num foguete e, no momento em que você alcança o seu destino, todo mundo está morto por idade elevada, porque a galáxia é imensa e está se expandindo o tempo todo.
Alguns destes tubos ou rodovias espaciais foram rompidos repentinamente à medida que a galáxia expandiu. Nenhuma raça galáctica até o momento sabia como foram construídos ou quem os construiu e portanto não podem ser reparados. Há uma hipótese de que "Os Fundadores" o criaram, o que explica como estavam aptos a fazer todas as eco-construções na galáxia preparando a introdução da vida aqui.
A verdade é que não sabemos. Pode ter sido construído por alguém antes deles, nós não sabemos. De acordo com os andromedanos, a terceira densidade, como a conhecemos, tem 21 bilhões de anos. O universo que conhecemos, que inclui todas as dimensões, tem 21 trilhões de anos terrestres, o que é um número assombroso.
Segundo os andromedanos, somente 2 destes buracos de minhoca não estão rompidos na nossa galáxia. Então, de 17, 2 estão completamente operacionais. Conforme o tráfego aumentou, a amplitude de formas de vida também ocorreu. A experiência de transplante de formas de vida e vegetação está em plena atividade.
No período de 245 até 65 milhões de anos atrás, nossos ancestrais extraterrestres transplantavam as formas de vida e a vegetação de alguns sistemas para outros sistemas estelares. O transplante de formas de vida acontece somente com vidas que tem potencial. Segundo Moraney, este potencial pode somente se desenvolver em ecossistemas complexos.
E o ecossistema mais complexo da galáxia é o baseado em oxigênio. Ecossistemas verdadeiramente complexos ocorrem somente num número relativamente pequeno na galáxia. Poderia haver alguns bilhões de planetas, mas quando você leva em conta a quantidade de sóis e sistemas estelares que temos, de fato é um número pequeno pois os sistemas à base de hidrogênio pesam sobre todos os outros.
Um ecossistema planetário, complexo é muito valioso no universo para a consciência. As espécies, entretanto, vêm e vão. Mas, uma biosfera verdadeiramente rica irá perdurar até que não fique comprometida. Dinossauros, pássaros, árvores frutíferas são trazidos ao nosso ecossistema e transplantados em 3 ecossistemas do nosso sistema solar: Terra, Marte e Urano.
Todas as raças extraterrestres desenvolvidas incutiram em suas civilizações que a conservação da biosfera foi e é uma necessidade. Eles já estavam ensinando suas crianças sobre a conservação do ecossistema.
A história ensinada da Terra
Às vezes chamada de era dos mamíferos porque os animais terrestres maiores e mamíferos se mostraram nesta época. É também chamada da era das plantas florescentes, da era dos insetos, dos peixes e pássaros.
A história ensinada pelos andromedanos
Nosso sistema solar está sendo visitado cada vez mais. Três ecossistemas altamente complexos já existem aqui. A primeira bio-esfera auto-contida foi chamada "Éden", termo também adotado pelos seres de Órion, Nibiru e das Plêiades. Um É-den é como um jardim: uma bio-esfera completamente transplantável que contém tudo que é necessário para existir em outro lugar qualquer.
Nós não fazemos idéia do quão inteligentes são os nossos ancestrais porque eles não viajam sempre em naves enormes. Mas aprenderam a viajar à velocidade da luz e se assegurar de que o quer que precisem, eles têm ou podem fazer crescer. Agora, virtualmente qualquer nave mãe tem sua ecosfera interna. Há as naves de reconhecimento, as naves de 4, 5, 100 milhas.
A nave de 100 milhas pode ter algum tipo de ecosfera interna porque ela tem uma equipe interna que precisa se alimentar, então eles irão criar um ambiente similar a um parque e uma ecosfera dentro dela. A maioria das naves que atingiram a Terra é mera nave de reconhecimento. Se uma nave de 100 milhas atingir a Terra, nós podíamos ter um deslocamento de pólos e todos saberiam.
Uma nave mãe andromedana é uma esfera completa cujo interior é um mundo completo. No centro desta nave, e ela pode ter três, há ecossistemas, como se fossem parques, de 21 milhas. Aquele que vi tinha 21 milhas de uma ponta à outra. A nave tinha 900 milhas e, para eu ver literalmente cada polegada daquela nave, demoraria 25 anos. Ela tinha tudo. Nestes parques, você não poderia dizer que estava numa nave, você pensaria que estava num parque, Agora Hills Califórnia, Parque Nacional Rocky Mountain, Parque Central.
E eles são completos, tudo cresce à bordo da nave. Então, quando eles chegam aqui, enviam uma equipe para a superfície do planeta para pesquisar a vida das plantas, a geologia do planeta, os minerais, etc. Eles literalmente soltam 12 antenas cilíndricas plantando-as sob o solo, ao menos 1 milha abaixo. E quando as acionam, conectam-nas. Assim criam uma cúpula de freqüência descarregando as plantas, as árvores frutíferas e tudo de que precisam para atender a sua fisiologia. A biosfera não tem muito oxigênio nem carbono, é o que exatamente precisam. Pode até ser hidrogênio porque, então, uma vez que saem, vestem seus trajes espaciais e fazem seu trabalho. Mas quando chegam, retornam à sua bio-esfera e é como se vivesse no seu planeta lar.
A primeira biosfera foi fundada na atual América do Norte, ao longo do que hoje é conhecido como fronteira México-Arizona. E foi fundada e estabelecida pelos Ciakars, que são formas de vida baseadas em hidrogênio, então precisavam de algo similar. O hidrogênio é um gás que nossa fisiologia não permite inalar e viver num ambiente que o contém. Mas os seres à base de hidrogênio tendem a ser grandes, mais lentos em movimento e em ritmo do seu bio-sistema que os à base de oxigênio.
Algo interessante sobre os seres à base hidrogênio é que não são mais rápidos que a velocidade da luz para viagens espaciais. Já, os seres à base de oxigênio são conhecidos por viajar 4 vezes a velocidade da luz. Em conferências anos atrás, eu falei sobre o preconceito com uma perspectiva extraterrestre. Todos os preconceitos que temos, nós aprendemos. Nós formamos alguns, mas a idéia de "não gostar de nenhum da sua própria raça" nos foi ensinado por eles há milhões e milhões de anos atrás.
O primeiro Éden foi criado há 899.701 anos pelos Ciakars na fronteira do Novo México / Arizona. Os reptilianos ainda preferem o deserto. Esta bio-esfera foi primeiramente habitada pela civilização reptiliana dividida num sistema de classes formidavelmente similar àqueles da Inglaterra onde há realeza: a classe dos oficiais que são os duques e condes e a dos camponeses que fazem o trabalho pesado.
Segundo Moraney, esta primeira bio-esfera foi construída pela classe dos oficiais de seres reptilianos e eles foram os primeiros a ficarem aqui.
VÍDEOS DE UMA PALESTRA DE ALEX COLLIER
http://www.youtube.com/watch?v=pd4HBPYIE9I&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=cJhHBW4f8SI&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=PE0Eo30aw1s&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=jCccNcio2l0&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=2lg7NW3jEsw&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=EB5iVsXj7H0&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=WoKLT0c0c58&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=yaXzT-EFJXw&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=ZvHN7sMg2js&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=0qbHiCN-PTs&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=LuqSl3ZHgbs&feature=related
http://www.youtube.com/watch?v=x_IEfsDFGug&feature=related

essa palestra foi retirada do grupo sociedades secretas com

os links para os videos da palestra bo youtube

A Nova Ordem MundiaL esta proxima, estão preparados?

Os super-heróis dos quadrinhos e das telas de cinema que se cuidem, pois a raça humana começa a desenvolver super-habilidades. Pronto para ganhar visão de raios-X e sair voando pela cidade?

Já imaginou ter a força do Hulk, a visão que atravessa paredes do Super-Homem, a velocidade inigualável do Flash e a resistência ferrenha do Wolverine? Aqueles que curtem as fantásticas histórias e poderes sobrenaturais dos super-heróis com certeza já sonharam possuir alguma dessas habilidades.

Evidentemente, as pesquisas científicas que associam as tecnologias à medicina não têm como objetivo tornar os personagens de quadrinhos reais, mas os resultados desses estudos começam a dar indícios de que os super-humanos não estão longe de virar realidade.

Próteses inteligentes, impressoras de órgãos, equipamentos para curar ferimentos com maior eficiência, entre muitas outras inovações, são formas de tornar a vida das pessoas mais saudável. O rumo e amplitude dessa união de esforços entre a ciência tecnológica e a médica são inimagináveis – para elas, tudo é possível. Confira neste artigo algumas das invenções que devem “aperfeiçoar” os seres humanos.

A 
tecnologia e medicina unidas pelo bem de todos

A adaptação humana

O corpo humano é o centro de inúmeros estudos e discussões, não existe nenhuma máquina tão complexa quanto ele. Seu funcionamento só é possível devido à harmonia de funcionamento de vários sistemas, como o respiratório, digestivo, nervoso, muscular e circulatório.

Quando acontece algum tipo de problema durante sua formação embrionária, um acidente ou influência externa que quebre tal relação harmoniosa, nosso organismo apresenta o que talvez seja a mais importante de suas características, a adaptação.

Mr. Freeze

Se você já viu o filme, assistiu os desenhos ou leu os quadrinhos do Batman deve se lembrar do Mr. Freeze, também conhecido como Homem de Gelo, personagem que sobrevive graças a uma tecnologia oriunda da criogenia (ramo que estuda a produção de temperaturas muito baixas) e não se incomoda com temperaturas abaixo de zero.

O inverno não é a estação preferida de boa parte das pessoas, mas o frio não parece incomodar Wim Hof. Segundo o site da Discovery Channel, ele já passou mais de uma hora enterrado no gelo, nadou em águas congeladas por mais de 50 metros e escalou o Mont Blanc (montanha mais alta do continente europeu) descalço.

O 
frio não é problema para o super-humano

Suspeitas apontam que Hof consegue controlar sua fisiologia e a temperatura do seu corpo, fato que o possibilita realizar tais proezas, que matariam uma pessoa comum. O que realmente acontece com Wim ainda é uma incógnita, mas pode sugerir uma evolução da raça humana. Já imaginou esquiar nos Alpes suíços apenas de bermuda e regata?

Os super-humanos

Para algumas situações o corpo humano não consegue adaptar-se ou regenerar-se satisfatoriamente. A preocupação com a saúde e a qualidade de vida é um dos focos mais pesquisado pelos cientistas atualmente e a tecnologia tem sido uma grande aliada da medicina na busca por alternativas que promovam a melhora de funções do corpo humano.

Sem dúvida, o avanço tecnológico abre oportunidades e expectativas excepcionais para o futuro da humanidade. Não são poucos os experimentos que prometem revolucionar o tratamento de doenças e dar esperança a muitas pessoas debilitadas.

Homens metálicos

A amputação de membros é uma situação traumática e que exige muita perseverança para uma completa recuperação psicológica. A debilidade e o sentimento de impotência são os fatores que mais atrapalham a adaptação de pessoas que passaram por esse tipo de procedimento cirúrgico.

As chamadas próteses inteligentes são uma maneira de auxiliar o processo de readaptação desses indivíduos com a rotina que levavam anteriormente. A tecnologia, através de reformulações das ligações do sistema nervoso, reproduz movimentos naturais do homem. Basta a pessoa pensar para realizar o movimento.

A 
tecnologia auxiliando a melhora de vida das pessoas

Fonte da imagem: site da empresa Touch Bionics Inc

A perfeição das ações geradas ainda não é perfeita, mas este gênero de aparelho vem recebendo pesados investimentos em desenvolvimento. Resultado disso são próteses ainda mais avançadas – conforme apresentado pela EPA European Pressphoto Agency -, as quais devolvem as percepções sensoriais ao usuário. Isso significa que o mecanismo consegue interagir com o cérebro e mandar informações de textura e temperatura.

Visão além do alcance

Pessoas que tiveram a visão afetada por alguma doença agora contam com uma tecnologia para voltar a enxergar. O olho biônico, desenvolvido pela Bionic Vision Australia, atua através de uma câmera minúscula e um chip inserido no globo ocular do paciente.

A câmera, disposta em um par de óculos, capta as imagens e as transforma em sinais elétricos que são enviados para o chip. Este componente é responsável pela transferência dos estímulos para os neurônios da retina. A resolução percebida ainda é baixa, mas já um grande passo para quem perdeu a visão. A previsão de implantes da tecnologia, de acordo com boatos na internet, é para o ano de 2013.

Visão além do alcance

Não somente nesse aspecto de recuperação, a novidade abre possibilidades incríveis para aumentar o alcance e, quem sabe, incrementar a visão do ser humano. Não seria bacana receber informações de distância, tamanho, peso e temperatura de objetos assim que focalizados?

Órgãos postiços

E se os hospitais pudessem “imprimir” novos órgãos? O tratamento a uma imensa diversidade de doenças seria muito mais prático e eficiente e as filas de espera por transplantes acabaria. Pode até parecer exagero a situação explicitada, mas máquinas que criam células artificiais já existem.

O Organovo NovoGen, como informado pelo site Rob Aid, usa células do paciente para gerar uma “tinta biológica” que, aplicada a um papel específico para assimilação do organismo, consegue reproduzir os tubos sanguíneos artificiais. Os cientistas esperam que no futuro órgãos completos sejam “impressos”.

Impressão de órgãos deve ser comum no futuro

A reprodução de partes do corpo não para por aí. No artigo publicado pela Reuters, uma tecnologia para gerar células da pele já está sendo testada. Esta tecnologia seria de grande utilidade para os casos de queimadura, atingindo impressionantes reduções no tempo de recuperação do ferido.

Outra inovação nesse contexto é a criação de ossos em incubadoras. Os experimentos realizados na Universidade de Columbia (segundo a página do jornal The New York Times) usaram células-tronco para gerar pequenos ossos em laboratório. Os especialistas asseguram que esse procedimento deve reduzir o índice de rejeição do organismo para esse tipo de implante.

Poderes mentais

Comandos com a força do pensamento

Já imaginou trocar o canal da televisão apenas com a força da mente? Ou quem sabe controlar um robô simplesmente ao pensar em seus comandos? Não, isso não é viagem da Equipe Baixaki. Um estudo com gatos foi publicado na revista eletrônica Nature Materials, na qual chips foram implantados nos cérebros dos animais.

O monitoramento das atividades cerebrais proporciona uma infinidade de possibilidades para a atuação do componente eletrônico no corpo humano. As pesquisas ainda necessitam avanços, mas já são promissoras. Pelo jeito, passar de ano na escola ou faculdade não deve ser mais um problema, é só comprar o conteúdo que deseja na internet e atualizar seu chip de memória. Que bom se isso fosse possível, não é mesmo?

Que fim nós levaremos?

A união entre a medicina e as tecnologias, sem sombra de dúvida, é promissora em diversificados aspectos. Primeiramente, no que concerne a readaptação de pessoas que possuem algum tipo de deficiência – motora ou visual, por exemplo -, o que deve ser um importante fator na melhoria de vida dessas pessoas.

A criação de órgãos através das células-tronco, tema polêmico e que perdura em debates por especialistas, é mais uma tecnologia que promete auxiliar na recuperação de doenças e ferimentos. A saúde do homem deve sofrer diferentes maneiras de tratamento e, o melhor, prevenção de doenças.

Ao que tudo indica, as próteses inteligentes, os chips nos cérebros, a visão aperfeiçoada e a cura de enfermidades instantaneamente não são pensamentos tão futuristas. Na velocidade em que o desenvolvimento tecnológico ocorre atualmente, não se surpreenda se daqui a algumas décadas se deparar com super-humanos ou homens biônicos pelas ruas, ao melhor estilo Robocop.

O 
super-humano mais famoso

Imagem de divulgação da MGM Studios

Será que tais tecnologias chegarão a proporcionar melhoria nas nossas vidas? Em quais outras possibilidades estas inovações poderiam ser utilizadas? Faça suas projeções como um cientista e deixe seu comentário.

http://www.baixaki.com.br/info/4268-os-super-humanos-estao-proximos-da-realidade.htm

Fabian estava entusiasmado enquanto ensaiava mais uma vez o seu discurso que ia apresentar pela manhã para a multidão. Ele sempre desejou prestígio e poder, e agora seus sonhos iam se tornar realidade. Ele era um artesão que trabalhava com prata e ouro, fabricando jóias e ornamentos, mas não estava contente por ter que trabalhar para viver. Ele precisava de entusiasmo, um desafio, e agora o seu plano estava pronto para começar.

Geração após geração as pessoas utilizaram o sistema de escambo. Um homem mantinha sua família suprindo-a do necessário para viver ou especializava-se em algum tipo de comércio particular. Os bens excedentes de sua própria produção eram trocados pelos excedentes de outras pessoas.

Um dia no mercado era sempre ruidoso e poeirento; no entanto, as pessoas desejavam os gritos e as saudações, assim como o companheirismo. Costumava ser um lugar feliz, mas agora tinha gente demais, discussões demais. Não havia tempo para uma boa conversa. Precisava-se um sistema melhor.

Normalmente, as pessoas eram felizes e desfrutavam os frutos do seu trabalho.

Em cada comunidade, um governo simples tinha sido formado para garantir que as liberdades e os direitos das pessoas fossem protegidos, e que nenhum homem fosse forçado por nenhum outro homem ou grupo de homens a fazer qualquer coisa contra a própria vontade.

Este era o único propósito do governo e cada governador era apoiado voluntariamente pela comunidade local que o havia eleito.

No entanto, o dia de mercado era um problema que não podiam solucionar. Uma faca valia uma ou duas cestas de milho? Uma vaca valia mais do que um carroça?… etc. Ninguém havia pensado num sistema melhor.

Fabian anunciou: "Tenho a solução para nossos problemas de escambo, e convido todos para uma reunião pública amanhã".

No dia seguinte houve uma reunião na praça da cidade e Fabian explicou para todos o novo sistema que ele chamou de "dinheiro". A idéia parecia boa. "Como vamos começar?" perguntaram as pessoas.

"O ouro que eu uso em ornamentos e jóias é um metal excelente. Não perde o brilho nem enferruja e vai durar muitos anos. Fundirei um pouco do meu ouro em moedas e vamos chamar cada moeda de "um dólar".

Ele explicou como esses valores iam funcionar, e que esse "dinheiro" seria realmente um meio para o intercâmbio – um sistema muito melhor do que o escambo.

Um dos governadores questionou, "Algumas pessoas podem achar ouro e fazer moedas para si mesmas", disse ele.

"Isso seria muito injusto", Fabian tinha pronta a resposta. "Só as moedas aprovadas pelo governo podem ser utilizadas, e estas vão ter uma marca especial gravada nelas". Isso parecia razoável e foi proposto que se dê a cada homem um número igual de moedas. "Só eu mereço a maioria," disse o fabricante de velas, "Todos utilizam minhas velas". "Não", disse o fazendeiro, "sem alimento não há vida, com certeza nós temos que ter a maior quantidade de moedas". E a discussão continuou.

Fabian deixou eles discutirem durante algum tempo e finalmente disse, "Posto que nenhum de vocês pode chegar a um acordo, sugiro que cada um obtenha de mim a quantidade de que necessitam. Não haverá limite, exceto pela sua capacidade de devolvê-las. Quanto mais dinheiro cada um obtiver, mais deve devolver no final do ano. "E qual é o seu pagamento?" as pessoas perguntaram a Fabian.

"Posto que estou lhes oferecendo um serviço, ou seja, o suprimento de dinheiro, vocês me dão direito a receber pagamento pelo meu trabalho. Vamos dizer que para cada 100 moedas que vocês obtêm, devolvem-me 105 por cada ano que vocês mantêm a dívida. As 5 vão ser meu pagamento, e vou chamar esse pagamento de "juros".

Não parecia existir outra maneira, e aliás, 5% parecia pouco para um ano. "Voltem próxima sexta-feira e vamos começar".

Fabian não perdeu tempo. Fez moedas noite e dia, e no final de semana já estava pronto. As pessoas fizeram fila para entrar na sua loja, e depois das moedas terem sido examinadas e aprovadas pelos governadores, o sistema passou a vigorar. Algumas pessoas pediram só umas poucas moedas e saíram para experimentar o novo sistema.

Acharam o dinheiro maravilhoso, e rapidamente valoraram tudo em moedas de ouro ou dólares. O valor que puseram em cada coisa foi chamado de "preço" e o preço dependia principalmente da quantidade de trabalho requerida para produzir o bem. Se levava muito trabalho o preço era alto mas se o bem era produzido com pouco esforço o preço era baixo.

Em uma cidade morava Alan, que era o único relojoeiro. Seus preços eram altos porque os clientes estavam ansiosos por pagarem para obter um dos seus relógios.

Depois outro homem começou a fazer os relógios e os ofereceu com um preço mais baixo para conseguir vendas. Alan foi forçado a baixar seus preços e depois todos os preços caíram, assim os dois homens se esforçaram para dar a melhor qualidade com o menor preço. Essa era a genuína livre competição.

A mesma coisa aconteceu com os construtores, operadores de transportes, contadores, fazendeiros; na verdade, em cada empreendimento. Os clientes escolhiam sempre o que sentiam que era o melhor negócio, tinham liberdade de escolha. Não havia proteção artificial tal como licenças ou tarifas que evitassem que outras pessoas entrassem em um determinado negócio. O padrão de vida elevou-se e depois de pouco tempo as pessoas perguntaram-se como podiam ter vivido antes sem dinheiro.

No final do ano, Fabian saiu da sua loja e visitou todas as pessoas que lhe deviam dinheiro. Algumas possuíam mais do que tinham pedido emprestado, mas isso significava que outras pessoas tinham menos, posto que inicialmente tinha sido distribuída só uma quantidade limitada de moedas. Os que possuíam mais do que tinham pedido emprestado, devolveram o empréstimo e mais 5 adicionais para cada 100, mas tiveram que pedir emprestado novamente para poder continuar.

Os demais descobriram pela primeira vez, que tinham uma dívida. Antes de lhes emprestar mais dinheiro, Fabian tomou-lhes em hipoteca alguns de seus ativos e assim, cada um saiu mais uma vez para tentar conseguir essas 5 moedas extras que pareciam sempre tão difíceis de encontrar.

Ninguém se deu conta de que o pais como um todo jamais poderia sair da dívida até que todas as moedas fossem devolvidas, mas mesmo que isso fosse feito haviam ainda aquelas 5 adicionais para cada 100 que nunca tinham sido postas em circulação. Ninguém além de Fabian podia ver que era impossível pagar os juros – o dinheiro extra nunca tinha sido posto em circulação, e portanto sempre faltaria para alguém.

Era verdade que Fabian gastava algumas moedas, mas ele sozinho não podia gastar tanto como os 5% da economia total do pais. Havia milhares de pessoas e Fabian era só um. Além do mais, ele ainda era um ourives vivendo uma vida confortável.

Nos fundos da sua loja, Fabian tinha um cofre e as pessoas acharam conveniente deixar algumas de suas moedas com ele por segurança. Fabian cobrava uma pequena quantia, dependendo da quantidade e do tempo que o dinheiro permanecia com ele e dava ao dono das moedas um recibo por cada depósito.

Quando uma pessoa fazia compras, normalmente não levava muitas moedas de ouro. Essa pessoa dava ao mercador um dos recibos de Fabian segundo o valor das mercadorias que desejava comprar.

Os mercadores reconheciam o recibo como verdadeiro e aceitavam-no com a idéia de levá-lo depois a Fabian para retirar uma quantidade equivalente em moedas. Os recibos passaram de mão em mão ao invés do próprio ouro. As pessoas confiavam totalmente nos recibos – elas os aceitavam como se fossem tão bons quanto as moedas de ouro.

Em pouco tempo, Fabian notou que era muito pouco freqüente que uma pessoa pedisse de volta suas moedas de ouro.

Ele pensou: "Aqui estou eu, na posse de todo este ouro e continuo tendo que trabalhar duro como artesão. Não faz sentido. Há muitas pessoas que ficariam contentes de me pagar juros pelo uso deste ouro que está guardado aqui e cujos donos raramente pedem de volta.

É verdade que o ouro não é meu, mas está no meu poder e é o que interessa. Praticamente não preciso nem mais fazer moedas, posso utilizar algumas das que estão guardadas no cofre."

No início ele era muito precavido, emprestando umas poucas moedas de cada vez e somente quando tinha certeza da sua devolução. Mas aos poucos adquiriu confiança e emprestou quantidades cada vez maiores.

Um dia, pediram um empréstimo bastante grande. Fabian sugeriu, "Em vez de você levar todas estas moedas podemos fazer um depósito em seu nome e então eu lhe dou vários recibos com o valor das moedas". A pessoa que pediu o empréstimo concordou e saiu com um maço de recibos. Ela tinha obtido um empréstimo, no entanto o ouro continuava no cofre de Fabian. Depois que o cliente se foi, Fabian sorriu. Ele podia ter seu bolo e ainda por cima comê-lo. Ele podia "emprestar" o ouro e ainda mantê-lo no seu poder.

Os amigos, os estrangeiros e até os inimigos necessitavam de fundos para continuarem os seus negócios e desde que pudessem garantir a devolução, podiam pedir emprestado tanto quanto necessitassem. Simplesmente escrevendo recibos Fabian podia "emprestar" várias vezes o valor do ouro que havia em seu cofre, e ele nem sequer era o dono do dinheiro. Tudo era seguro, desde que os donos verdadeiros não pedissem a devolução do seu ouro e a confiança das pessoas fosse mantida.

Ele tinha um livro onde registrava os débitos e os créditos de cada pessoa. De fato, o negócio de empréstimos estava se mostrando muito lucrativo.

Sua posição social na comunidade aumentava quase tão rapidamente quanto sua riqueza. Ele estava se tornando um homem importante e requeria respeito. Em matéria de finanças, sua palavra era como uma declaração sagrada.

Os ourives de outras cidades ficaram curiosos sobre suas atividades e um dia chamaram-no para ter uma audiência com ele. Fabian disse-lhes o quê ele estava fazendo, mas ressaltou cuidadosamente a necessidade de manter o segredo.

Se o plano deles fosse exposto, o esquema falharia, assim todos concordaram em formar sua própria aliança secreta.

Cada um voltou à sua cidade e começou a trabalhar como Fabian tinha-lhes ensinado.

As pessoas agora aceitavam os recibos como se fossem tão bons quanto o ouro e muitos recibos foram depositados para mantê-los em segurança da mesma maneira que as moedas. Quando um mercador desejava comprar mercadorias de um outro, ele simplesmente redigia uma nota curta dirigida a Fabian na qual o autorizava a transferir o dinheiro da sua conta para a do segundo mercador. Fabian gastava apenas alguns minutos para ajustar os números no livro.

Esse novo sistema se tornou muito popular e as notas com a instrução de transferência foram chamadas de "cheques".

Mais tarde, em uma noite, os ourives tiveram uma outra reunião secreta e Fabian revelou-lhes um novo plano. No dia seguinte, eles convocaram uma reunião com todos os governadores e Fabian começou: "Os recibos que nós emitimos se tornaram muito populares. Sem dúvida, a maioria de vocês, os governadores, estão usando-os e acham que são muito convenientes". Os governadores concordaram, embora se perguntassem qual era o problema. "Bem", continuou Fabian, "alguns recibos estão sendo copiados por falsificadores. Esta prática deve parar".

Os governadores se alarmaram: "O quê podemos fazer?" perguntaram. Fabian respondeu, "Minha proposta é: primeiro de tudo, vamos fazer com que seja o trabalho do governo a impressão de novas notas em um papel especial com desenhos muito intricados. Cada nota será assinada pelo principal governador. Nós ourives ficaremos felizes de pagar os custos da impressão, por que vai nos poupar o tempo que passamos redigindo nossos recibos". Os governadores pensaram, "Bem, o nosso trabalho é proteger as pessoas contra falsificadores e este conselho de vocês parece certamente uma boa idéia". Concordaram então em imprimir as notas.

"Em segundo lugar," disse Fabian, "algumas pessoas têm feito escavações e estão fazendo suas próprias moedas de ouro. Sugiro que vocês aprovem uma lei, para que qualquer pessoa que encontre pepitas de ouro, deva entregá-las. É claro que essas pessoas vão ser pagas com notas e moedas".

A idéia parecia boa, e sem pensar muito nisso, imprimiram uma grande quantidade de notas novinhas em folha. Cada nota tinha um valor impresso nela de $1, $2, $5, $10 etc. Os pequenos custos de impressão foram pagos pelos ourives.

As notas eram muito mais fáceis de transportar e rapidamente foram aceitas pelas pessoas. Apesar da sua popularidade, essas notas e moedas eram usadas somente em 10% das transações. Os registros mostraram que o sistema de cheques era utilizado em 90% de todos os negócios.

A etapa seguinte do plano dele começou. Até agora, as pessoas estavam pagando a Fabian para guardar o dinheiro delas. Para atrair mais dinheiro ao seu cofre, Fabian ofereceu pagar aos depositantes 3% de juros sobre seus depósitos.

A maioria das pessoas acreditava que ele estava re-emprestando o dinheiro delas a quem pedisse um empréstimo, com 5% de juros, e que seu ganho era a diferença de 2%. Aliás, as pessoas não lhe perguntaram muito, porque obter 3% era muito melhor do que pagar para depositar o dinheiro em um lugar seguro.

A quantidade das poupanças cresceu e com o dinheiro adicional nos cofres, Fabian podia emprestar $200, $300, $400 e as vezes até $900 para cada $100 em notas e moedas que ele mantinha em depósito. Ele teve que ter cuidado para não ultrapassar esta relação de 9 a 1, uma vez que uma pessoa de cada dez queria retirar suas notas e moedas para utilizá-las.

Se não houvesse dinheiro suficiente quando requerido, as pessoas ficariam desconfiadas já que os livros de depósito mostravam o quanto elas tinham depositado. Ainda assim, sobre os $900 que os livros contábeis demonstravam que Fabian tinha emprestado redigindo cheques, ele podia cobrar até $45 de juros, ou seja, 5% de 900. Quando o empréstimo mais os juros eram devolvidos ($945), os $900 eram cancelados no livro de débitos e Fabian ficava com os $45 de juros. Portanto, ele estava mais que contente de pagar $3 de juros sobre os $100 depositados originalmente, os quais nunca tinham saído do seu cofre. Isto significava que, para cada $100 que mantinha em depósito, era possível obter um lucro de 42%, enquanto a maioria das pessoas pensava que ele só ganhava 2%. Os outros ourives estavam fazendo a mesma coisa. Criavam dinheiro do nada, apenas com suas assinaturas em um cheque, e ainda por cima cobravam juros sobre ele.

É verdade que eles não estavam fabricando dinheiro, o governo imprimia as notas e as entregava aos ourives para serem distribuídas. O único gasto de Fabian era o pequeno custo de impressão. No entanto, eles estavam criando dinheiro de crédito que vinha do nada e sobre o qual faziam incidir juros. A maioria das pessoas acreditava que a provisão de dinheiro era uma operação do governo. Acreditavam também que Fabian estava lhes emprestando o dinheiro que alguém mais tinha depositado, mas era estranho que nenhum depósito decrescia quando Fabian emprestava dinheiro. Se todos tivessem tentado retirar seus depósitos ao mesmo tempo, a fraude teria sido descoberta.

Não havia problemas quando alguém pedia um empréstimo em moedas ou notas. Fabian simplesmente explicava ao governo que o aumento da população e da produção requeria mais notas, e ele as obtinha por pequeno custo de impressão.

Um dia, um homem muito pensativo foi ver Fabian. "Esta cobrança de juros está errada", disse ele. "Para cada $100 que você empresta, você está pedindo $105 em retorno. Os $5 extras não podem ser pagos nunca, já que não existem.

Os fazendeiros produzem comida, os industriais produzem bens e assim fazem todos os demais, mas somente você produz dinheiro. Suponha que existam somente dois empresários em todo o pais, e que nós empregamos o resto da população. Pedimos-lhe emprestado $100 cada um, pagamos $90 em salários e gastos e ficamos com $10 de lucro (nosso salário). Isso significa que o poder aquisitivo total de toda a população é $90 + $10 multiplicado por dois, isto é $200. Mas, para lhe pagar, nós devemos vender toda a nossa produção por $210. Se um de nós tiver sucesso e vender toda a produção por $105, o outro homem só pode esperar obter $95. Além disso, parte dos seus bens não pode ser vendida, já que não restaria mais dinheiro para comprá-los.

Tendo obtido só $95, o segundo empresário ainda deveria a você $10 e só poderia lhe pagar pedindo mais emprestado. Este sistema é impossível".

O homem continuou, "Certamente você deveria emitir $105, ou seja 100 para mim e 5 para seus próprios gastos. Assim, haveria $105 em circulação e a dívida poderia ser paga".

Fabian escutou em silêncio e finalmente disse: "A economia financeira é um assunto muito profundo meu amigo, requer anos de estudo. Deixe que eu me preocupo com estes assuntos e você se preocupa com os seus. Você deve se tornar mais eficiente, aumente sua produção, reduza seus gastos e torne-se um melhor empresário. Sempre vou estar disposto a ajudá-lo nesses assuntos".

O homem se foi sem se dar por convencido. Havia alguma coisa errada com as operações de Fabian e ele sentiu que suas perguntas tinha sido evitadas.

No entanto, a maioria das pessoas respeitava a palavra de Fabian -"Ele é o perito, os demais devem estar errados. Olhem só como é que o pais desenvolveu-se, como a nossa produção aumentou. É melhor nós deixarmos que ele tome conta destas coisas".

Para pagar os juros sobre os empréstimos que haviam pedido, os mercadores tiveram que elevar seus preços. Os assalariados queixaram-se de que os salários eram muito baixos. Os empresários negaram-se a pagar maiores salários, dizendo que quebrariam. Os fazendeiros não podiam obter preços justos pela sua produção. As donas de casa queixavam-se de que os alimentos estavam muito caros.

E finalmente, algumas pessoas declararam-se "em greve", algo do qual nunca se tinha ouvido falar antes. Outros haviam sido afetados pela pobreza, e seus amigos e parentes não tinham dinheiro para ajudá-los. A maioria tinha esquecido a verdadeira riqueza ao seu redor: as terras férteis, os grandes bosques, os minerais e o gado. Só podiam pensar no dinheiro, que sempre parecia faltar. Mas nunca questionaram o sistema. Eles acreditavam que o governo o estava controlando.

Alguns poucos tinham juntado seu dinheiro em excesso e formaram companhias de empréstimos ou "companhias financeiras". Podiam obter 6% ou mais, desta maneira, o que era melhor do que os 3% que Fabian pagava, mas só podiam emprestar o dinheiro que possuíam – não tinham o estranho poder de criar dinheiro do nada simplesmente registrando números em um livro.

Estas companhias financeiras de alguma maneira preocupavam Fabian e seus amigos, então eles logo formaram as suas próprias companhias. Na maioria dos casos, compraram as outras companhias antes de que começassem suas operações. Em pouco tempo, todas as companhias financeiras ou pertenciam a eles ou estavam sobre o controle deles.

A situação econômica piorou. Os assalariados tinham certeza de que os patrões estavam tendo muito lucro. Os patrões diziam que os trabalhadores eram muito preguiçosos e não estavam cumprindo honestamente seu dia de trabalho e todos culpavam a todos. Os governantes não podiam achar uma resposta, e além disso, o problema imediato parecia ser combater a crescente pobreza.

O Governo empreendeu então esquemas de previdência e fizeram leis forçando as pessoas a contribuírem com eles. Isto fez com que muitas pessoas ficassem irritadas – elas acreditavam na velha idéia de ajudar o vizinho voluntariamente.

"Estas leis não são mais do que um roubo legalizado. Tirar uma coisa de uma pessoa contra sua vontade, independente do propósito para o qual vai ser usado, não é diferente de roubar."

Mas cada homem sentia-se indefenso e temia a ameaça de ir para a cadeia se falhasse em pagar. No inicio, estes esquemas de previdência deram algum alívio, mas com o tempo o problema da pobreza agravou-se novamente e então era preciso mais dinheiro para a previdência. O custo destes esquemas elevou-se mais e mais e o tamanho do governo aumentou.

A maioria dos governantes eram homens sinceros tentando fazer o melhor possível. Eles não gostavam de pedir mais dinheiro ao seu povo e finalmente, não tiveram outra opção a não ser pedir dinheiro emprestado a Fabian e seus amigos. Eles não tinham idéia de como fariam para pagar esse empréstimo. A situação piorou, os pais já não podiam pagar professores para seus filhos. Não podiam pagar médicos e as empresas de transporte estavam falindo.

O governo foi forçado a assumir o controle desses serviços um por um. Professores, médicos e muitos outros tornaram-se servidores públicos.

Poucas pessoas estavam satisfeitas com os seus empregos. Recebiam um salário razoável mas perderam sua identidade. Converteram-se em pequenas engrenagens de uma maquinaria gigante.

Não havia espaço para a iniciativa pessoal, muito pouco reconhecimento para o esforço, sua renda era fixa e somente podia-se ascender quando um superior se aposentava ou morria.

Desesperados, os governantes decidiram pedir o conselho de Fabian. Consideravam-no muito sábio e parecia saber como resolver assuntos de dinheiro. Fabian os escutou explicarem todos os seus problemas, e finalmente respondeu, "Muitas pessoas não podem resolver seus próprios problemas – eles precisam de alguém que o faça por eles. Com certeza, vocês vão concordar que a maioria das pessoas tem direito a ser feliz e a ter o básico para viver. Um de nossos grandes ditados populares é "Todos os homens são iguais" – Não é verdade?

Bem, a única maneira de equilibrar as coisas é tomar o excesso de riqueza dos ricos e dá-lo aos pobres. Organizem um sistema de impostos. Quanto mais um homem tem, mais deve pagar. Arrecadem os impostos de cada pessoa segundo sua capacidade e dêem a cada um segundo sua necessidade. As escolas e os hospitais devem ser gratuitos para aqueles que não puderem pagá-los."

Ele lhes deu uma longa palestra sobre grandes ideais e concluiu dizendo: "Ah, a propósito, não se esqueçam de que me devem dinheiro. Estiveram me pedindo emprestado por muito tempo. O mínimo que posso fazer para ajudar, é que vocês só me paguem os juros. Nós deixaremos o capital como dívida, apenas me paguem os juros".

Saíram, e sem pensar muito sobre as filosofias de Fabian, introduziram o imposto gradativo sobre a renda: quanto mais você ganha, mais alta é a sua dívida fiscal. Ninguém gostou disso, mas ou pagavam os impostos ou iam para a cadeia.

Os novos impostos forçaram os comerciantes novamente a subirem os seus preços. Os assalariados exigiram salários mais altos o que causou que muitas empresas falissem, ou que substituíssem homens por maquinaria. Isso resultou em mais desemprego e forçou o governo a introduzir mais esquemas de previdência e mais seguros de desemprego.

Foram introduzidas tarifas e outros mecanismos de proteção para resguardar algumas indústrias, de maneira que mantivessem suas ofertas de emprego. Algumas pessoas perguntaram-se se o propósito da produção era produzir mercadorias ou simplesmente proporcionar empregos.

No entanto, as coisas ficavam cada vez piores. Tentaram o controle de salário, o controle dos preços, e toda classe de controles. O governo tentou conseguir mais dinheiro com impostos sobre as vendas, os salários, etc. Alguém observou que no caminho desde a colheita do trigo até a mesa nos lares, havia cerca de 50 impostos sobre o pão.

Muitos "peritos" se apresentaram e alguns deles foram escolhidos para governar, mas depois de cada reunião anual voltavam sem ter alcançado quase nada, exceto pela notícia de que os impostos deviam ser "reestruturados", mas sempre a quantidade total de impostos aumentava.

Fabian começou a exigir seus pagamentos de juros, e uma porção cada vez maior do dinheiro dos impostos era necessária para pagá-lo.

Então veio a política partidária – as pessoas discutiam sobre que grupo de governadores poderia solucionar da melhor maneira seus problemas. Discutiram sobre as personalidades, idealismo, os slogans… Sobre tudo exceto o problema real. Os Conselhos estavam com problemas.

Em uma cidade os juros da dívida excederam a quantidade de impostos que foram arrecadados em um ano. Em todo o pais os juros que não foram pagos continuaram aumentando – juros foi cobrado sobre os juros não-pagos.

Gradualmente, muita da riqueza real do pais foi comprada ou controlada por Fabian e seus amigos e com isso veio um maior controle sobre as pessoas. No entanto, o controle ainda não estava completo. Eles sabiam que a situação não estaria segura até que cada pessoa fosse controlada.

A maioria das pessoas que se opunha ao sistema era silenciada por pressão financeira, ou sofria o ridículo público. Para atingir isto, Fabian e seus amigos compraram a maioria dos jornais, televisão e estações de rádio. E escolheram cuidadosamente as pessoas que iam operá-las. Muitas destas pessoas tinham um desejo sincero de melhorar o mundo, mas nunca se deram conta de como eram usadas. Suas soluções sempre lidavam com os efeitos do problema, nunca com a causa.

Havia vários jornais diferentes – um para a ala direita, um para a ala esquerda, um para os trabalhadores, um para os patrões, e assim por diante. Não importava muito em qual você acreditasse desde que você não pensasse no problema real.

O plano de Fabian estava quase no final – o pais inteiro devia-lhe dinheiro. Através da educação e da Mídia, ele tinha o controle da mente das pessoas. Podiam pensar e crer apenas no que ele queria que pensassem.

Uma vez que um homem tem muito mais dinheiro do que ele pode gastar para seus prazeres, que desafio resta para excitá-lo?. Para aqueles que têm uma mentalidade dominante, a resposta é o poderpoder puro e completo sobre outros seres humanos. Colocaram idealistas nos meios de comunicação e no governo, mas os controladores reais que Fabian procurava eram os que tinham mentalidade de classe dominante.

A maioria dos ourives seguiram este caminho. Conheciam a sensação de grande abundância mas já não os satisfazia. Precisavam de desafios e emoção e o poder sobre as massas converteu-se em um grande jogo.

Acreditaram que eram superiores a todos os demais. "É o nosso direito e nosso dever governar. As massas não sabem o que é bom para elas. Precisam serem dirigidos e organizados. Governar é o nosso direito de nascimento".

Por todo o pais Fabian e seus amigos possuíam muitos companhias de empréstimos. Na verdade, eram de propriedade privada e de diferentes donos. Na teoria competiam umas com outras mas na verdade trabalhavam juntas. Despois de convencer alguns dos governadores, instalaram uma instituição que chamaram de Reserva Central de Dinheiro. Nem sequer usaram seu próprio dinheiro para fazer isto -criaram crédito contra uma parte dos depósitos das pessoas.

Esta instituição tinha a aparência de regular a fonte do dinheiro e ser uma instituição pertencente ao governo, mas estranhamente não se permitiu a nenhum governador ou servidor público ingressar à Junta Diretiva.

O governo deixou de pedir emprestado diretamente de Fabian, mas começou a usar um sistema de Bônus contra a Reserva Central de Dinheiro. A garantia oferecida era a renda estimada dos impostos do ano seguinte. Isto ajustava-se com o plano de Fabian -afastar as suspeitas de sua pessoa e desviar a atenção para uma aparente instituição do governo. Por baixo do pano, ele ainda tinha o controle.

Indiretamente, Fabian tinha tal controle sobre o governo que este era obrigado a seguir suas instruções. Fabian costumava gabar-se: "Deixem-me controlar o dinheiro de uma nação e não me importo com quem faz suas leis". Não interessava muito que partido era eleito para governar. Fabian tinha o controle do dinheiro, o sangue vital da nação.

O governo obtinha o dinheiro, mas o juros foram se acrescentado sempre em cada empréstimo. Cada vez mais se gastava dinheiro em esquemas de previdência e em seguros de desemprego, e não muito tempo depois, o governo se viu com dificuldades até para pagar os juros, sem falar do capital.

No entanto, havia mais pessoas que se perguntaram: "O dinheiro é um sistema feito pelo homem. Com certeza pode-se ajustar o sistema para pô-lo a serviço das pessoas, e não que as pessoas estejam a serviço do dinheiro". Mas cada vez havia menos pessoas que se faziam essa pergunta e suas vozes se perderam na louca procura do dinheiro inexistente para pagar os juros.

Os governos mudaram, os partidos políticos mudaram, mas as políticas de base continuavam. Sem importar que governo estava no "poder", o objetivo final de Fabian aproximava-se mais e mais cada ano. As políticas das pessoas não significavam nada. As pessoas pagavam com esforço os impostos, não podiam pagar mais. Amadurecia o momento para o movimento final de Fabian.

Dez por cento do dinheiro ainda estava sob a forma de notas e moedas. Isto tinha de ser eliminado de tal maneira que não despertasse suspeitas. Enquanto, as pessoas utilizassem dinheiro de contado, seriam livres de comprar e vender como quisessem -as pessoas ainda tinham algum controle sobre suas próprias vidas.

Mas não era sempre seguro carregar notas e moedas. Os cheques não eram aceitos fora da comunidade local, e portanto, procurou-se um sistema mais conveniente. Fabian tinha a resposta outra vez. Sua organização deu um pequeno cartão plástico a cada um onde mostrava-se o nome da pessoa, a foto e um número de identificação.

En qualquer lugar onde esse cartão fosse apresentado, o comerciante telefonaria para o computador central para controlar o crédito. Se tinha crédito, a pessoa poderia comprar o que desejasse; até certa quantidade.

No início, permitira-se que as pessoas gastassem uma quantidade pequena em crédito, e se ele era pago dentro do mesmo mês, não incidia juro nenhum. Isto estava bem para os assalariados, mas o quê aconteceria com os empresários?. Eles tinham que instalar máquinas, fabricar as mercadorias, pagar os salários etc. e vender todas suas mercadorias e logo depois pagar o crédito. Se excediam a um mês, eram taxados em 1,5% por cada mês que a dívida era acumulada. Isto chegava a 18% ao ano.

Os empresários não tinham nenhuma opção aliás de acrescentar 18% sobre o preço de venda. Mas todo esse dinheiro ou crédito adicional (18%) não tinha sido emprestado a ninguém. Em todo o pais os empresários tinham a impossível tarefa de pagar $118 por cada $100 que pediram emprestados -mas os $18 adicionais nunca tinham sido criados no sistema. Não existiam.

Fabian e seus amigos elevaram ainda mais sua posição social. Eram considerados pilares de respeitabilidade. Suas declarações em finanças e economia eram aceitas com convicção quase religiosa.

Sob a carga de impostos cada vez maiores, muitas pequenas empresas derrubaram-se. Licenças especiais eram necessárias para várias operações, de maneira tal que para as empresas restantes fosse muito difícil participar. Fabian possuía e controlava todas as grandes companhias que tinham centenas de subsidiárias. Estes pareciam competir entre si, no entanto Fabian controlava todas elas. Eventualmente, todos os outros competidores foram forçados a fechar suas portas. Os encanadores, os carpinteiros, os eletricistas e a maioria das indústrias pequenas sofreram igual destino -foram tragados pelas companhias gigantes de Fabian que tinham proteção do governo.

Fabian queria que os cartões plásticos substituíssem as notas e as moedas. Seu plano era que quando todas as notas fossem retiradas, somente os negócios que utilizassem o sistema de cartões ligados ao computador central poderiam funcionar.

Ele planejou que se alguém eventualmente perdesse seu cartão, estaria impossibilitado de comprar ou vender qualquer coisa até que se demonstrasse sua identidade. Ele queria impor uma lei, que lhe desse um controle total -uma lei que obrigasse a todas as pessoas a terem seu número de identificação tatuado na mão. O número seria visível somente sob uma luz especial, ligada a um computador. Cada um desses computadores estaria conectado ao computador central gigante e assim Fabian poderia saber tudo sobre todos.

A propósito, a terminologia usada no mundo financeiro para este sistema é "Reservas bancárias" (Fractional Reserve Banking). (NdoT: É um sistema onde os bancos privados e o banco central têm o monopólio do poder para gerar moeda corrente. O valor total dos depósitos em um banco, e portanto a quantia total de moeda que pode ser gerada por um banco, está limitado por um múltiplo das suas reservas. O banco central supervisiona os bancos privados para garantir que as reservas serão mantidas no nível requerido ou por cima dele.

A história que você acaba de ler, evidentemente, é ficção.

Mas, se você achar que é preocupantemente real e quer saber quem é Fabian na vida real, um bom começo seria um estudo das atividades dos ourives ingleses nos séculos XVI e XVII.

Por exemplo, o Banco da Inglaterra começou em 1694. O rei Guilherme de Orange estava em dificuldades financeiras como resultado de uma guerra com a França. Os ourives "emprestaram-lhe" 1,2 milhões de libras (uma quantidade impressionante naqueles dias) sob determinadas condições:

Os juros seriam 8%. Lembre-se que a Carta Magna indicava que cobrar juros era crime passível de morte. O Rei devia conceder aos ourives uma carta para o Banco que lhes dava o direito de emitir crédito.

Antes disso, suas operações de emitir recibos por mais dinheiro do que tinham depositado eram totalmente ilegais. A carta do rei tornou-as legais.

Em 1694 William Patterson obteve a carta para o Banco da Inglaterra.

© Larry Hannigan, Australia

Citações:

Enciclopédia Britannica, 14 ed. -

"Os Bancos criam crédito. É um erro pensar que o crédito dos bancos é criado em parte pelos depósitos de dinheiro dentro dos Bancos. Um empréstimo realizado por um banco é uma adição clara à quantidade de dinheiro na comunidade".

Lord Acton, Lord chefe de Justiça da Inglaterra, 1875 -

"A batalha que vem se infiltrando sob os séculos e terá de ser lutada mais cedo ou mais tarde é as Pessoas vs. os Bancos".

Mister Reginald McKenna, presidente do Banco de Midland em Londres -

"Estou assustado, já que os cidadãos comuns não vão gostar de saber que os bancos podem gerar e destruir dinheiro a vontade. E que os bancos controlam o crédito da nação, controlam a política dos governos e têm nas suas mãos o destino das pessoas".

Sr. Phillip A. Benson, presidente da Associação dos Banqueiros Americanos, em 8 de junho de 1939 -

"Não há maneira mais direta de se obter o controle de uma nação do que através de seu sistema de crédito (de seu dinheiro)".

Revista do banqueiro dos EUA, de 25 de agosto de 1924 -

"O capital deve proteger-se a si mesmo de todas as maneiras possíveis, por combinação e legislação. As dívidas, os bônus e hipotecas devem ser cobrados o mais rápido possível. Quando pelos processos da lei, as pessoas perderem seus lares, elas se tornarão mais dóceis e se governará mais facilmente sob a influência do braço forte do governo, aplicado por uma potência monetária central sob o controle dos principais financistas.

Esta verdade é bem conhecida entre nossos principais homens agora empenhados em formar um império financeiro para governar o mundo.

Dividindo os votantes através do sistema político partidário, podemos fazer com que percam sua energia na luta por questões sem importância real. Assim, por meio de ações discretas podemos assegurar para nós o que tem sido tão bem planejado e executado com tanto sucesso".

Sir Denison Miller -

durante uma entrevista em 1921, quando lhe preguntaram se ele, através do Banco da Commonwealth, havia financiado a Austrália durante a primeira guerra mundial por $700 milhões, ele respondeu: "Assim foi, e eu teria podido financiar o pais por uma quantia semelhante e permitir que a guerra continuasse" Preguntado se essa quantidade de dinheiro estava disponível para os propósitos produtivos nesta época de paz, ele respondeu: "Sim".

De "Entregue O Nosso Botim" (Hand Over Our Loot), No. 2, por Len Clampett:

"Há quatro coisas que devem estar disponíveis para que o trabalho pago se realize:

O trabalho a fazer.

Os materiais para fazer o trabalho.

A mão de obra para fazer o trabalho.

O dinheiro para pagar o trabalho que vai ser feito.

Se quaisquer dessas quatro coisas faltar, nenhum trabalho pago pode se realizar. É um sistema naturalmente auto-regulador. Se há trabalho para fazer, o material está disponível e as pessoas estão dispostas a fazê-lo, tudo o que nós temos de fazer é criar o dinheiro. Absolutamente simples".

"Pergunte-se por que se sucederam as depressões econômicas. A única coisa que faltava na comunidade era o papel-moeda para comprar mercadorias e serviços. A mão de obra está disponível. O trabalho para realizar ainda estava lá. Os materiais não haviam desaparecido e as mercadorias estavam facilmente disponíveis nos comércios ou podiam ser produzidas em troca de dinheiro".

Excerto de uma carta escrita por Rothschild Brothers de Londres a uma firma de banqueiros de Nova York em 25 de junho de 1863:

"As poucas pessoas que podem entender o sistema (dinheiro em cheques e créditos) vão estar tão interessados em seus benefícios ou vão ser tão dependentes dele, que não farão a menor oposição. Por outro lado, a maioria das pessoas mentalmente incapaz de compreender a enorme vantagem que o capital extrai do sistema, carregará sua carga sem se queixar e talvez sem suspeitar que o sistema é hostil (inimigo) a seus interesses".

A seguinte citação foi reimpressa no "Idaho Leader", EUA em 26 de agosto de 1924, e foi lida em Hansard duas vezes: na primeira, por John Evans M.P. em 1926, e na segunda, por M.D. Cowan M.P., na sessão de 1930-1931.

En 1891 uma circular confidencial foi enviada aos banqueiros americanos e a seus agentes, contendo as seguintes declarações:

"Autorizamos nossos agentes de empréstimo nos estados ocidentais a emprestar nossos fundos com garantia de propriedades imobiliárias, com vencimento em 1º de setembro de 1894, e não depois dessa data.

Em 1º de setembro de 1894, não renovaremos nossos empréstimos sob nenhuma condição.

Em 1º de setembro vamos exigir nosso dinheiro – executaremos as hipotecas e nos faremos credores em posse das terras.

Podemos tomar duas terças partes das fazendas a oeste do Mississippi e milhares delas a leste do grande Mississippi também, fixando nosso próprio preço.

Poderemos também tomar posse de três quartos das fazendas do oeste e o dinheiro de todo o pais.

Então os fazendeiros vão ser arrendatários, como na Inglaterra". (N.doT.: arrendar=alugar, os fazendeiros perdiam a posse de suas terras por meio desta manobra, e ficavam obrigados a "alugar" terras para trabalhá-las, pagando o aluguel correspondente aos banqueiros).

De "Entregue O Nosso Botim", No. 2

Nos Estados Unidos, a emissão de dinheiro é controlada pela Junta da Reserva Federal. Este não é um departamento do governo, mas uma Junta de Banqueiros Privados. A maioria de nós acreditaria que a reserva federal é uma instituição federal do governo nacional… Isto não é verdade… em 1913, o presidente Woodrow Wilson assinou o documento que criou a reserva federal, e condenou o povo norte-americano à escravidão por dívidas até que chegue o momento em que o povo acorde de sua letargia e derrube esta tirania viciosa"…

"Para entendermos como funciona a emissão do dinheiro em uma comunidade, podemos exemplificar comparando o dinheiro em na economia com as passagens em um sistema ferroviário. Os bilhetes são impressos por uma gráfica que é paga pelo seu trabalho. A gráfica nunca reivindica a propriedade dos bilhetes… E não podemos imaginar que uma companhia ferroviária se negue a garantir a viagem a nenhum passageiro só porque não foram impressos a quantidade suficiente de bilhetes. Com o mesmo raciocínio, um governo nunca deveria negar às pessoas o acesso ao comércio normal, excluindo-as da economia, dizendo "que não tem dinheiro suficiente".

Suponha que o governo peça emprestado $10 milhões aos bancos. Aos banqueiros custa somente algumas centenas de dólares imprimir os fundos e uns poucos mais para fazer a contabilidade. Você acha justo que nossos cidadãos devam lutar para conseguir cada centavo para manter seus lares e famílias juntas, enquanto os banqueiros engordam com estes benefícios?

O credito gerado por um Banco do Governo é melhor do que o crédito criado pelos Bancos Privados, porque no há necessidade de recuperar o dinheiro através do arrecadamento de impostos às pessoas e não há nenhum juro associado que aumente os custos. As obras públicas feitas com o crédito do Banco do Governo é o ativo que substitui o dinheiro criado quando o trabalho finaliza.

Nenhum dos nossos problemas vai desaparecer até que nós corrijamos a criação, distribuição e circulação do dinheiro. Uma vez que se solucione o problema do dinheiro, todas as peças vão encaixar no seu lugar.

Cada um de nós pode ajudar a mudar o curso desta história:

A primeira coisa a fazer é ensinar às pessoas. MUITO POUCAS sabem disto ou entendem esta informação ainda. Por favor, espalhe esta informação dentro e fora da Internet.

Investigue este tema por conta própria para aumentar a sua compreensão.

Reúna-se com outras pessoas que queiram devolver o controle do governo às pessoas. Lembre-se: No governo há SERVIDORES públicos! Nós não somos seus serventes. Eles devem fazer NOSSA vontade, a vontade popular.

Sem importar qual é seu partido político, reclame ao seu representante local para que pesquise e corrija nosso sistema monetário (provavelmente ele precisa ser educado neste assunto também!). Você pode fazer isto por e-mail, por carta, por telefone ou numa conversa pessoal.

Os parlamentares recebem apenas uma média de 100 cartas sobre cada assunto em particular. Se você escrever a sua opinião e se conseguir outras 25 pessoas para escrever 25 cartas, você vai enviar uma forte mensagem a seu representante no Congresso. (Organize reuniões para escrever cartas aos parlamentares).

Fonte: Stephanie Relfe, Wholistic Kinesiologist

Tradução

Silviacaeiro@hotmail.com

Menu de Artigos da Seção Conspirações

HIERARQUIA DOS CONSPIRADORES- O comitê dos 300

ILLUMINATI: Tese x Antítese = Síntese

CRISE CIVILIZATÓRIA, MUDANÇA DE PARADIGMA CULTURAL E PROJETO NACIONAL

Seja um colaborador do site
Página Principal

http://www.umanovaera.com/conspiracoes/Quero_a_Terra_Mais_5.htm

Recentemente recebemos a informação abaixo, parece consistente e coerente em nossa opinião, por isso sempre que escrevemos sobre 2012 usamos “ANTES, DURANTE e DEPOIS, pois sabemos que 2012 não é o fim do mundo, mas o fim de um mundo tal como conhecemos, isso segundo as descobertas Maia, das profecias das antigas civilizações da Terra e dos anciões indígenas, mas deixamos a cada um que investigue e chegue a suas conclusões.

Que vai acontecer, não temos dúvidas, só não se sabe quando, e justamente este ‘quando’ é a ‘conspiração da NASA’ que apostando suas ‘fichas’ em 2012 sabendo que não pode prever uma data com certeza, espera fazer com que as pessoas deixem de acreditar nas ‘mudanças que estão para vir’, enquanto isso o chamado para todos, independente das conspirações da NASA é um só, para uma preparação antes de tudo, interior, pessoal e intransferível, e claro, uma preparação não apenas mental, psicológica, mas também  prática e material, afinal como diz o dito popular: “prevenir é melhor que remediar”.

Leia atentamente.

A verdadeira conspiração

Toda essa história de 2012 é uma conspiração da Nasa!!

Tudo começou quando o Dr. Robert Harrington do Observatório Naval dos Estados Unidos teve algumas teorias sobre a provável existência do Planeta X. Alguns anos depois, ele partiu para uma expedição para a Nova Zelândia de onde ele acreditava ser o melhor ponto para observá-lo. Passados alguns meses de pesquisa e observação, o mesmo morreu de um câncer misterioso pouco antes de anunciar suas descobertas. Toda a história morreu com ele, e se você procurar por informações oficiais sobre o Dr. Harrington, irá ler que ele já havia descartado a possibilidade desse planeta alguns anos antes de sua expedição.

Passados alguns anos, em 1997, surgiu um cometa que se tornou famoso como o Grande Cometa de 1997, o Hale-Bopp. Muitas pessoas acreditavam que esse cometa estava em rota de colisão com o nosso planeta, e mesmo por algum período os observatórios espaciais ficaram preocupados, pois ele realmente passou muito próximo da Terra. Na verdade, se ele tivesse passado por aqui 3 meses antes, a possibilidade de uma colisão direta seria muito grande. Muitas observações foram feitas sobre esse cometa, e mesmo com a falta misteriosa de informações e fotos oficiais vindas de agências espaciais à respeito dele, muitos astrônomos independentes e outros amadores passaram a fazer observações por conta própria. Um desses astrônomos independentes fotografou o que se parecia uma “companhia” do cometa, e de acordo com essa foto, seria uma companhia muito maior. Essa foto foi discutida no programa de rádio de Art Bell, um grande crítico da Nasa e muito conhecido nos Estados Unidos. Poucos dias depois, 38 pessoas de uma seita chamada “Heaven’s Gate” foram encontrados mortos por suicídio numa casa, e de acordo com informações oficiais, eles se suicidaram para que pudessem alcançar a tal companhia do cometa, que eles acreditavam ser uma nave espacial que viria buscá-los. Mas a história real não foi bem essa.

Assim que a notícia dessas mortes chegou aos noticiários, Art Bell foi culpado pela mídia por ter divulgado a tal foto e consequentemente pela morte daquelas pessoas, e logo depois a Nasa confirmou que a foto era falsa, e que havia sido manipulada pela pessoa que a entregou a Art Bell. Isso foi um grande golpe em seu nome, e infelizmente ele não teve tempo de se defender, pois morreu do mesmo câncer misterioso que matou o cientista Robert Harrington. Mas a foto era verdadeira, e todo esse esquema havia sido manipulado pela Nasa e pelo departamento de defesa americano. Os “discípulos” dessa seita na verdade não eram religiosos ou algo do tipo, eles eram desenvolvedores de sistemas, e estavam criando um sistema de criptografia e firewall que nem mesmo os computadores dos escritórios de defesa americano conseguiriam quebrar. Foram mortos um por um dentro da casa em que foram encontrados, um após o outro enquanto entravam nela. Fotos do cometa e sua companhia foram deixados na cena do crime, e um site forjado foi criado imediatamente para dar o toque de autenticidade à ela. E a partir daí, todo o esquema 2012 foi criado, pois aquelas fotos e informações à respeito do cometa eram verdadeiras, e muitas outras coisas mais importantes ainda poderiam ser descobertas.Passados alguns anos, surgiu o nome zetatalk na Internet, e de acordo com sua criadora, Nancy-alguma-coisa, ela recebia mensagens telepáticas de seres extra-terrestes, que a avisaram que em 2003 um grande planeta conhecido por nós como Nibiru estaria chegando ao nosso Sistema Solar, e traria consigo o apocalipse. Muitos livros e DVDs foram vendidos sobre o assunto por esse site. Algum tempo depois, Mark Hazzlewood lançou livros sobre o mesmo tema usando dados tirados do site zetatalk, mas eliminou o contato telepático com extraterrestres para tornar a história mais fácil.

Muitos outros livros e dvds foram vendidos por ele. Naturalmente nada ocorreu, e agora esses mesmos indivíduos voltaram com seus sites e seus livros, mas dessa vez com uma nova data:2012, o ano em que o calendário Maia “termina” e quando a cidade sagrada de Shamballa tornaria-se visível novamente. É lógico que se trata da mesma campanha que se desenrolou anteriormente. E, nesse hiato de tempo entre 2003 e 2012, muito material surgiu da Internet, e acredito que mais de 90% veio de informações dos sites zetatalk e dos livros do Mark Hazzlewood. O curioso é que a criadora do site zetatalk é casada com uma pessoa importante da Nasa, e que Mark Hazzlewood mudou-se com sua namorada para o Canadá para se livrar de acusações relacionadas a seus livros sobre o assunto.Antes de voltarmos aos assuntos do cometa Hale-Bopp e do Planeta X, é importante que você saiba de uns estudos que foram originalmente desenvolvidos por Belikovsi e desde a década de 1970 estão sendo realizados pelo Dr. James McCanney. Nesse modelo, diferente do atual modelo utilizado pelos cientistas para entender a mecãnica dos corpos celestes, existe o que ele chama de “Espaço Elétrico”, onde intensas interações de ordem eletromagnética ocorrem entre eles. Nesse modelo, embora toda a teoria física aplicada seja exatamente igual a atual, as interações eletromagnética entre os diferentes corpos celestes contam como boa parte dos cálculos a serem feitos, e não só as suas forças gravitacionais. Nessa interpretação, o espaço não é eletricamente neutro, e os cometas não são bolas sujas de gelo. Na verdade, eles são objetos tão importantes no sistema solar como os planetas o são. Eles são grandes cargas plasmáticas carregadas eletricamente pelo capacitor solar do nosso Sistema Solar, e mesmo a grandes distâncias podem provocar grandes efeitos sobre luas, planetas e até mesmo sobre o próprio Sol.

Além de possuírem uma carga eletromagnética extremamente forte, alguns desses cometas podem atingir tamanhos planetários, e de acordo com o modelo que os prevê, podem até mesmo tornarem-se planetas. Na verdade, essa é a explicação dada por esse modelo para a atual formação do sistema solar: todos os planetas, luas e vários outros corpos, com excessão de Júpiter – que seria uma anã-marrom -, foram originalmente cometas e que foram capturados pelos campos gravitacional e eletromagnéticos de Júpiter. Esse modelo é um dos motivos para o surgimento dos boatos à respeito de 2012: se o modelo que a Nasa e todas as agências espaciais estiver tão errado a tanto tempo, isso significaria trilhões de dólares e tempo gastos sem motivo. Mas também existem outros motivos, e aí é que entram os verdadeiros desastres.Hoje, o cometa Hale-Bopp provavelmente é um novo membro do Sistema Solar, e poderá estabilizar-se como um planeta em alguns milhares de anos. O mesmo que ocorreu a passados 3600 anos, quando um grande cometa cruzou o Sistema Solar, e no meio do processo criou o que nós chamamos hoje de Vênus, mas que antes de se estabilizar em sua órbita atual sugou a atmosfera de Marte, esterilizando-o, e causou vários problemas em sua passagem próxima à Terra. Isso foi visto e documentado pelos povos antigos do Oriente Médio, Europa e América do Sul, muitos deles já versados nas artes astronômicas, e também são um dos principais objetos de estudos do Dr. James McCanney. De acordo com ele, que por algum tempo lecionou em universidades na América do Sul, e que esteve em muitos campos arqueológicos quando ainda eram descobertos, os povos pré-colombianos descreveram essa passagem do “cometa Vênus” em sua jornada pelo céu, e ainda de acordo com ele, esses povos e todos os outros que existiam em sua época eram sobreviventes da passagem anterior de um cometa que resultou no fim da sociedade como eles conheciam.

Seria nessa passagem que a mítica Atlantida teria afundado em algum ponto do Mar da China, os mamutes morreram congelados e o grande dilúvio da Bíblia ocorreu. Lembra do que você leu sobre o que o Planeta X faria com a Terra? Tudo aquilo realmente aconteceu, e muitas outras coisas também. Mas não foi causado por um planeta, mas sim por um gigantesco cometa do mesmo tamanho que passaria pelo Sistema Solar rotineiramente. Que cometa é esse? O mesmo que vinha acompanhando o Hale-Bopp naquela foto do Art Bell, o mesmo que o Dr. Robert Harrington descobriu, e o mesmo que foi responsável pelas 38 mortes do Heavens Gate. E, 3600 anos antes, Vênus era uma dessas companhias do grande cometa. O problema é que NÃO É POSSÍVEL saber quando esse cometa passará por aqui, só quem sabe é quem está escondendo as informações – as agências espaciais. Portanto, essa data de 2012 foi aproveitada por eles para que a data passe, nada aconteça, e eles possam voltar e dizer: “Eu disse, essas pessoas são loucas! Não acredite nelas, acredite em nós!”. E, quando realmente acontecer e nada puder ser feito, eles vão dizer “O que poderíamos fazer se só tínhamos dinheiro prá vigiar 7% do espaço?”.
Bem, tudo isso que escrevi foi o que consegui lembrar sobre o que tenho lido, e espero que tenha servido APENAS para atiçar sua curiosidade. No site do Dr. James McCanney existe mais de 3Gb de informações sobre esse assunto do cometa e da natureza elétrica do nosso Sistema Solar, e em seu programa de rádio semanal – todos disponíveis para download -, ele fala bastante sobre a conspiração de 2012. Espero que você passe boas horas por lá e fazendo pesquisas sobre opiniões contrárias antes de acreditar no que ele diz. No site dele tem alguns videos também, e é incrível ver como uma simples “bola de gelo suja” pode enfurecer o Sol =).
Leiam, estudem, pesquisem!
www.jmccanneyscience.com
Os seguintes artigos que já publicamos em arauto do futuro que tem relação com este assunto:

Porque 2012

PORQUE 2012 ?

Atualização : 23 dezembro 2008

Nota: Projeto2012 que já teve seu site/blog retirado do ar por diversas vezes, talvez por falar a verdade… e como aqui também falamos a verdade estamos sujeitos a ser retirados do ar, mas não se preocupem pois também mantemos back up de todos estes blogs. Para acessar os links sublinhados no texto abaixo basta substituir ‘projeto2012′ por ‘porque2012′ , ou acesse a página principal:

www.porque2012.com

PORQUE 2012 ?

Pistas para esta pergunta: Acompanhe Projeto 2012.

2012. Os Maias profetizaram. A ciência confirmou. E mesmo assim, os Governos não falarão uma palavra sobre isso para você.

Em diversas culturas ancestrais o ano de 2012 é marcado nos calendários como o “apocalipse”, o “fim do mundo”, “o juízo final”, “o fim de um ciclo” e, nos mais otimistas, “o ano em que esta era terminará e outra, melhor, será iniciada”. Maias, Egípcios, Celtas, Hopis, Nostradamus e diversos profetas, Chineses e Budistas, WebBots, Cientistas e Religiosos das mais diferentes crenças afirmam que algo extraordinário ocorrerá em nosso planeta em 2012 (ou antes). Nunca antes uma data foi tão importante para muitas culturas, para muitas religiões, cientistas e governos.

Mas o que acontecerá na fatídica data de 21 de dezembro de 2012? Para muitos será o dia da aniquilação da raça humana devido a uma inversão dos pólos da Terra. Como isso seria possível? Devido a distúrbios nos campos magnéticos do Sol que, gerando colossais tormentas solares, afetarão a polaridade de todo o nosso planeta. Resultado: o campo magnético terrestre se inverterá imediatamente, com conseqüências catastróficas para a humanidade. Violentos terremotos demolirão todos os edifícios, alimentando tsunamis colossais e atividade vulcânica intensa. Na verdade, a crosta terrestre deslizará, arremessando continentes a milhares de quilômetros de sua localização atual.

Outros falam que grandes cataclismos serão gerados devido a passagem de um astro/cometa/planeta perto da Terra. Seria o “abominável da desolação” de Jesus, a “abominação desoladora” do profeta Daniel, a “grande estrela ardente com um facho, chamada Absinto” do Apocalipse de João, a “grande estrela“, “o grande rei do terror“, “o monstro” ou “o novo corpo celeste” de Nostradamus, o “astro Intruso” ou “planeta higienizador” de Ramatis, o “planeta chupão” citado por Chico Xavier, ou o “Planeta X” procurado pelos astrônomos, ou o “12º planeta” de Zecharia Sitchin, ou o “Nibiru/ Marduk” dos Sumérios, ou ainda o “Hercólubus” da turma da Gnose.

Para os cientistas da NASA a data será marcada pelas piores tormentas solares da história. Para os governos e a ONU algo terrível está para ocorrer com nosso planeta, por isso foi inaugurado no início de 2008 o “cofre do fim do mundo” que visa abrigar sementes de todas as variedades conhecidas no mundo de plantas com valor alimentício.

Outros esperam pelo “Juízo Final”, a separação espiritual do “joio e do trigo”, que se dará com a chegada de Jesus Cristo (ou numa visão mais moderna dos extraterrestres) e colapso total da civilização humana baseada no materialismo/egoísmo (fim do sistema econômico) e início de uma nova civilização voltada ao espiritualismo, amor e fraternidade. Nesta mesma linha de “juízo final”, outros falam que a chegada dos extraterrestres se dará após um cataclismo provocado pela passagem do “segundo sol” (como já falamos anteriormente). Ainda nesta teoria de colapso total da civilização humana devido a catástrofes e /ou fim do sistema econômico/ materialismo, leia também as profecias dos Maias que falam sobre isso. Não podemos esquecer que na visão espiritualista do “fim do mundo”, o lado material (catástrofes, fim do dinheiro, materialismo, consumismo, etc) é colocado em segundo plano. Não que isso não acontecerá. Eles falam que sim, mas o que vai separar um mundo do outro é uma mudança consciencial: a consciência egoísta e individualista “sou ser humano, pertenço ao planeta Terra” morrerá e nascerá a consciência universalista “sou a encarnação de um espírito, pertenço ao Universo”. Lembrando que os espíritos reprovados no “juízo final”, ou seja, aqueles que não mudarem a consciência frente as últimas “provas”, serão exilados no Nibiru/ Planet X e terão que recomeçar do zero todo o processo de reencarnação, enquanto que os aprovados para a nova Terra vão estar livres de recordações do passado e qualquer traço de egoísmo e individualismo. Serão os habitantes da Terra de regeneração (como os espíritas falam).

Para os WebBots algo devastador vai ocorrer em 2012.

Também leia nosso arquivo de Profecias para 2012 e nossa nova seção de Perguntas e Respostas.

Como pôde ver, muitos têm a sua versão do que vai ocorrer em 2012 (ou antes). Mas se notar você vai ver que não será o “fim do mundo”, mas o fim de um tipo de mundo. Não nos restam dúvidas que a nossa civilização está à beira do colapso. Prova maior disso é a atual crise financeira mundial e o aumento das catástrofes naturais, além do agravamento da violência e distúrbios psicológicos. Qualquer um que usar a inteligência deve compreender que, se não houver uma mudança radical em nossa forma de viver, nossa sociedade não terá como sobreviver por mais 10 anos.

Portanto, abra a sua mente e busque a verdade. Comece assistindo alguns vídeos. Para um resumo rápido sobre a profecia Maia de 2012, veja os dois vídeos abaixo….

Quer saber mais sobre 2012, nibiru, nostradamus, transição planetária, extraterrestres, webbots?
Selecionamos uma seqüência de documentários no YouTube sobre 2012… Clique aqui.

Também veja nossos vídeos em nosso canal no YouTube… e tire suas próprias conclusões. Nós informamos, mas é você quem deve decidir sobre o que fazer com estas informações. Portanto, mãos à obra! Ignore totalmente o que leu ou comece a se mexer.

E lembre-se: não importa se você é materialista ou espiritualista, cético ou crente, quando a merda e ventilador se encontrar todos estaremos no mesmo barco.

http://www.porque2012.com/

http://arautodofuturo.wordpress.com/2012-antes-durante-e-depois/porque-2012/

Por Jason Martel *

Anunnaki significa “Aqueles que desceram dos céus” na língua suméria; para os hebreus eram Nefilim, Elohim e para os egípcios antigo, Neter. Descobertas arqueológicas e artefatos recolhidos nos últimos duzentos e cinqüenta anos são a base da teoria de que uma avançada civilização proveniente de Nibiru – um planeta distante, mas do nosso próprio sistema solar – desembarcou na antiga Mesopotânia a aproximadamente 450 mil anos atrás; eram os Anunnaki, alienígenas que colonizaram a Terra com o propósito de extrair grandes quantidades de ouro. Sua mão-de-obra foi arrebanhada entre os humanos primitivos, que foram manipulados geneticamente.

.

Há 250 mil anos, o sistema de colonização alienígena começou a declinar em virtude da pouca produtividade e rebeliões dos escravos humanos, especialmente nas minas. “Os Anunnaki decidiram então criar um novo ser para substituir os humanos primitivos. O geneticista Enki e o chefe de medicina Ninhursag, realizaram diversas experiências e criaram um híbridos usando material do homo-erectus, de animais e dos próprios Anunnaki. O resultado foi o homo-sapiens, que veio ao mundo para ser escravo! Como os primeiros homo-sapiens eram híbridos, não se reproduziam. Como precisavam de mais escravos e o tempo que dedicavam para criarem mais servos estava comprometendo os volumes de produções, realizaram novas experiências que permitiram a auto-procriação de suas criaturas.

.

Quando os sapiens tornavam-se muito numerosos, parte deles era expulso das cidades Anunnaki e, assim, gradualmente espalharam-se pelo planeta. Mas as criaturas surpreenderam os criadores: eram belos e se desenvolviam muito bem. Algumas fêmeas começaram a servir de parceiras sexuais para os colonizadores. Essas uniões eram férteis, produziam prole. Mas isto era uma situação inaceitável para a elite dos Anunnaki que decidiram exterminar a população colonizada – a humanidade – provocando uma colossal inundação em época próxima à reentrada de Nibiru nas proximidades da órbita da terra. Esse dilúvio aconteceu há aproximadamente de 12 mil anos atrás.

.

Muitos humanos foram salvos por Enki, que simpatizava com aqueles que ele mesmo havia criado. Por milhares de anos, homens e mulheres foram escravos e soldados. Os Anunnaki usavam seus servos nas guerras que travaram entre si, na construção de palácios e cidades, em instalações astronômicas localizadas em todos os continentes. Eles ocuparam não somente a Mesopotâmia, como também o Egito, a Índia, as Américas. Por isso os sinais de sua presença são encontrados em praticamente todo o mundo.

.

Seis mil anos depois do dilúvio, os Anunnaki que aqui permaneceram resolveram que era hora de deixar o planeta e, gradualmente, conduziram a raça humana à independência, introduzindo um sistema sóciopolítico fortemente hierarquizado. Linhagens de reis foram estabelecidas, possivelmente considerando a descendência direta dos próprios Anunnaki: eram os “Iniciados”, versados em ciências como matemática e astronomia, conhecedores de técnicas de medicina, arquitetura e engenharia. Dinastias cuja continuidade era feita por meio “colégios” – os “colégios dos mistérios”.

.

Mistério de Tiamar – O outro nome da Terra

.

Há 500 mil anos atrás o planeta Terra não se chamava “Terra”. O nome “Terra”, do grego gaia, é uma inovação recente. O antigo nome do nosso planeta é Tiamat. Era um lugar completamente diferente do que conhecemos hoje e localizava-se no espaço em outra posição, mais distante do sol, entre Marte e Júpiter. Marte, que ficava mais perto do sol era, então, habitado, com um clima temperado e água abundante em estado líquido. Este fato, embora não divulgado, foi amplamente estudo pela NASA e cientistas de outros órgãos.

.

Tiamat estava mais próximo da estrela Sírius (ou Sothis, como a chamavam os antigos egípcios). O sistema planetário de Sírios e o sistema do nosso Sol eram parte de um mesmo e único sistema maior – parte de uma unidade cósmica. Os dois sistemas ainda são gravitacionalmente conexos com um terceiro sistema, outro fato que começa a ganhar espaço nos meios científicos.

.

O “Sistema Regional de Sírius” gira em torno de um sol central chamado Alcyone, estrela situada na constelação das Plêiades ou “Quadrante das Plêiades”. O conjunto Sol-Sírius-Alcyone descreve uma órbita ao redor do centro da galáxia (Via Láctea) em direção da estrela de Sagitário. Todo o movimento orbital do megasistema tem uma duração de 200 milhões de anos. Este grande ciclo deve completar uma revolução em 21 de dezembro de 2012, data prevista pelos maias para a deflagração de catástrofes apocalípticas.

.

Evidências Astronômicas

.

A prova definitiva da veracidade da tradição suméria seria o reconhecimento científico de um décimo planeta (ou 12º astro) no sistema solar, ou seja, a “descoberta” de Nibiru com tamanho, órbita e outras características descritas nos registros da Mesopotâmia.

.

Plutão foi descoberto em 1930 e Caronte, sua lua, em 1978. A análise de Plutão mostra que determinadas peculiaridades da órbita deste planeta e também das órbitas de Urano e Netuno somente podem ser explicadas pela existência de um planeta desconhecido que deve ser bem maior que Plutão e mesmo a Terra.

.

Entre 1983 e 1984, o IRAS – Infrared Astronomical Satellite – registrou informações relacionadas a um décimo planeta. Em 1992 novas descobertas foram publicadas na imprensa norte-americana sobre “…mais um planeta em nosso sistema solar, denominado intruder”. Os cientistas iniciaram, então, a confrontar dados da astronomia clássica com traduções de Zecharia Sitchin, especialmente com a tradução de ‘Enuma Elish’, “…que narra a história da formação deste sistema solar”! São dados antiguíssimos que falam “…do planeta Tiamat, do tamanho de Urano, cuja órbita passa entre Marte e Júpiter”.

.

“O grande planeta Nibiru foi capturado pela força gravitacional do sistema solar e sua entrada no conjunto causou anomalias nas luas dos outros planetas. Nibiru colidiu com Tiamat e enormes fragmentos entraram na órbita da Terra. Um desses fragmentos veio a ser a nossa Lua”.

.

O interesse de antigos e contemporâneos por Nibiru ocorre de uma questão bem prática. Os relatos arqueológicos são claros: a passagem deste planeta a cada 3600 anos nas proximidades da Terra produz efeitos sensíveis na realidade ambiental; catástrofes são desencadeadas. A passagem de Nibiru é, possivelmente, a causa da mudança nos pólos da Terra, dos regimes da marés, dos padrões climáticos, dos desvios da órbita e choque com asteróides que são arrastados pelo “intruso”. Hoje, especula-se, que Nibiru pode ter provocado a extinção da vida em Marte, o fim dos dinossauros e o dilúvio bíblico.

.

Evidências Tecnológicas

.

Há muito tempo escavações arqueológicas têm trazido à luz artefatos, ferramentas, máquinas e registros que, por suas sofesticações, surpreendem estudiosos e cientistas. São objetos inexplicáveis para a ciência histórica e acadêmica a exemplo de: No deserto do Iraque foram encontradas baterias de argila com eletrodos datadas em 2 mil e 500 anos antes de Cristo; em uma pirâmide funerária, havia um modelo de aeroplano perfeitamente funcional.

.

Mais recentemente, a redescobeta de ouro monatômico em sítios arqueológicos do Oriente Médio veio reforçar a crença em civilizações do passado altamente sofisticadas. As substâncias monatômicas são supercondutoras de energia em temperatura ambiente e possuem propriedades anti-gravitacionais. Somente nos últimos anos o ouro monatômico tem sido investigado pela física. Arqueologicamente, entretanto, o ouro monatômico mesopotâmico é conhecido desde 1889, quando sir Flinders Petrie demonstrou que o material foi produzido há 3 mil anos atrás.

.

Evidências Documentais

.

O registro histórico documentado sobre a existência e as realizações dos Anunnaki começaram a aparecer nos primeiros anos do século 19. Diversas escavações arqueológicas na Mesopotânia (atual Iraque) acabaram revelando que “a aproximadamente 6 mil anos atrás houve uma avançada civilização na Suméria”! Centenas de placas de argila contendo informações relacionadas não somente com às questões do cotidiano, a exemplo do comércio, casamentos, ações militares, sistema de cálculos astronômicos, etc., mas também placas com escrita cuneiformes falando dos Anunnaki!

.

Fica evidente que os sumérios sabiam perfeitamente que aqueles aliens eram criaturas vivas, de “carne e osso”. A Biblioteca de Assurbanipal, apesar de ter sofrido um incêndio, não perdeu nada de seus documentos feitos de argila, resistente ao fogo. Assim, foram preservadas 400 placas cuneiformes que contém a história de tempos muito antigo; uma espécie de “cápsula do tempo” feita de barro cozido. São estes documentos que contam a saga dos Anunnaki.

.

Evidências Genéticas

.

Os registros sumérios localizam o “…laboratório, onde os Anunnaki criaram o homo-sapiens na região leste da África Central”. Coincidentemente é a mesma área onde foi encontrado o mais antigo DNA mitocondrial – do fóssil que ficou conhecido como Lucy – e, ruínas de minas de ouro com mais de 100 mil anos. Parte desse documentos descrevem, ainda, avanços da engenharia genética! Vale registrar que o rápido progresso da espécie humana sapiens é notavelmente anômalo face aos milhões de anos que foram necessários para consolidar os membros mais antigos do nicho dos homo-erectus.

.

Alguns dados “científicos” vazados para a imprensa

.

1. Nibiru é um de muitos planetas que orbitam uma Estrela Escura (Dark Star) ou Anã Marrom (Brown Dwarf). Esta Estrela Escura tem ao todo sete planetas: cinco pequenos, Homeworld (o sexto planeta, do tamanho e similar à Terra) e Nibiru, o sétimo planeta – embora haja dúvidas se seja realmente um planeta.

.

2. Quando a Estrela Escura fica no periélio (posição mais próxima do nosso Sol), entre 60 e 70 AU (AU = Astronomical Unit – unidade astronômica igual à distância média entre a Terra e o Sol. aproximadamente 150 milhões de quilômetros, ou 500 segundos-luz / 8 minutos-luz), a órbita de Nibiru, que fica a 60 AU da Estrela Escura, possui uma órbita suficientemente alongada para atravessar nosso sistema solar, geralmente nas proximidades da órbita de Júpiter, apesar dessa órbita poder variar.

.

3. A inclinação orbital de Nibiru é cerca de 30 graus em relação ao nosso plano solar ou da eclíptica. Quando Nibiru atravessa nosso sistema solar em movimento retrógrado (sentido oposto em relação aos demais planetas) gera gigantescas e generalizadas perturbações electromagnéticas que afeta os corpos celestes próximos.

.

4. Quando Nibiru aproxima-se do nosso sistema solar interior, ele acelerará rapidamente por debaixo da eclíptica, passando atrás e por baixo do Sol antes que ele passe para cima da eclíptica num ângulo de 33 graus.

.

5. Do polo sul ou extremo sul da Austrália, Chile ou Argentina, Nibiru será visto pelas pessoas – a partir de 15 de maio de 2009 – como uma estrela vermelha brilhante do tamanho aproximado da nossa Lua. Ele estará se movendo de baixo – a partir da órbita da terra – para cima.

.

6. A partir de junho de 2011, todos na terra poderão ver Nibiru a olho nú.

.

7. Em 7 de setembro de 2012, dia em que Nibiru estará mais próximo da terra: somente a 1,4636 UA (219,6 milhões de quilômetros – 731,8 segundos-luz / 12,20 minutos-luz).

.

8. Em 21 de dezembro de 2012, Nibiru estará a 2,7950 UA (419,3 milhões de quilômetros – 1.397,5 segundos-luz / 23,292 minutos-luz) da terra. Esta não é uma data crítica para o planeta terra.

.

9. Em 27 de abril de 2013, entre as 6 horas da manhã até às 11 horas da noite, Nibiru estará a apenas 1,5720 UA (235,8 milhões de quilômetros – 786 segundos-luz / 13,1 minutos-luz) da terra, se afastando continuamente dessa parte da galáxia até regressar novamente em aproximadamente 5614.

.

Informações que se enlaçam?

.

1. “Astrônomos reputados acreditam na existência de um planeta desconhecido – um planeta X – em algum lugar além da órbita de plutão pois afirmam que é a única forma de esclarecer as anomalias detectadas nas órbitas de Netuno e Urano…” New York Times, em 19 de junho de 1982.

.

2. Em 1982 a NASA reconheceu publicamente a possibilidade de existir um planeta extra solar. Um ano depois, “…numa espécie de frenética corrida espacial”, a NASA lança o IRAS – Infrared Astronomical Satellite.- projeto patrocinado pelos Estados Unidos, Inglaterra e Holanda. Este sofisticado satélite, lançado com o mínimo de informações sobre seus objetivos, acabou ”localizando um enorme corpo celeste”, como foi divulgado em 1983 pelo jornal Washington Post, em entrevista à Gerry Neugebauer, cientista chefe do JPL-IRAS (Jet Propulsion Laboratory), que afirmou: “Um corpo celeste provavelmente tão grande como Júpiter e tão próximo da Terra, podendo inclusive ser parte do nosso sistema solar, foi encontrado próximo à constelação de Orion. Tudo o que posso dizer é que não sabemos o que é isso”.

.

3. No inicio de 1984 a NASA anuncia a construção de um potente telescópio no Polo Sul: SPT – South Pole Telescope. no inicio de 2006 Nibiru iniciou a ser observado e estudado a partir deste telescópio.

.

4. Em março de 2007 a Noruega e a ONU firmam parceria para construção de uma “Caixa Forte Internacional de Sementes” com o declarado objetivo de “salvar a agricultura mundial no caso de catástrofes futuras…”

.

5. Três exemplos de informações divulgadas pela imprensa que estão gerando outras interpretações, “…como se parte das lideranças mundiais desejasse convencer a sociedade humana sobre a existência de vida for a da Terra”: Vaticano admite que pode haver vida for a da terra; astronautas da missão Endeovour estão convencidos de que há vida extraterrestre; Inglaterra abre arquivo secreto sobre OVNIS, etc.

.

Observando o Planeta X

A partir de maio de 2009, quem observar cuidadosamente o nascer ou pôr do Sol no extremo sul do nosso planeta (Polo Sul, Austrália, Argentina ou Chile) poderá ver um “pequeno sol vermelho, ao lado do nosso já conhecido Sol. Este é o Planeta X ou Nibiru como muitos hoje o denominam.

.

Algumas especulações divulgadas na web


.

1. Os Annunaki, “os Gigantes ou Deuses de Antigamente”, habitam Homeworld. Nibiru é na maior parte inabitável.

.

2. Nibiru e/ou suas luas foram responsáveis pela destruição de Maldek, que agora é o Cinturão de Asteróides (localizado entre as órbitas de Marte e Júpiter). Ele também causou as crateras e cicatrizes superficiais na nossa Lua e nos planetas do nosso sistema solar, assim como as inclinações axiais variáveis dos planetas em suas órbitas.

.

3. Nibiru pode ter causado o afundamento de Lamuria, Atlântida e o Dilúvio de Noé.

.

4. Membros da NASA, Pentágono, Departamento de Defesa americana, Serviços de Inteligência Militar internos, SETI (Search for Extra-Terrestrial Inteligence) e CIA especulam que 2/3 da população do planeta podem morrer durante cataclismas planetários que culminará com a inversão dos pólos; causados pela passagem de Nibiru.

.

5. Essas mesmas agências governamentais e públicas também estimam que outros 2/3 dos sobreviventes poderão morrer de fome, sede, frio e outros agentes climáticos, nos 6 meses após a passagem de Nibiru.

.

6. Diversos governos já conhecem a gravidade dos acontecimentos que se aproximam e estão se preparando para salvar o que for possível. Eles sabem que não poderão salvar a todos – tentarão salvar àqueles que forem mais necessários para sobrevivência da espécie humana e, talvez de outros animais. Eles têm planos, você têm algum?

.

7. O volume de informações que estão “vazando” por membros de agências governamentais e públicas que estão apar dessa delicada questão está rompendo a barragem e liberando essas informações para a sociedade humana. Mas até que ponto o “vazamento” dessa informações é bom? Em parte, acreditamos, que isso é negativo pois além de alimentar boatos e especulações pode gerar pânicos coletivos que, se ampliados, pode até inviabilizar ou tornar bem mais difíceis ações públicas que estão sendo feitas para tentar salvar pelo menos parte de nós e de nossa cultura.

.

* Jason Martel, é o autor deste artigo acima,escritor e ufologista.

.

Fontes

.

1. Solarion, Robertino – A Brief History Of Planet X Nibiru, 2003

2. Martell, Jason – Giants Upon the Earth

3. Sitchin, Zecharia – The Lost Book of Anki: Memoirs and Prophecies of a Extraterrestrial God

4. Sitchin, Zecharia – Twelfth Plan: Book I of the Earth Chronicles

5. L. W. King, Paul Tice – Enuma Elish – The Seven Tablets of Criation – V 2

6. Jornal The New York Times – 19 de junho de 1982

7. Jornal Washington Post – 21 de abril de 1983

8. Tradução livre – Verônica Azevedo

.

.

.


os nefilins

Os Annunaki em painéis sumérios, assírios, egípcios e maias. Nas quatro civilizações, a evidente presença de seres extraterrestres gigantes. A imagem da direita é conhecida como o “astronauta de Palenque”

Leia com atenção à trechos de uma entrevista concedia por Zecharia Sitchin, onde ele revela o seu trabalho de tradução das placas sumérias:

P – Da palavra hebraica Nafal, que significa “queda”?

– Exato. Queda, vir abaixo, descer. Assim, o que isto significa? Isto me levou aos estudos bíblicos e então às mitologia, arqueologia e todos os outros assuntos, inclusive ao estudo das linguas antigas,  que se tornou a minha educação e vocação. Entào, dai vem a minha pesquisa e decisão de escrever sobre isto começando com uma pergunta, quem eram os Nefilins?

Todas as escrituras antigas, a Bíblia, os mitos gregos, os mitos e textos egípcios, os textos da pirâmide, tudo, me levou aos sumérios, cuja civilização foi a primeira conhecida em 6.000 anos atrás. Eu me concentrei na Suméria, a fonte destas lendas e mitos e textos e cheguei aos suas repetidas e persistentes declarações sobre estes seres, que os sumérios chamavam de Anunnaki, que vieram à Terra de um planeta chamado Nibiru. O planeta era designado pelo signo da cruz e Nibiru significa, “planeta da passagem  [travessia].”

A questao em minha pesquisa então mudou de quem eram os Nefilim e os Anunnaki, para, que planeta é este Nibiru? O que me forçou a ser proficiente em astronomia, e tive que aprender bastante sobre isto para lidar com o assunto. Eu descobri que os eruditos estavam divididos. Alguns diziam que (Nibiru) era Marte, que de fato foi descrito e conhecido pelo povo antigo, e outros diziam que nao, que era Júpiter. Aqueles que diziam que era Júpiter e não Marte, tinham argumentos muito convincentes do porque não podia ser Marte. E Aqueles que diziam que era Marte e não Júpiter , tinham argumentos muito convincentes do porque não podia ser Júpiter também .

Sendo capaz de ir diretamente à fonte , os tabletes de argila e a escrita cuneiforme, a mim pareceu que ninguém estava certo, porque a descrição de Nibiru e sua posição quando perto do Sol indicava que nem podia ser Marte e nem podia ser Júpiter. E então uma noite acordei com a resposta: com certeza, é um planeta a mais que vem periodicamente entre Marte e Jupiter; e algumas vezes está mais perto de Marte e outras mais próximo de Júpiter, mas não é nem Marte e nem Júpiter.

Tendo entendido que esta era a resposta, que existe um planeta a mais, tudo mais se encaixou. O significado do Épico da Criação mesopotâmico onde são baseados os primeiros capítulos do Gênesis e todos os detalhes sobre os Anunnaki, quem eles eram e quem eram seus líderes e como eles viajaram do planeta deles para a Terra e como caíram no Golfo Pérsico e sobre o primeiro assentamento deles, seus líderes e assim por diante, tudo ficou claro!  Os Sumérios  tinham um enorme conhecimento. Eles sabiam sobre Urano e Netuno e os descreveram e eles sabiam sobre Plutão. Eles eram exímios em matemática e, em muitos aspectos, seu conhecimento ultrapassava o dos dias modernos. Eles diziam, “Tudo o que sabemos nos foi dito pelos Anunnaki.”  A publicação do primeiro livro, seu impacto, foi a compreeensão de que povos antigos, a começar pelos Sumérios, sabiam e descreviam e falavam de um planeta a mais no nossso sistema solar. Não era uma descoberta como a de Plutão em 1930 (o qual os Sumérios conheciam há 6.000 anos atrás). Plutão foi uma descoberta  astronômica muito interessante, os livros didáticos tiveram que ser revisados. Mas para a pessoa média, o homem das ruas, realmente não fez nenhuma diferença. Nibiru, por outro lado, era uma história muito diferente. Se existe Nibiru, (e este é o planeta que os astrônomos de nossos dias chamam de planeta X) então os Anunnaki existem.

Assim, a existência de Nibiru não é uma simples questão de mais um planeta em nosso sistema solar. Isto é diferente, porque se existe  Nibiru, e os Anunnaki existem, então a declaração da Suméria de que eles voltam a nossa vizinhança a cada 3.600 anos, e que por vezes no passado nos deram civilização, então não estamos sós e há pessoas mais avançadas do que nós em nosso sistema solar.

P – O que acontecerá da próxima vez ?

– Quem sabe como eles se sentirão a nosso respeito quanto voltarem? Será que decidirão nos dar mais conhecimento, e mais avanço técnico e mais civilização, ou eles decidirão que não somos bons, como aconteceu nos tempos do  Dilúvio, e tentarão se livrar de nós?

Então, o primeiro livro, estabelece os fundamentos e descreve o conhecimento  Sumério e conclui da existência de um planeta a mais e realmente é a chave para a compreensão do que seja tudo isto. Que são as lendas do Gênesis, o que são as lendas da criação, qual foi o nosso passado, e uma maneira pela qual será o futuro.

P – O que mais você pode nos dizer sobre os Anunnaki, se temos livre arbítrio ou se isto é deteminado pelos mesmos Anunnaki?

– Me perguntaram, “Eles se parecem conosco?” e eu disse, não, nós nos parecemos com eles. Eles nos fizeram por engenharia genética. Eles dispararam a arma da evolução, e nos fizeram parecer fisicamente com eles, e sermos parecidos emocionalmente. Isto é o que diz a Bíblia quando diz: “Vamos fazer  Adão a nossa semelhança e imagem.” Fisicamente, externa e internamente. Tanto quantos eles assim sejam, assim somos nós.

Há uma tremenda diferença quanto ao período de vida. É isto que dá a noção da imortalidade deles. Porque um ano deles é uma órbita deles ao redor do Sol. Assim, um ano deles equivale a 3.600 anos nossos. Esta é diferença chave entre eles e nós.

Então há a diferença entre o avanço texcnológico deles que os capacita não apenas a viajar no espaço, e ter viajado a meio milhão de anos atrás, mas também reviver os mortos e fazerem outras coisas que nos tempos bíblicos eram consideradas milagres.

Sinto que exatamente como eles vieram a Terra e nos criaram por meio de engenharia

Leia mais aqui: os nefilins

http://arautodofuturo.wordpress.com/2012-antes-durante-e-depois/anunnaki-nefilins-nibiru%E2%80%A6/

Aos poucos vamos montando o mosaico, olhem que interessante esta canalização que me enviaram pela net, fala dos acordos e da aprticipação de nibiru em alguins aspectos, aqui tem muito mais coisa escondida que dsepois irei esclarecer. bom estudo a todos Rodrigo Romo OS CÓDIGOS DE MISSÕES PARA A TERRA Os seguintes códigos estão sendo passados como um chamado para o despertar de todas as sementes estelares, os entrantes e os Trabalhadores da Luz. Nestes códigos, estão os indicadores da missão que cada um de nós veio aqui para cumprir. Os códigos são geométricos e formam uma linguagem. É a linguagem do nosso DNA e também a linguagem galáctica geral conhecida como Haburu. Estes códigos estão também colocados no seu DNA e seu DNA é a linguagem de Haburu. Em vez de dar a vocês somente formas geométricas abstratas como linhas e círculos, foi decidido há muito tempo colocar estes símbolos, esta linguagem, dentro de histórias, objetos, sons, pedras e cores. Uma vez que os seres humanos são equipados com uma capacidade única de sentir emoções, estes vários itens, quando experimentados através da visão e do som, causariam reações emocionais muito fortes, e com esta reação viria uma sensação de conhecimento, de lembrança. Cada símbolo colocado dentro das histórias carrega uma espécie de gatilho do tempo, que seria acionado em conexão com o alinhamento planetário. Por isso estamos explicando os códigos, que chamaremos Códigos de Missões para a Terra. Os Códigos de Missões para a Terra, não somente carregam sua missão, eles também carregam sua história. Cada história é parte da história de um dos 3 Grandes Experimentos Terrestres, os grandes experimentos de integração da polaridade, bem como a história de Nibiru e do conflito entre os humanos e os reptilianos. Vocês, como espíritos, em uma ocasião ou outra, foram parte de um ou mais destes experimentos e é por isso que estão aqui na Terra hoje. Estes códigos são separados em grupos, com cada grupo representando um certo grupo de indivíduos e e a tarefa de seu grupo de almas. Vamos começar com o 1° Grande Experimento da Terra e dar as histórias que contém seus símbolos junto com uma explicação da missão geral para aquele grupo de indivíduos. Avyon de Lira, o 1° Grande Experimento da Terra Localizada no sistema de Lira, na estrela Vega, estava a primeira colônia humana e o lar original dos humanos. Este experimento terminou com a primeira grande guerra entre os Humanos e os Reptilianos, que tinham se estabelecido num planeta vizinho. Isso estabeleceu um bloqueio emocional entre as duas raças e continuou através das linhas do tempo, das dimensões e gerações até os dias de hoje. História de Pegasus / Simbolo Pelegai (de Lira) / A Harpa / O Povo Leão /O Povo Dragão / A Grande Pirâmide / As deusas Sekmet e Bast / A rainha egípcia Hatshepsut, da 18a dinastia / Feng Shui / Os 13 signos do zodíaco, Ophiuchus / As cores púrpura, lavanda e azul royal/ Crisocola, Ametista, Cristal de Quartzo, Água-marinha A antiga linguagem chamada Haburu / A 1a grande guerra galáctica A tarefa do grupo de Lira (ou Pelegai) é de ensinar a integração da polaridade. Estes indivíduos consideram muito natural seguir o lado Escuro e o conceito de seu papel é um conceito fácil e lógico para ser alcançado. Estes indivíduos se sentem muito confortáveis movendo-se além do sistema de crenças de “amor e luz”, preferindo mostrar seus eus reais, ou seja, seus lados de Trevas bem como seus lados de Luz. Eles tem uma compreensão intrínseca de que o Escuro tem um valor significativo no processo da evolução espiritual. O grupo de almas de Lira está sendo juntado agora. Avyon das Pleiades, o 2° Grande Experimento da Terra Localizado no sistema estelar das Pleiades, esta foi a segunda vez que foi tentada a integração da polaridade, que teve como resultado uma polarização para a Luz e a estagnação do crescimento espiritual. Este planeta foi destruído quando os humanos usaram sua tecnologia avançada para destruir as forças de invasão dos híbridos reptilianos, que por sua vez destruíram seu próprio planeta. Aquelas almas que se ligam à história deste planeta terão, em muitos casos, uma conexão com Sirius B e com o planeta Rizq na Constelação de Orion, para onde uma parte dos humanos foi levada após a implosão de Sirius B. Os humanos remanescentes tiveram a Terra, e são ligados ao grupo Crístico. A missão primária deste grupo de almas é auxiliar o povo da Terra a se mover além da tentação de polarizar a luz (unidade de consciência desequilibrada torna-se mentalidade de colméia). Eles também estão aqui para encontar o caminho da compaixão. Aqueles envolvidos na exposição do controle reptiliano da Terra estão geralmente neste grupo. Sirius B / Os Golfinhos / A Flauta / Um planeta azul com 2 sóis Camelot / Avalon / A espada Excalibur / Rei Artur e seus Cavaleiros / Merlin Orion / O Planeta Rizq / O Povo Lagarto / A Liga Negra de Orion (Lutadores da resistência humana em Rizq) Ashtar, chefe dos lutadores da resistência, combatendo o controle reptiliano Ensinamentos da Escola dos Mistérios / Ordem de Melchizedek Rainha Nefertiti, da 18a dinastia / Faraó Ankhnaten, da 18a dinastia Terra Pleiadiana, o 3° Grande Experimento e lar dos Sirianos (de Sirius) Etéricos Aqueles do grupo Crístico, que foi o nome dado à missão do grupo de Sirianos Etéricos, foram trazidos para ajudar a Mãe Terra. Eles são os que trabalham para salvaguardar nosso meio ambiente. Alguns deles trazem a tecnologia do futuro que irá restaurar a Terra da 3a dimensão, bem como preparar-nos para uma nova terra na 5 a dimensão. Este grupo está também em aliança com o altamente desenvolvido Povo Dragão, que está trabalhando para a integração e paz entre humanos e reptilianos. Uma pomba branca dentro de um círculo azul / A Cruz / Jesus / Sons, tons / Espíritos da natureza / Anjos / Arcanjos / Mãe Maria / Sananda / Sanat Kumara / Wiccan / Quartzo rosa / Nikola Tesla, sua vida e invenções tecnológicas A missão do Grupo do Grande Conselho de Nibiru A missão deste grupo é assistir a Terra fornecendo programas educacionais compreensíveis para o povo da Terra. Isto será uma grande ligação de professores e professores/curadores que se sentem ardentemente ligados ao ensino das técnicas que dão força às pessoas. Eles são únicos no fato de desejar colocar o poder nas mãos das pessoas, em vez de guardar secretamente as técnicas. Eles são os novos mestres, que ensinam pelo exemplo. Esta ligação mundial será conseguida principalmente via Internet. Estes são os professores e o curadores que estão sentindo o chamado para ensinar e criar novas páginas na rede. Este grupo também juntará as novas comunidades e a nova economia, todas sendo servidas através da internet. A Internet será a ponte e a nova infraestrutura da Terra da 5 a dimensão. Nibiru / As Pleiades / Sirius / Orion / As cores dourada e magenta / Lapis Lazuli e Malaquita / As 12 Tribos de Israel Ensinamentos de Enoch / Os Caduceus / A estrela de Davi Você pode achar que é atraído por símbolos em cada uma dessas categorias maiores. Isto é esperado, pois os grupos trabalham juntos no plano geral para a Terra. O grupo ao qual você provavelmente pertence pode ser determinado pela quantidade de símbolos que mais o atraem em cada categoria. Estes símbolos estão sendo passados para ajudá-los a encontrar as chaves para sua missão particular. Quando você se identificar com um grupo particular mais que com os outros, tenha uma intenção verbal de que você está desejando desempenhar seu papel e cumprir sua missão. Então veja como você começará a se conectar com pessoas que tem a mesma missão geral e, portanto, são parte do seu grupo. Uma coisa a ser lembrada – nós todos já fizemos isso no 1° e 2° Grandes Experimentos da Terra. Cada vez que passamos por um desses experimentos, nos movemos para muito mais perto do aprendizado de como atingir a integração. Acredita-se que aprendemos o suficiente desses experimentos para desta vez completar a integração da polaridade. A aceitação é a chave, aceitação de todas as coisas, tanto da Luz como das trevas, como tendo o seu valor. A aceitação é o caminho para sair da culpa, da vergonha, da acusação dos outros, da depressão e de todas as sensações que nos fazem sentir vítimas. Aceitação é compaixão em ação! Foram dadas a nós as Chaves Multidimensionais da Compaixão para alcançar a aceitação. Agora é a nossa vez. Nós sabíamos que o tempo estava chegando. Tempo para avançar e aceitar verbalmente a nossa missão. Digam para os seus guias: “Eu estou querendo cumprir a minha missão e mesmo não sabendo do que se trata, eu estou desejando cumprí-la de qualquer maneira. Que ela seja cumprida.” Se você for um daqueles que está procurando sua missão, esta intenção verbal fará com que ela comece a se manifestar. Então aguarde à medida que seu mundo começa a mudar e pessoas, oportunidades e condições cheguem até você para que você complete sua tarefa. Saibam que haverão bloqueios, mas estes serão seu combustível para a ascensão. Usem as Chaves Multidimensionais da Compaixão para purificá-los e continuem avançando. Vocês tem muita ajuda e suporte emocional à sua disposição, mas o poder final para cumprir a sua missão já está dentro de vocês. Se você deseja falar com membros do Conselho de Nibiru, contacte-os mentalmente. Eles escutam você. Se você tiver dúvidas sobre se eles os ouviram e responderam, façam o que eles me ensinaram. Peçam que a confirmação seja dada dentro de 24 horas e que ela seja dada de uma maneira que não deixe dúvidas. E se por acaso você não perceber a resposta, peça que eles continuem a passá-la para você até que você a perceba ou até que você não a queira mais. Façam este pedido verbalmente para que ele seja ancorado na terceira dimensão. Este é um dos segredos para a sua manifestação. Terminando, eu os encorajo a pensar sobre estes símbolos e a pedir a seus guias para explicar a vocês o que eles significam e a sua conexão com eles. Eu mesma não sei porque alguns destes símbolos estão nesta lista, mas desde que sou apenas a mensageira, eu não tenho que saber tudo. E também eu não estou dizendo que estes são todos os símbolos; vocês provavelmente terão outros. Vamos fazer isto todos juntos e ver o que acontece. O tempo é agora. Jelaila Starr – Conselho de Nibiru
Autor: Jelaila de Nibiru

http://www.shtareer.com.br/materias/me.php?cb=1&ac=313

Dos muitos milênios que marcam o avanço e a queda das terras e seres da Atlântida, enfocaremo-nos principalmente no período do calendário terráqueo que vai de 27000 até 10800 A.C., ao que nos referiremos ao longo destes ensinamentos como o «terceiro ciclo» da Atlântida.

A grande época da civilização atlante termina aí, nos últimos anos da Última Geração, quando o lado escuro ‘dirigiu o pêndulo’, e o uso irresponsável do poder por parte da Classe Sacerdotal  (os governantes)  fez que grandes coletividades humanas em todo o globo fossem sacrificadas.

A Atlântida desapareceu no fundo do mar para descansar eternamente no isolamento e no esquecimento, enquanto que outras zonas da Terra foram alagadas por inundações, que amainaram tempos depois, quando as pesadas nuvens se dissiparam e a calidez de Ra, seu sol, pôde voltar a sentir-se sobre a superfície. O que restou do grande continente e de sua gente foram histórias mitológicas e lembranças remotas, transmitidas de geração em geração a seus descendentes.

O monumental cataclismo que conhecem como a «Grande Inundação» foi o processo celeste escolhido para limpar as energias venenosas e as freqüências alteradas que emanavam das torres de controles atlantes (NT: HAARP atual?) e das redes energéticas subterrâneas nas horas finais. Foi a reação de Gaia às vibrações discordantes que irradiaram destes centros – no alto das camadas externas da ionosfera, que se espalhavam sobre as linhas telúricas de seu planeta e também o quão profundo alteravam a harmonia de toda vida em cada ponto do globo e se espalhando também para o espaço exterior.

Tais vibrações tiveram que ser erradicadas do campo áurico da Terra e sanadas desde sua raiz.

Isto provocou a destruição dos culpados, mas também dos «inocentes», porque, de maneiras que não ficam claras para aqueles de vós que ainda não entendem o processo kármico, eles contribuíram para a colossal reação das energias elementais que formam o corpo multidimensional de Gaia. Recordem… todos os pensamentos e ações afetam todas as realidades. Desde os ativos quanto os passivos, desde os onipotentes até as ‘vitimas’, todos os seres conscientes participam ativamente na criação e desenvolvimento do carma.

Nós também contribuímos com a dívida kármica da Atlântida, e, portanto estamos interessados em sua resolução. Devem recordar este fato ao explorar a história da Atlântida através de nossas freqüências mentais e das palavras aqui reproduzidas para vós, através do canal, Trydjya.

Como unidades de consciência, confrontamos aspectos da dualidade com distintos tons e intensidades a fim de experimentar livremente ao condutor evolutivo da existência: a capacidade de escolha. Não podemos experimentar a escolha sem polaridade. Esta, queridos, é a razão pela qual existe o lado escuro. Está aí para nos dar a liberdade de escolher e para que possamos assumir a responsabilidade por nossas escolhas. Esta simples verdade fortalece-nos tanto quanto às unidades conscientes do Tudo-O-Que-É, que questiona a própria existência do «mal». Podem entender isso?

Vós, indivíduos dotados de livre-arbítrio, podem derivar poder da existência da escuridão escolhendo a Luz, o bem de todos, ou podem deixar que seu poder lhes seja arrebatado pela escuridão, lhes entregando à sombra…, obedecendo, temendo e exaltando o ego(o eu pessoal/personalidade separado). Quando integrarem este aspecto de sua existência, entenderão a natureza do conflito existente em suas vidas, e como podem resolvê-lo, vendo todos os seres como Um com vós.

Na destruição da Atlântida estiveram implicadas forças extraterrestres, e agora elas também confrontam o pagamento kármico de suas ações. Entretanto, em muitos sentidos, ainda seguem em um estado de negação deste fato. Aqui nos estamos referindo especificamente aos guerreiros Annunaki de Nibiru, regentes de uma civilização subterrânea tecnologicamente avançada que existe em um planeta tridimensional que entra e sai de seu sistema solar a cada três mil e seiscentos anos.

Este planeta excêntrico, Nibiru, segue uma rota cíclica bastante pouco natural até os limites externos de Sírius e depois volta atravessando o escuro inverno galáctico até entrar novamente na órbita de seu sol. Atravessa o corpo de Ra (o sistema solar) durante um período aproximado de trinta anos e depois volta a sair rumo ao desconhecido…: uma fria viagem através do espaço profundo.

Para entender as ações e maldades dos Annunaki devem antes, considerar o seu isolamento, porque eles são, em certo sentido, os «sem teto» da galáxia, e passam a maior parte de suas vidas longe da Luz e da calidez da Deidade Solar, habitando as cidades subterrâneas e as instalações militares do ser interno de Nibiru. Sua sobrevivência depende de sua capacidade de procurar e armazenar recursos que lhes garantam a vida, que vão reunindo ao longo de seu trajeto pelos distintos sistemas solares para poder sobreviver à longa e escura viagem de sua nave solitária no universo material.

Estão em uma busca constante de energia, que obtêm fundamentalmente de minérios e minerais, e esta é uma das razões fundamentais que os levaram a extrair os tesouros do interior da Terra, que eles necessitam. Também conseguem energia de seus corpos emocionais, mentais e do ‘baixo astral’, porque ali existe uma fonte infinita de energia que alimenta os seus chakras inferiores, mitigando sua fome insaciável de mais poder e controle sobre sua própria existência. Uma vez compreendido seu plano para administrar seus mais preciosos recursos, reconhecerão o paradoxo contido em sua destruição irracional da fonte que os alimenta… e a conseqüência kármica deste fato. Entenderão como eles se enredaram na mesma rede que lançaram ao redor do planeta Terra pela primeira vez.

Como moscas apanhadas em uma complexa teia-de-aranha, os primeiros Homo Sapiens se viram capturados na rede, dominados pelas freqüências eletromagnéticas dissonantes que os mestres-engenheiros Annunaki teceram apertadamente ao redor do corpo emocional de Gaia, de tal modo que a Deusa já não pudesse respirar na luz do Criador Primitivo. Foi um momento de escuridão na Terra, um momento que estava em violenta oposição com o trabalho dos Anciãos que lhes tinham semeado, e agora sabemos que nós ajudamos a criá-lo, violando a soberania da Terra. Reconhecemos nossa parte e responsabilidade na luta entre as forças da luz e a escuridão na época de seus inícios, que estabeleceu a dinâmica de seu futuro…, seu «agora». É por isso que viemos ajudá-los.

Muitos dos dons e capacidades que constituíam seu direito de nascimento como a super-raça originária das estrelas, lhes foram arrebatados e substituídos por mecanismos que atam e reprimem os pensamentos e emoções humanos, mantendo-os encerrados na terceira dimensão. Ao mesmo tempo, eles misturaram as freqüências de luz que conseguiam entrar no planeta para que vocês esquecessem que são os abençoados filhos das estrelas.

Até certo ponto foram eficazes. A nova raça do Homo Sapiens seguiu olhando as estrelas em busca de inspiração, mas seu acesso a elas lhes foi negado tal como determinaram os Annunaki. A raça humana permaneceria isolada e ligada à Terra todo o tempo que eles pudessem contê-la em suas redes.

Ao começarem este estudo da agressão Annunaki e sua eficaz manipulação da Terra, pedimos que recordem que a causa de sua conduta persistentemente auto centrada, que os impulsiona a tomar o que querem de vós, reside no fato deles se encontrarem isolados no espaço. Eles estão ali fora, na noite sem sol, enquanto Nibiru transita ciclicamente de um sistema solar a outro, sendo observadores distantes de mundos nos quais podem misturar-se, mas aos que, em realidade, não podem pertencer. Em um ponto do contínuo espaço-tempo, tão distante de sua realidade que resulta indefinível para vós, produziu-se um grande intercâmbio cósmico em nosso sistema solar trino, composto por três ‘deidades solares’: Sothis, Satais e Anu (identificadas respectivamente por seus astrônomos como Sirius A, Sirius B e Sirius C).

Na época do cataclismo em nosso complexo corpo estelar, a ‘deidade Satais’ ascensionou, atravessando suas próprias camadas astrais para entrar em planos dimensionais mais elevados (um pouco muito similar ao que seu próprio sol, Ra, fará logo). O que ficou atrás, no mundo da matéria era, em termos estelares, uma minúscula estrela anã de matéria superdensa que foi atraída finalmente a uma órbita elíptica ao redor de a estrela-irmã dominante, Sothis, como também foi o primo distante, Anu. Ambos continuam criando alterações e interferências gravitacionais no corpo solar da grande estrela azul-branca Sothis (a Estrela Cão), que, como os astrônomos detectaram flutua e treme a causa do intercâmbio vibratório com suas irmãs maiores.

O colapso (ascensão) de Satais (Sírius B) – sua ascensão mais à frente do espaço material – causou uma monumental reação em cadeia ao longo de tudo o sistema de Sirius, estendendo-se pela constelação de estrelas que conhecem como Cão Maior e, indiretamente, seu sistema solar se viu envolvido na dinâmica de nossa evolução.

Por razões que são muito complexas de descrever, dada sua consciência da dinâmica celestial, Nibiru, o planeta mais remoto da órbita de Anu, saiu de sua órbita rotatória durante o processo, começando a navegar pelo espaço até que finalmente se viu apanhado pelo ‘puxão gravitacional’ de sua estrela, Ra (o nosso Sol). Foi atraído ao seu sistema solar e depois saiu ricocheteando de volta para o espaço.

Outros corpos planetários que orbitavam em torno de Anu mantiveram suas órbitas, sobrevivendo à quebra de onda, enquanto que os planetas que orbitavam em torno de Satais (Sírius B) foram atraídos para o vórtice e absorvidos através dos feixes astrais, subindo com a Deidade para planos dimensionais superiores.

Esta colossal teoria do «bumerangue» e a idéia conseqüente de um planeta sem sol sobrevivendo no espaço pode lhes parecer totalmente descabelada tendo em conta seu atual entendimento da astrofísica, mas pedimos para que lembrem que vocês continuam observando o universo de uma perspectiva tridimensional; isto faz com que tudo tenha que encaixar com suas idéias fixas de como «funcionam» as coisas em sua realidade «terrestre».

Os movimentos de outros corpos celestes são tremendamente diferentes do que acredita-se nos observatórios do planeta Terra. Sua perspectiva é bastante míope, posto que ainda acreditam que seu mundo é o centro do universo, tal como seus antepassados acreditavam que a Terra era plana e que se podia chegar na sua beirada e cair ao vazio.

Graças ao descobrimento da física quântica, sua comunidade científica está redefinindo a compreensão humana da mecânica celeste e do espaço interno dos reinos subatômicos…, e as contradições das «leis» conhecidas da ciência atual muito provavelmente provocarão os descobrimentos científicos do amanhã.

Os cientistas mais adiantados do ‘poder’ já abriram caminho. De modo que alarguem um pouco suas mentes e sejam mais ousados. Deslizem pela zona das «possibilidades», onde seus conhecimentos, educação e convicções não rejeitem automaticamente novas perspectivas que operam no cosmos, tais como as que aqui declaramos, pois as conhecemos.

A dinâmica celeste de Sirius, combinada com os alinhamentos dos corpos celestes-chaves de sua galáxia e a entrada de Nibiru em seu sistema solar, foi em grande medida responsável pelos cataclismos ocorridos na Terra e em outros pontos de seu sistema solar, e atualmente seguem sendo catalisadores de mudanças dentro de sua grande família solar.

Devido ao trânsito contínuo do fugitivo Nibiru entre nós, estabelecemos ressonância com sua Deidade Solar e nos vinculamos com as forças de Ra (nosso sol) de modos que são significativos para nossa evolução mútua.

Recordamos-lhes que, de todos os corpos planetários do sistema solar de Ra, a Terra era o mais fascinante… especialmente para os Sirianos, cujos lares planetários exibem propriedades geofísicas muito similares às suas.

O planeta azul-verde era o último éden, rico em minerais e biodiversidade, e os Nibiruanos se sentiram atraídos para vós enquanto atravessavam seu sistema solar. Logo se deram conta de que a Terra podia provê-los de seus abundantes recursos que já não podiam encontrar na superfície inabitável de seu planeta. Evidentemente, fizeram seus planos para a Terra, acreditando que tinham encontrado um Novo Mundo para as futuras gerações de Nibiruanos, do mesmo modo que vós começastes a pensar em Marte para as suas.

Muitas outras civilizações extraterrestres se sentiram atraídas por Gaia.

Ao ser o chakra da comunicação de sua Deidade Solar, ela atraiu a inteligência do universo esperando engendrar uma raça superior de seres de luz conscientes. Tenham em mente que nossos Anciãos intervieram de maneira fundamental no Grande Experimento que produziu a aparição do HomoSapiens na Terra… mas saibam que nossa conexão com vós começou muito antes no tempo, quando nossa Deidade,

Satais atravessou sua faixa astral para experimentar a ascensão.

Nibiru, expulso de sua órbita e atraído para o campo magnético de Ra, finalmente se converteu em um mensageiro galáctico entre nossas duas Deidades Solares. Estas foram as verdadeiras origens do intercâmbio aberto entre nós e eles.

Portanto, em nossa exposição sobre os Nibiruanos devem recordar que, embora interferiram na Grande Obra dos Anciãos, fortaleceram nossa conexão convosco nos planos materiais, e os agradecemos por servir a este propósito.

Exilados de nosso sistema estelar, depositaram códigos Sirianos em muitas civilizações e antigos mundos, alguns dos quais ficaram registrados com a máxima clareza nos templos egípcios.

Observamos hoje que muitos vão em grande número  explorar a terra dos faraós e experimentamos seus cambiantes corpos emocionais conectando-nos convosco nesses lugares. Isto é o que queríamos, pois as grandes obras dessa antiga civilização contêm os dados de sua verdadeira história, do mesmo modo que contêm a história de seu futuro.

Ali se encontram códigos Sirianos hexadimensionais (seis dimensões), canais Pleiadianos pentadimensionais, e registros de freqüências Nibiruanos. Embora haja muitos outros pontos de convergência sobre seu planeta e dentro dele, o Egito continua sendo a biblioteca multidimensional mais elaborada a que atualmente se pode ter acesso nos campos tridimensionais da memória terrestre.

Seus guias e videntes estão começando a decifrar as mensagens que os ajudarão nesta etapa de sua busca do Conhecimento.

Os registros de Sirius procedem do não-tempo, posto que nós existimos além das limitações do tempo linear, de modo que o «futuro» está escrito do mesmo modo que o está o seu “passado”. Vossa compreensão do não-tempo será essencial para decifrar os códigos. Produziram-se alguns progressos; em muitas das representações hieroglíficas dos deuses e deusas egípcios reconhecestes o funcionamento celestial do universo. A história, o cosmos da alma universal, está oculta nas vestimentas dos ‘neter’ (deidades egípcias); durante séculos decifrastes que as deidades retratadas nas tumbas e templos são em realidade representações de seres celestes e acontecimentos tal como eram entendidos naquele tempo.

Os Nibiruanos tiveram um papel determinante, contribuindo com essa civilização com o conhecimento tecnológico necessário para construir os grandes monumentos e construções extraterrestres —prova de sua passagem entre vós—, enquanto que nós entramos nessa realidade através de outros níveis. Eles também criaram ali estruturas de controle, geraram freqüências eletromagnéticas vibratórias inferiores e impuseram sistemas de crenças, enquanto que as energias de Sirius e das Plêiades tratavam de expandir e acelerar a consciência egípcia.

Nunca antes, nem sequer na Atlântida, produziu-se uma impressão semelhante no psiquismo coletivo humano.

À medida que sentem e interiorizam os códigos vibratórios nos templos egípcios, que cobrem uma ampla variedade de emoções e cambiantes estados de consciência, recordem que nem tudo é luz nos campos faraônicos.

Os antigos dispositivos de controle Nibiruanos continuam operando ali, e devem prestar atenção para que eles não os desequilibrem.

Eles eram os mestres das freqüências de controle e deixaram suas marcas nessas terras sabendo, como nós, que elas lhes abririam caminho até as salas de dados. Os dispositivos mais fortes se acham no templo de Kom Ombo, junto ao Nilo; não obstante, têm muito a ganhar entrando nesses campos e elevando sua vibração para receber o conhecimento ali codificado. Existem muitas camadas, muitos níveis para atravessar e processar em seu percurso, e quererão sintonizar com os níveis superiores.

Os Annunaki seguem operando nesses reinos mediante as tecnologias de pulsação eletromagnética, de impressão etérica e de imagens holográficas. Portanto, assegurem-se de levar o amor incondicional do Espírito a esses locais, e recordem que suas vibrações permanecem nos éteres. Além disso, considerem que as freqüências que experimentam deixam sua estampagem em seus campos áuricos.

A partir de agora, cada vez lhes vai ser mais necessário envolver-se na luz e criar escudos protetores a seu redor quando lhes aproximarem de qualquer lugar sagrado, vórtice energético ou estado alterado de consciência.

O que é significativo em nossa exposição sobre os Annunaki é que a volta cíclica de seu planeta a seu sistema coincide com períodos de grande instabilidade e mudanças monumentais na Terra.

As visitas dos Annunaki marcaram os seguintes momentos-chave da história de seu sistema solar:

— Há 450 000 os Nibiruanos visitaram a Terra pela primeira vez, voltando após a intervalos regulares, aproximadamente a cada 3600 anos.

— 97 200 AC.: os Annunaki intervêm no Grande Experimento – a semeadura do Homo Sapiens.

— 32 400 AC.: a entrada de Nibiru em seu sistema solar coincide com outros acontecimentos celestes que provocam a mudança do eixo da Terra iniciando assim a sua Era Glacial mais recente.

— 28 800 AC.: termina o segundo ciclo da Atlântida com a glaciação do continente.

— 25 200 AC.: os Annunaki estabelecem bases militares em Marte.

— 21 600 AC.: os Annunaki criam estações de trânsito na Lua.

— 18 000 AC.: os primeiros assentamentos Annunaki na Terra situados na África estabelecem colônias para extrair minerais e metais preciosos.

— 14 400 AC.: os Annunaki aterrissam na Atlântida, o que coincide com o princípio da oposição na classe sacerdotal (governantes).

— 10 800 AC.: a Atlântida desaparece sob o mar.

— 7200 AC.: os Annunaki aparecem na Mesopotâmia, intervindo na civilização suméria.

— 3600 AC.: os Annunaki intervêm no Egito, uma civilização estabelecida mediante a intervenção direta de Emissários de Luz de Sirius e das Plêiades.

- TEMPO ZERO: o tempo do aparecimento do Cristo.

Calculando os ciclos de 3600 anos, está claro que a volta do planeta solitário a seu sistema solar não está programada para coincidir com a data do calendário maia de 21 de dezembro de 2012 dC. Isso é particularmente significativo para o desdobramento de acontecimentos cósmicos que ocorrerão nesse ponto projetado do contínuo espaço-tempo, e devastador para os Nibiruanos.

Tal como ocorreu antes com o colapso (ascensão) de Satais, todos os corpos celestes que estejam na órbita da estrela ascendente serão arrastados através do buraco negro para uma dimensão superior. Nibiru, não obstante, estará lá fora, no inverno galáctico, em algum ponto remoto no meio do caminho entre o sistema estelar de Sirius e o seu – nem o suficientemente perto para ser atraído por vós nem  bastante próximo a Sirius para orbitar em nosso sistema.

Eles estão com medo, estão preocupados e procuram desesperadamente uma solução.

Os Annunaki são muito conscientes do que sua tecnologia gerou sobre a Terra, porque não esqueceram o afundamento da Atlântida e o desaparecimento de grande quantidade de vidas humanas e de outros seres vivos que aconteceu em muitos pontos do globo. Tampouco esqueceram que devastaram a atmosfera marciana, e que seu saque do planeta produziu a destruição de seu campo áurico… tal como estão destruindo seu ozônio e as camadas mais altas de sua atmosfera.

Eles foram os construtores da antiga cidade descoberta pelo perito Richard Hoagland ao revelar algumas fotos de Marte tomadas pela NASA. Para muitos de vós, estas surpreendentes imagens são a prova irrefutável de que existe vida inteligente além de suas fronteiras. Apesar da Agência Espacial insistir em que o «rosto»  na superfície marciana não é mais que uma ilusão óptica, a Esfinge Nibiruana está ali, tão real e imponente como a grande leoa de Gizé, e igualmente misteriosa.

Por desgraça, seu saque dos recursos de Marte e sua desatenção ao seu meio ambiente produziu uma destruição quase total dos campos energéticos que sustentavam a vida na superfície do planeta. E, com certeza, não aprenderam nada.

Sob o governo Annunaki imposto, a Terra também está a ponto de perder sua atmosfera, tal como o estão comprovando com os buracos na camada de ozônio e a drástica alteração da ionosfera. Nas calotas polares estão observando o desprendimento de blocos de gelo que começaram a navegar pelos por oceanos, e isto, conforme entendem, só podem conduzir a novas inundações e alterações ecológicas.

“Eles” (os atuais representantes e descendentes dos Annunaki) lhes dizem que não há provas de que se esteja produzindo um aquecimento global. Nós lhes dizemos que o esgotamento do ozônio – o «sistema de apoio para a vida na Terra» – está ocorrendo com muito mais rapidez do que conseguem perceber, e que não se está procurando por soluções efetivas para remediar a crise.

O que é pior, as últimas tecnologias que envolvem o aquecimento deliberado da ionosfera, junto com a proliferação de satélites impulsionados por energia nuclear orbitando ao redor do planeta, estão acelerando o processo de desintegração atmosférica.

Vocês já perguntaram por que os líderes de seu mundo se negam a abordar os problemas do meio-ambiente com seriedade, considerando o desastre iminente que espera ao planeta Terra?

Procurem nesta explicação a resposta do por que se frustram suas petições de resolução ecológica aos governos que lhes regem: isso não interessa aos senhores Annunaki.

Sua intenção é tomar tudo o que possam de vós e preparar sua própria salvação diante o que está a ponto de ocorrer no Sol, cujo impacto se estenderá por toda a galáxia. Reduzir a voracidade do saque de seus recursos vitais em nome do meio ambiente e a vida de Gaia simplesmente não faz parte de os planos dos Annunaki.. Nunca fez.

Por desgraça, sua consciência egoísta, seus sentimentos de isolamento e a fria escuridão de suas intermináveis rondas espaciais só lhes permite cuidar de seus interesses e cuidar de seus próprios problemas.

(Um outro pequeno resumo).Há mais de 450 000 anos, em seu curso através de seu sistema solar, Nibiru passou muito perto da Terra. Da sua visão galáctica, os Annunaki observaram o planeta azul-verde e, de maneira não muito diferente de Colombo, seu heróico explorador, decidiram que eles também tinham «descoberto» um Novo Mundo. Decidiram reclamar a Terra para eles e considerá-la sua propriedade. Quando Nibiru se aproximou o suficiente para realizar uma sondagem em grande escala do planeta, os Annunaki entraram em suas «grandes naves» e se aproximaram para olhar mais de perto, surpreendendo-se ao encontrar um planeta remoto e subdesenvolvido, cheio de espécies vegetais e animais, mas sem sinais visíveis de uma civilização inteligente.

Isto, para seres de um sistema estelar muito mais antigo como Sirius, foi um descobrimento revolucionário. Sabendo que o universo transborda de vida inteligente, para eles era novidade que um planeta com tantos e tão ricos recursos ainda não estivesse habitado por uma espécie inteligente, superior aos  animais encontrados durante suas primeiras missões exploratórias.

Deixaram o planeta Terra entregue a seu processo evolutivo natural com a esperança de ver grandes saltos em seu progresso cada vez que voltassem para seu sistema solar, porque sabiam que algum dia necessitariam de ‘formas de vida’ inteligentes que produzissem energia para eles. Para os Annunaki, a Terra era agora sua propriedade privada, e tinham intenção de explorá-la fiscalizando seu progresso de vez em quando, processo que era facilitado por seu novo curso pelo universo tridimensional.

Com cada entrada cíclica no corpo de Ra (seu sistema solar), os Nibiruanos descobriram mais coisas sobre os planetas que acompanhavam a Terra em sua órbita

ao redor do Sol. Como no caso de Marte, investigaram e colonizaram outros corpos celestes do sistema solar, mas vocês foram sempre o alvo de seu interesse, porque a Terra era o planeta mais apetecível. Observaram Gaia, e estudaram a flora e a fauna de suas vastas terras virgens. Como cientistas curiosos, intervieram ocasionalmente no processo da Terra com tecnologias que pertenciam a seu futuro, alterando o progresso geral das formas de vida que abundavam nessa etapa, para que elas se encaixassem com suas necessidades futuras.

Em um momento muito posterior, num de seus numerosos retornos aos longínquos limites de nosso corpo estelar, ouviram falar do Grande Experimento que se estava planejando para Gaia e se zangaram.

Acreditaram que estávamos ‘invadindo’ seus domínios, porque eles tinham suas próprias idéias respeito de como intervir geneticamente em seu planeta. Planejavam mesclar sua própria semente com a do primitivo Homo Erectus para criar uma força bruta inteligente capaz de trabalhar nas minas da Terra para eles.

Seus primeiros experimentos tinham sido promissores. Quando suas sentinelas tiveram notícias de que o novo Homo Sapiens, a super-raça de seres de luz, tinha sido semeado com êxito, decidiram que a única maneira que tinham de reter o controle de sua ‘propriedade’ era sabotar a nova raça humana, para que nós retirássemos nossa atenção do planeta Terra para sempre.

É possível que lhes surpreenda ouvir que as primeiras abduções por parte de extraterrestres ocorreram há cem mil anos, quando as equipes de Annunaki descenderam sobre a Terra e ‘retalharam’ seu DNA, desativando dez das doze fitas que faziam parte de sua constituição original: seu código de luz. Eles lhes despojaram de seu imenso potencial, deixando-lhes apenas o necessário para sua sobrevivência como raça, e para serem os futuros ‘súditos’ (trabalhadores escravos) do governo Annunaki.

Suas intenções para com o seu planeta não permitiram que uma super-raça de seres multidimensionais alterasse seus planos de uma eventual conquista do planeta.

Obviamente, eles sabiam que quem lhes tinha dado a luz estavam, em certo sentido, atendendo sua incubação no quente ninho da luz de Gaia.

Naqueles pacíficos dias do aparecimento do Homo sapiens, os Seres de Luz do universo estavam enfocados em vós, celebrando seu futuro como os novos guardiões do sistema solar onde residem, porque seu destino era alcançar a grandeza tanto dentro de seu reino, como além de seus limites.

Eles, os Annunaki, sabiam que reagiríamos ao seu ato invasivo – a sabotagem do Grande Experimento -, por isso resolveram agir rapidamente.

Quando os biomanipuladores genéticos completaram sua missão, seus engenheiros lançaram uma ‘rede’ ao redor do planeta, um imenso campo de força que criou ondas de freqüência tão dissonantes que, de fato, fomos incapazes de conseguir ressonar com vós. Embora com o tempo pudéssemos ajustar nossa freqüência para atravessar seu campo debilitado e chegar até  vós, a trama continua rodeando seu mundo e ainda continua lhes infestando. Isso causou uma grande alteração na Terra, em muitos dos seus níveis… particularmente nos próprios vórtices eletromagnéticos de Gaia.

Por sorte, como compreenderão em lições futuras, a aceleração produzida pela ascensão de sua Deidade Solar causa tal alteração nesta rede de freqüência que finalmente ela está a ponto de romper-se, liberando a todos os seres terráqueos de sua sujeição aos Annunaki. Isto é necessário e parte natural de sua evolução neste momento de transmutação e lhes fará sair da terceira dimensão.

Cabe perguntar-se, por que os Annunaki cometeram esse ato tão violento contra as terras virgens e os seres da Terra?

Simplesmente estavam ressentidos com vocês… e isto não mudou, apesar de todas suas maquinações ao contrário. Para os Annunaki de Nibiru vocês são «os filhos favoritos» do universo – a raça especial -, aqueles a quem foi dado tudo, enquanto que eles, os esquecidos, têm que tomar o que podem para sobreviver. Vós conhecestes o Jardim do Éden e o brilho do Sol, e embora eles sejam, em muitos sentidos, responsáveis por suas atitudes destrutivas na gestão dos recursos terráqueos, não podem lhes perdoar sua indiferença ante tanta abundância.

Este é o paradoxo. Eles acreditam que podem tomar o que quiserem de vocês. E assim, evidentemente, o fizeram durante milênios, sem que a maior parte de seu mundo sequer percebesse.

Enquanto os senhores Annunaki de Nibiru confrontam seu destino, seus descendentes – a elite de poder da Terra – (os governantes das grandes potências) está planejando febrilmente sua própria salvação. Atualmente preparam a Lua para uma invasão em grande escala porque, segundo seus informantes (os técnicos ‘greys’), toda forma de vida logo desaparecerá da face da Terra quando esta atravesse o ‘túnel do renascimento’ de Ra (o cinturão de fótons – NT). Eles acreditam que a Lua, ainda relativamente pouco alterada e livre das freqüências caóticas da Terra, será um investimento mais seguro para seu trânsito.

Sabendo o que eles e seus descendentes/representantes (a elite do poder atual) estão criando dentro dos corpos mentais, emocionais e físicos da raça humana, e conscientes do que têm feito a Gaia, dão por definitivo que nada sobre a superfície de a Terra sobreviverá à mudança.

Para os de intenção escura poderia parecer que vai ser assim, porque se enfocam no que não vai bem para vocês e seu mundo. Acostumados à escuridão, sentem-se

atraídos por seu lôbrego reflexo; em realidade o que vêem é um espelho do que criaram anteriormente para si mesmos… quando Sirius B ascendeu e eles foram enviados a dar voltas na escuridão da noite galáctica.

Queremos esclarecer que, quando nos referimos aos Annunaki, estamos falando das forças escuras de Nibiru – os guerreiros de Anu – mas queremos que tenham em conta que ali estão operando tanto as forças escuras como as luminosas. Existem muitas freqüências vibratórias, muitos níveis de consciência diferentes sobre esse planeta.

Não estamos tentando montar uma campanha contra os Nibiruanos porque entendemos as razões de sua inveja e de sua ira, e lhes temos simpatia.

Sentimos compaixão pelos que escolheram permanecer nas sombras escuras.

As decisões que tomaram livremente como raça os ataram a um padrão kármico cuja evolução espiritual é incrivelmente lenta. Mas, como lhes havemos dito, todos os seres conscientes levam consigo a faísca do Criador Primeiro. Em Nibiru também há mães e cuidadores, que temem e tremem nas horas escuras de sua viagem, e eles, do mesmo modo, também fazem parte do Tudo-O-Que-É: não são menos que vós, nem menos que nós.

Se querem sair de seu sofrimento, não devem esquecer nunca que todos somos expressões do Divino: faíscas do Criador. Nunca devem fechar seu centro cardíaco, esquecendo de perdoar ao outro, porque cada um tem seus próprios planos para obter o crescimento e o despertar; cada um apresenta um ritmo e uma expressão. O caminho dos Annunaki e seus seguidores não é o caminho da luz, mas lhes recordamos que, agora mais que nunca, se necessita o brilho de seu amor e compaixão por todos os seres querem elevar as freqüências de seu mundo.

Todas suas Nêmeses—os fantasmas e os escuros— estão em algum ponto do caminho que os conduz de volta ao Lar. É transcendental que reconheçam esta verdade espiritual agora que estão descobrindo as verdadeiras intenções da elite governante e o que eles lhes fizeram no passado.

É importante que entendam o que não deu certo na Atlântida, (vocês estão repetindo a história…) e agora é essencial que se preparem para recuperar seu poder e se liberarem.

Não há lugar para o medo. Não há lugar para a fúria. Estas emoções escuras só lhes põem em ressonância com as vibrações Annunaki mais baixas. Podem ver como vocês os atraem para vós?

Reconhecendo suas pautas emocionais, poderão entender como eles se movem em seus corpos emocionais e mentais, e como drenam suas energias.

Serão capazes de ver como conseguiram aprisionar a Terra durante tantos milhares de anos.

Agora os controles estão se debilitando, a trama original se desintegra rapidamente, e, em seu pânico, eles estão olhando para a Lua em busca de soluções imediatas, e mais à frente, para Marte, como lugar «permanente».

Naturalmente, vocês nunca tiveram um momento melhor para se livrarem de seu controle. Como sua atenção se desvia da Terra, vós, os trabalhadores da luz de Gaia, são mais livres para concentrarem suas forças e em elevar a freqüência até um nível no qual eles já não possam lhes alcançar e, ao fazê-lo, a luz da totalidade da Gaia brilhará com mais intensidade.

Terão que «desligar» alguns dos mecanismos de controle e baixar a intensidade de outros se querem ter êxito neste esforço em grande escala. Devem se liberar de suas redes, ao mesmo tempo em que empurram as ‘massas’ para cima, tirando-as das águas profundas.

Não será suficiente sustentar a sabedoria e abrir o caminho de sua própria edificação, desapegando-se… como eremitas em cavernas. A era do seu isolamento terminou. Agora se necessita todo o coração e todo o vigor da humanidade. Este é um tempo para a união.

A bem da justiça devemos reconhecer que as intenções dos Nibiruanos não foram unicamente escuras e controladoras. Eles participaram de muitas maneiras na evolução de sua raça, trazendo-lhes antigos conhecimentos impensáveis da galáxia, avanços tecnológicos que estavam anos luz a frente do seu tempo, e uma consciência «assombrosamente» afiada dos recursos minerais que tinham à sua disposição. Contribuíram com seu mundo moderno com muitas tecnologias que, em certo sentido, serviram para o melhoramento de seu planeta. E, como dissemos antes, aproximou-nos de vocês, posto que serviram como mensageiros cósmicos entre Sirius e Ra(os dois Sóis)  durante centenas de milhares de anos terráqueos.

Não obstante, as «contribuições» Annunaki foram ‘condicionadas’. Hão sido repartidas com a raça humana porque isso fazia parte da sua ‘receita’ para conseguir o domínio global. Agora podem entender como enganaram aos antigos.

Poderiam ter esperado tal conduta dos «deuses»?

Naqueles dias inocentes da Atlântida idílica, poderiam ter imaginado os sacerdotes quanto estavam dando de presente? Poderiam ter sabido que a força escura devastaria o espírito humano, enviando seu mundo para um cataclismo de semelhante magnitude?

E sobre o futuro da Atlântida, poderiam ter previsto as conseqüências kármicas de sua subordinação aos senhores Annunaki: a desordem social, o conflito mental e emocional, a enfermidade e a alteração do mundo do futuro? Considerando sua consciência altamente desenvolvida, não poderiam ter impedido que os enganasse e os explorasse?

No momento da intervenção direta dos Annunaki no terceiro ciclo da Atlântida (em torno de 14 400 AC), alguns dos sacerdotes, satisfeitos com o estilo de vida elitista que tinham ganhado como líderes espirituais da Terra, começaram sentir necessidade de ter novos estímulos emocionais e mentais. Tinham herdado muito conhecimento das primeiras civilizações e da sabedoria inata das antigas sacerdotisas. Muitos eram descendentes dos «Guardiães dos Cristais». Todos os iniciados aprendiam os ensinamentos dos Anciãos e mantinham atualizadas as suas compreensões multidimensionais das propriedades dos cristais e minerais – a base de sua tecnologia moderna atual – o que os levou a alcançar e ultrapassar níveis de desenvolvimento muito similares aos que vocês estão tendo só agora.

Na metade do terceiro ciclo, tinham desenvolvido seu conhecimento a tal ponto que eram capazes de iluminar todo o continente com geradores alimentados por cristais. Tinham criado veículos que se deslocavam pelo mar e pelo ar, trabalhavam com a energia solar e estavam dedicando seus esforços para canalizar a força da mente

coletiva para fazer funcionar boa parte de sua tecnologia. Aqueciam seus lares com energia solar e processavam seu lixo em centros de reciclagem para que nada alterasse o meio ambiente de suas idílicas terras.

Eles, os Supremos Sacerdotes de Atlan, no inicio utilizaram seu conhecimento para o bem do povo, conservando esse respeito ancestral pelo hábitat em que viviam e prosperavam.

Então, o que é que deu errado?

Compreendam que nessa fase de seu desenvolvimento social em que a humanidade desenvolve suas capacidades e dá o grande salto antropológico destinado a «conquistar» os elementos, as energias que operam são predominantemente de vibração yang…; é um tempo de avançar.

Isto ativa de maneira especial a parte masculina da espécie porque, por assim dizê-lo, faz com que flua a testosterona. Uma vez que os líderes de uma civilização alcançam o ponto mais alto, quando já não resta mais nada que conquistar, além de conquistarem-se uns aos outros, observa-se o declínio da civilização, que destroçará suas criações e se destruirá a si mesma para poder renascer e reconstruir-se novamente.

Este é o caminho que segue a vida não só sobre a Terra, mas também em muitos lugares do espaço ‘material’. Nas ultimas horas de seu desaparecimento nas águas do mar e de sua aniquilação auto imposta, a civilização da Atlântida retorna uma vez mais às energias nutritivas e curativas da vibração yin, e o ciclo volta a começar.

A civilização de Nibiru é a exceção deste paradigma porque, em sua luta desesperada para sobreviver, ainda não alcançou seu ponto áureo. Os Nibiruanos estão tão obcecados em manter sua superioridade racial dentro de qualquer dos dois sistemas solares, (o da Terra e o de Sirius) que, para eles, o pêndulo ainda tem que seguir oscilando. A própria natureza do planeta em que vivem é a força impulsora e agressiva, porque não possui sol onde refletir-se…, só vislumbre de luz, e, portanto essa sua agressividade tornou-se a força predominante em toda a raça. Isto pode ajudar vocês a entender por que o instinto de sobrevivência os leva a lhes dominar.

Os ‘senhores Annunaki’ hiperativaram os ‘chakras de poder’ e a consciência egóica (personalidade) dos sacerdotes, estimulando e alimentando sua inquietação até que uma freqüência dissonante logo começou a criar desarmonia dentro da classe sacerdotal governante. Enquanto os Seres de Luz observavam a chegada dos Annunaki com cautela, alguns membros da classe sacerdotal estavam sendo treinados secretamente em novas tecnologias que foram apresentadas inicialmente como «presentes» para a humanidade. Entretanto, o que em realidade se estava oferecendo aos sacerdotes corrompidos já eram os ‘sinais distintivos’ da Nova Ordem Mundial (que hoje tenta lançar definitivamente suas bases na Terra 3D).

Eles, os sacerdotes desta ‘Nova Ordem’, prepararam o caminho para a instauração do sacerdócio (governo) escuro atual.

Incitados pelos Annunaki, os sacerdotes decidiram dominar seus antigos irmãos e a todos os povos que habitavam seus  domínios, chegando a acreditar que deviam estender sua influência além dos mares. (encontram semelhança com algum país atual?…)

Em muito pouco tempo ultrapassaram suas fronteiras, sempre tratando de incrementar sua influência e de monopolizar os recursos de outras civilizações. Quanto mais adoravam os ‘deuses’ Annunaki, mais conhecimento lhes era outorgado… conhecimento destinado a ajudá-los a conseguir o domínio total do mundo sob governo

Annunaki.

Isso não parece familiar?…

Tal ambição não deixava lugar para a complacência e o bem-estar emocional característicos da maior parte da população atlante daquele tempo. A criação e educação da nova raça estavam apoiadas por um preceito fundamental: deviam converter-se em governantes onipotentes, e para isso lhes seria ensinado desde o nascimento a querer mais, impulsionando-os assim a tomar mais.

Os preceptores Annunaki lhes ensinavam tecnologias de controle mental que tinham de implantar-se na cultura, formando assim uma civilização treinada durante milênios para controlar o pensamento humano. Para tanto empregaram os geradores de cristal e os espalharam por boa parte do continente. (já repararam como há ‘torres’ para os celulares em quase todo lugar do mundo, atualmente?).

Era, em essência, uma geração que se encontrava amadurecida para ‘dominar’, e os Annunaki estavam famintos de poder, depois de seu longo trânsito pela escura noite galáctica. Fariam uso das energias coletivas para favorecer seus planos e manipular aos ‘sacerdotes’ (hoje, a elite do poder) escuros através de seus centros de poder.

Apropriar-se-iam da raça Humana.

Foram estas energias egoístas predominantes do “sacerdócio escuro” (os governantes) e, como descreveremos em canalizações posteriores, a equipe de alquimistas criada pelos Annunaki os diretamente responsáveis por desatar a fúria de Gaia. (terremotos, erupções vulcânicas, inundações, furações…)

Apesar dos enormes esforços dos trabalhadores da luz atlantes para elevar a vibração, a consciência das massas (o povão, como sempre…) caiu na resignação, no servilismo, no vitimismo e no desespero. A ‘luz’ da classe sacerdotal começou a desvanecer-se, estabelecendo um ponto de inflexão no destino dos atlantes e no das futuras sociedades do planeta Terra.

O perverso abuso dos sacerdotes escuros e sua manipulação irresponsável das freqüências e vibrações alteraram os quatro elementos de seu planeta a tal ponto que os mares se elevaram, as massas de terra se abriram e os vulcões eclodiram, e os céus ficaram enegrecidos pela sombra do pó vulcânico.

Tal como a fria morte de um inverno nuclear, tudo ficou em silencio sobre a face da Terra, um planeta envolvido em nuvens e escuridão. As chuvas eram incessantes, constantes e violentas, porque o equilíbrio natural de Gaia tinha sido destruído pela ‘magia’ pervertida dos governantes escuros, e só a purificação e a renovação total restaurariam o fluxo – a essência de vida – a seu ser.

http://www.comandoestelar.locaweb.com.br/blog/file/capitulo_4_NIBIRU.htm

Arquivo Lacerta 1

(Tradução de Julio Anglada)
Introdução

Eu garanto que o seguinte texto é a absoluta verdade e não é obra de ficção. Essa transcrição é parte de uma entrevista que eu fiz com um ser não humano um reptiliano em dezembro de 1999. Esse ser “fêmea” há alguns meses tem mantido contato com um amigo meu (está determinado no texto pelas iniciais ‘E.F’) desde alguns meses. Deixe-me dizer que em toda minha vida fui um cético sobre assuntos relacionados a Ovnis, aliens e outras coisas esquisitas e eu pensava que E.F somente me contava sonhos ou histórias fictícias sempre que me contava sobre seu primeiro contato com o ser não humano “Lacerta”. Eu continuava cético quando eu me encontrei com este ser em 16 de dezembro do ano passado num pequeno quarto de uma casa distante de um amigo próximo de uma cidade ao sul da Suécia e apesar desse fato eu vejo agora com meus próprios olhos que ela não é humana. Ela me contou e mostrou muitas coisas inaceitáveis durante esse encontro que eu não posso negar a realidade e a verdade de suas palavras nem mais um minuto. Isso não é outro daqueles enganosos documentos UFOs que afirmam dizer a verdade mas de fato contam justamente ficção e eu estou convencido de que nessa transcrição contém uma única verdade e então você deveria ler isto.

Eu tinha conversado com ela por cerca de 3 horas assim a seguinte transcrição mostra a vocês somente partes abreviadas da entrevista porque ela me pediu após a entrevista para não publicar tudo que ela tinha me contado até então. A ordem das perguntas nesta transcrição não estão na mesma ordem em que eu as fiz logo isto pareça ás vezes um pouco confuso para você. Não foi fácil não incluir todas as partes importantes da transcrição que ela tinha me pedido para retirar assim eu peço desculpa pela ordem incomum usada na transcrição. Eu tenho guardado a transcrição inteira da entrevista (49 páginas que contém gravações que eu tenho de toda a entrevista, alguns desenhos do corpo dela e de seu equipamento) mas eu não revelarei isso antes que eu tenha a sua permissão. Eu enviarei esse fascinante documento ainda que em forma resumida para quatro de meus confiáveis amigos da Finlândia, Noruega, Alemanha e da França, e eu espero que muitas pessoas quanto possível sejam capazes de ler e entender a transcrição. Se você receber isto, envie para todos os seus amigos via e-mail ou fazendo cópias das impressões deles.

Eu garanto além disso que a sua espécie possui várias habilidades “paranormais” como telepatia e telecinese (incluindo o movimento e dança de meu lápis na mesa sem tocá-lo e o vôo de uma maça à cerca de 40 centímetros em volta de suas mãos) que me foi mostrado durante ás 3 horas e 6 minutos do encontro e eu estou absolutamente convicto que essas habilidades não foram truques. O seguinte é certamente difícil para entender e acreditar para alguém que não tenha vivenciado isto mas eu estava realmente em contato com a mente dela e agora eu estou completamente convicto que tudo que ela disse durante a entrevista é a absoluta verdade sobre nosso mundo.

Infelizmente se eu ler a transcrição inteira e (muito mais) nesta forma muito resumida, eu terei a forte impressão que tudo que eu escrevi parece inacreditável para ser verdade, como má história de ficção científica da tv ou do cinema, e eu tenho dúvidas que qualquer um acredita em minhas experiências. Mas elas são verdadeiras se você quiser acreditar ou não. Eu não posso esperar de você que você acredite em minhas simples palavras sem provas mas eu não posso dar a você essa prova. Por favor leia a transcrição e pense sobre ela e você talvez veja a verdade nestas palavras.

Haverá um novo encontro entre eu e ela (novamente na mesma casa na Suécia) em 23 de abril 2000 e ela me prometeu que talvez me desse alguma prova de sua existência. Enquanto isso, eu junto perguntas que eu irei perguntar a ela. Talvez ela me dê permissão para revelar mais sobre as partes excluídas da transcrição e sobre a próxima guerra.

Acredite ou não mas isso realmente não importa (mas eu espero que você acredite).
Ole K.

________________________________________
Transcrição da entrevista (forma resumida)

Data 16 de dezembro de 1999

Pergunta: Em primeiro lugar quem você é e o que você é? Vocês são uma espécie extraterrestres ou a origem de sua criação é deste planeta?

Resposta: Como você pode ver com seus próprios olhos eu não sou um ser humano como você e para ser honesta eu não sou um verdadeiro mamífero (apesar de partes de meu corpo terem características de um mamífero) que é um resultado da evolução. Eu sou um ser réptil fêmea pertenço a uma raça reptiliana muito antiga. Nós somos os nativos terrenos e nós vivemos neste planeta há milhões de anos. Nós somos mencionados em suas escrituras religiosas como na sua bíblia Cristã e por muitas das suas antigas tribos humanas que estavam cientes de nossa presença e nos adoravam como deuses, por exemplo, os egípcios e os Incas e muitas de outras antigas tribos. Sua religião Cristã compreende mal o nosso papel em sua criação, então nós fomos mencionados como “serpentes malignas” em suas escrituras. Isso está errado. Sua raça foi geneticamente projetada por aliens e nós éramos justamente visitantes mais ou menos passível deste acelerado processo de evolução. Você deve saber (alguns de seus cientistas já sabem disso) que sua espécie tinha evoluído naturalmente numa velocidade impossível dentro de somente 2 á 3 milhões de anos. Isso é absolutamente impossível porque a evolução é um processo muito lento mesmo sendo um processo natural mas você não entende sobre isso. Sua criação foi artificial e foi feita por engenharia genética mas não por nós mas por uma espécie Alien. Se você me perguntar se eu sou uma extraterrestre eu devo lhe responder que não. Nós somos nativos terrenos. Nós tínhamos e temos algumas colônias no sistema solar mas nós somos originários deste planeta. E de fato é este o nosso planeta e não seu ele nunca será seu.

Pergunta: Você pode me dizer seu nome?

Resposta: Isso é difícil porque sua língua humana não é capaz de pronunciá-lo corretamente (é uma pronúncia errada dos nossos nomes que é muito ofensiva para alguns de nós). Nosso idioma é muito diferente do seu mas meu nome é – eu tentarei falar isto suavemente usando suas letras humanas- algo como “Sssshiaassshakkhhhshhh”com uma pronunciação bem acentuada, dos “sh” e “K”. Nós não temos nomes próprios como vocês mas somente um único nome que é dividido e caracterizado como forma de falar que não é dado á crianças (quem tem seu próprio nome de criança) mas somente em um processo especial na época de esclarecimento religioso ou cientifico na adolescência (como você diria). Eu gostaria que você não tentasse pronunciar meu verdadeiro nome com a sua língua humana. Por favor me chame de “Lacerta”, esse é o nome que eu geralmente uso quando estou no meio dos humanos e conversando com eles.

Pergunta: Qual a sua idade?

Resposta: Nós não medimos o tempo como vocês em anos astronômicos no giro da terra ao redor do sol porque nós normalmente vivemos debaixo da superfície do planeta. Nossa medida de tempo depende periodicamente do retorno dos ciclos do campo magnético da terra e de acordo com isso (e dito com seus números) eu estou hoje – me deixe calcular – 57.653 ciclos antigos. Eu alcancei minha fase adulta e minha maturidade em 16.337 ciclos atrás (é uma data muito importante para nós). De acordo com a sua escala de tempo humana eu estou com quase 28 anos de idade.

Pergunta: Qual sua tarefa? Você tem um “trabalho” como nós?

Resposta: Para dizer isto com suas palavras: Eu sou uma curiosa estudante do comportamento social de sua espécie. É por isso que eu estou aqui conversando com você e é por isso que eu revelei minha verdadeira natureza para E.F. e agora para você e é por isso que eu estou lhe dando todas essas informações secretas e vou tentar responder honestamente todas as perguntas das suas muitas folhas de papel. Eu verei como você reage como outros da sua espécie reagem. Existem tantos malucos e mentirosos de sua espécie neste planeta que declaram saber a verdade sobre nós, sobre Ovnis, sobre os aliens, e assim por diante e alguns de vocês acreditam nessas mentiras. Eu estou interessada em ver como sua espécie reagirá se você tornar pública essa verdade (que eu contarei a você agora). Eu estou quase certa que todos vocês recusarão a acreditar em minhas palavras mas eu espero que eu esteja errada porque você precisa entender se você quiser sobreviver nos próximos anos.

Pergunta: Eu li todo o seu relato (que você deu para E.F sobre ele) mas será que você poderia me responder honestamente : os UFOs são objetos voadores reais que são pilotados por extraterrestres ou eles pertencem a sua espécie?

Resposta: Alguns UFOs observados como você os chamam pertencem a nós mas a maioria não. A maioria dos objetos voadores “misteriosos” no céu não são dispositivos tecnológicos mas principalmente má interpretações de fenômenos da natureza que seus cientistas não possuem entendimento (como brilhos espontâneos de plasma na alta atmosfera). De qualquer maneira alguns UFOs são naves reais que pertencem a sua própria espécie (especialmente á seus militares) ou a alguma outra espécie Alien ou finalmente a nós (mas a minoria das naves avistadas pertencem a nós) porque nós somos geralmente muito cuidadosos com nossos movimentos na atmosfera e nós temos modos especiais de ocultar nossas naves). Se você ler uma reportagem sobre um avistamento de um objeto cilíndrico metálico brilhante de cor cinza tipo um charuto, existem diferentes tipos, deixe-me dizer entre 20 e 260 de vários metros e se estes objetos fazem um zunido muito profundo e se tem 5 luzes brilhantes vermelhas na superfície metálica do charuto (um no topo, um no meio e dois no fim) então é provável que alguns de vocês avistou uma de nossas naves e isto significa que essa nave estava com defeito ou algum de nós não foi cuidadoso o suficiente. Nós temos também uma pequena frota de naves de forma arredondada mas certos UFOs pertencem geralmente a uma única espécie Alien. Os UFOs triangulares normalmente pertencem a seus próprios militares mas eles usam tecnologia estrangeira para construí-los. Se você realmente quiser ver uma de nossas naves você deve observar os céus sobre o Ártico, a Antártica e no interior da Ásia (especialmente lá em cima das montanhas).

Pergunta: Você tem um símbolo especial ou algo que nós possamos identificar sua espécie?

Resposta: Nós temos dois principais símbolos representando nossa espécie. Um (o mais antigo) símbolo é uma serpente azul com quatro asas brancas em um fundo negro (as cores têm significados religiosos para nós). Esse símbolo foi usado em certas hierarquias de minha sociedade mas isto hoje é muito raro e vocês humanos tem copiado isto muito freqüentemente nas suas antigas escrituras. O outro símbolo é um ser místico que você o chamaria de o “Dragão” na forma de um círculo com sete estrelas brancas no meio. Este símbolo é muito mais comum hoje. Se você ver um daqueles símbolos em uma nave cilíndrica que eu tinha descrito na minha resposta anterior ou em alguma instalação subterrânea, este símbolo ou lugar pertence definitivamente a nós (e eu o aconselharia a ir embora de lá assim que fosse possível).

Pergunta: As sete estrelas no segundo símbolo que você mencionou, elas significam as Plêiades?

Resposta: Plêiades? Não. Na realidade as sete estrelas são planetas e luas e elas são um símbolo de nossas antigas sete colônias no sistema solar. As estrelas que são mostradas na frente de um fundo azul no círculo do dragão significa a figura da terra. As sete estrelas brancas representam a Lua, Marte, Vênus e as 4 luas de Júpiter e Saturno que nós colonizamos no passado. Duas colônias não estão em uso há muito tempo e já foram abandonadas assim 5 estrelas seria o mais correto.

Pergunta: Como você não me permitiu tirar fotos o que seria muito útil para provar sua verdadeira existência e a veracidade dessa história, você pode descrever você mesma em detalhes?

Resposta: Eu sei que isto seria útil para provar a autenticidade desta entrevista se você pudesse tirar algumas fotos minhas. De qualquer forma vocês humanos são muito céticos e (isso é bom para nós e para a verdadeira representação da espécie Alien agindo secretamente neste planeta) mesmo que se você tivesse tais fotos muitos de sua espécie diriam que elas são uma fraude e que eu sou justamente uma mulher humana com máscara ou algo assim (isso seria muito ofensivo para mim). Você deve entender que eu não posso dar permissão a você para tirar foto minha ou de meu equipamento. Isso tem várias razões e eu não quero discutir com você além disto mas uma das razoes é a permanência do segredo de nossa existência e a outra razão é mais religiosa. Todavia você tem permissão para fazer desenhos da minha aparência e de meu equipamento que eu lhe mostrarei mais tarde. Eu também posso tentar me descrever mas eu duvido que outros de sua espécie sejam capazes de imaginar minha verdadeira aparência e de descrever por palavras porquê há uma negação automática da existência da espécie réptil e da existência de outras espécies inteligentes e a outra além da sua própria espécie é parte da programação da sua mente. Bem eu tentarei me descrever.

Imagine agora um corpo normal de uma mulher humana e você tem prontamente a figura de meu corpo. Como você eu tenho uma cabeça, dois braços, duas mãos, duas pernas e dois pés e as proporções de meu corpo são como as suas. Como eu sou uma fêmea eu também tenho dois seios (apesar de nossa origem réptil) que tivemos que dar leite para nossos bebês durante o processo de evolução que aconteceu por volta de 30 milhões de anos atrás porquê isto é a melhor coisa para manter um jovem vivo. A evolução tinha feito isso para a sua espécie já na idade dos dinossauros e um pouco mais tarde também para os nossos. Isso não significa (que nós somos agora verdadeiros mamíferos) mas nossos seios não são grandes como aqueles das mulheres humanas e o tamanho deles é normalmente igual para todas fêmeas de minha espécie. Os órgãos reprodutivos externos são para ambos os sexos menores do que aqueles dos humanos más eles são visíveis e possuem as mesmas funções como os seus (outro presente da evolução de nossa espécie).

Minha pele é principalmente de uma cor bege esverdeada com um verde mais pálido e nós possuímos alguns padrões de pontos marrons irregulares (cada ponto tem 1,02cm) na nossa pele e na nossa face (os padrões são diferentes para ambos os sexos mas as fêmeas possuem mais especialmente na parte mais baixa do corpo e do rosto) você pode vê-los em meu caso como duas linhas em cima das sobrancelhas por toda minha testa em minha bochecha e no meu queixo. Meus olhos são um pouco maiores do que os dos humanos (por esta razão nós podemos ver melhor no escuro) e geralmente predominado por grandes pupilas negras que são rodeadas por uma pequena brilhante íris verde (os machos tem uma íris verde escura). A pupila têm uma fenda que pode mudar de tamanho de uma pequena linha escura para uma arregalada forma de ovo oval porque nossa retina é muito sensível a luz e nossa pupila deve acompanhar isto. Nós temos externamente orelhas arredondadas mas elas são pequenas e não tão curvadas que nem as suas mas nós podemos ouvir melhor porque nossos ouvidos são mais sensíveis aos sons (nós também podemos ouvir uma maior amplitude de som). Tem um músculo ou “membrana” sobre os ouvidos que podem ser fechados completamente (por exemplo debaixo d’água ). Nosso nariz é mais afilado e tem uma forma de V encurvado entre as narinas que habilitou nossos ancestrais a “observarem” as suas temperaturas. Nós perdemos a maioria destas habilidades mas nós ainda podemos sentir a temperatura muito melhor com este “órgão”. Nossos lábios são da mesma forma dos seus (nos das fêmeas são um pouco maiores do que os dos machos) mas de uma cor marrom pálida e nossos dentes são muito brancos e fortes e um pouco compridos e mais afiados do que os seus dentes frágeis de mamíferos. Nós não temos diferentes cores de cabelos como você (mas existe uma tradição para colorir os cabelos em idades diferentes) e a cor original é como a minha um esverdeado marrom. Nossos cabelos são grossos e fortes como os seus e eles crescem muito lentamente. Além disso, a cabeça é a única parte de nosso corpo onde não temos cabelos.

Nosso corpo, braços e pernas são parecidos em forma e tamanho dos seus mas a cor é diferente (verde-bege como do rosto) e tem estruturas escamosas na parte superior das pernas (acima dos joelhos) e na parte superior dos braços (acima dos cotovelo). Nossos cinco dedos são um pouco longos e finos do que os dedos dos humanos e nossa pele nas palmas das mãos é plana assim nós não temos linhas como vocês mas sim uma combinação de estrutura escamosa na pele e dos pontos marrons (ambos os sexos possuem os pontos nas palmas da mãos) e nós não temos impressão digital como vocês. Se você tocar na minha pele você vai perceber que ela é mais macia do que sua pele com cabelo. Existem pequenos afiados chifres na parte superior de ambos os dedos médios. As unhas são cinzas e geralmente mais compridas que as suas. Você vê que minhas unhas não são tão longas e arredondadas no topo. Isso é porquê eu sou fêmea. Os machos possuem unhas pontiagudas afiadas e compridas medindo ás vezes de 5 ou 6 dos seus centímetros. A próxima característica é muito diferente do seu corpo e faz parte da nossa origem réptil: se você tocar na parte de cima das minhas costas você sentirá uma linha óssea dura através de minha roupa. Isso não é minha espinha dorsal mas uma muito difícil estrutura externa do tecido da pele na forma de placa que segue exatamente nossa espinha dorsal da cabeça para o quadril. Existe um número extremamente elevado de nervos e grandes vasos sangüíneos nesta estrutura das placas (que tem o comprimento de 2 ou 3 centímetros e são muito sensíveis ao toque) essa é a razão porquê nós sempre temos problemas para sentar em cadeiras como nessa cadeira com este tipo de recosto. A principal tarefa dessas pequenas placas além de uma função em nossa sexualidade) é simplesmente para a regularização da temperatura de nosso corpo e se nós nos sentar-mos na luz do sol natural ou artificial essas placas se tornam mais cheias de sangue reptiliano (que circulam através do corpo e das placas) para muitos graus e que nos dá um grande prazer.

Pergunta: O que é mais diferente na sua espécie?

Resposta: Oh, nós não temos umbigo porque nós fomos criados em um caminho diferente do seu que tem origem dos mamíferos. A outra diferença externa de sua espécie são menores e penso que eu não devo mencioná-las agora porque a maioria delas não são visíveis se nós estamos usando roupa. Eu espero que a descrição do meu corpo tenha sido bastante detalhada. Eu aconselharia você a fazer alguns desenhos.

Pergunta: Que tipo de roupa você geralmente veste. Eu suponho que não é desse jeito que você se veste normalmente?

Resposta: Não eu uso essas roupas dos humanos e somente quando estou entre eles. Para ser honesta estas roupas apertadas não são muito confortáveis para mim e isso é muito estranho. Se nós estamos em nossa própria casa (isso significa em nossa casa subterrânea) ou em nossa grande área de sol artificial e se nós estamos juntos com outros de minha espécie que possuam o nome parecido com o nosso próprio nome nós ficamos geralmente despidos. Isso é chocante para você? Quando nós estamos em público e juntos com muitos outros de minha espécie nós vestimos roupas muito largas e leve feito de um leve tecido. Eu disse a você que muitas partes de nossos corpos são muito sensíveis ao toque principalmente nas pequenas placas que ficam atrás das costas e assim nós não podemos nos sentir confortáveis vestindo roupas apertadas porque elas podem nos machucar. O homem e a mulher vestem freqüentemente o mesmo tipo de roupa mas as cores são diferentes para ambos os sexos.

Pergunta: Você disse “outros nomes parecidos com o seu”. Você quer dizer de sua família?

Resposta: Não, não realmente. Você chamaria isto de “família” mas com essa palavra você pensa somente aqueles de sua espécie que junto fazem parte geneticamente como seu pai, sua mãe e seu filho. Como eu disse anteriormente nós temos um nome muito difícil e diferente. Parte da pronúncia nome é totalmente única e não tem outro ser com o mesmo nome mas parte desse nome (a parte do meio) é pronunciado de uma certa forma que indica a outros de que “família” você é (você tem que usar a palavra porque você não tem a palavra certa no seu vocabulário). Isso não significa que todos desse grupo são geneticamente ligados a você porque esses grupos são geralmente muito grande e contém entre 40 e 70 seres. Esse grupo incluem geralmente suas ligações genéticas esceto se algum deles decide deixar esse grupo e sua ligação com pai e mãe é freqüentemente a mais forte. Isso também seria difícil para eu explicar para você agora sobre o nosso muito antigo sistema social que é muito complexo e nós precisaríamos de muitas horas somente para os assuntos primários. Talvez nós possamos nos encontrar outra vez e eu poderei lhe dar descrições detalhadas de todas essas coisas.

Pergunta: Você tem um rabo como os répteis?

Resposta: Você vê um? Não, nós não temos um rabo visível. Se você observar em nosso esqueleto há somente um pequeno osso arredondado no fim de nossa espinha dorsal atrás da pélvis. Isso é um rudimento inútil que resta de nossos ancestrais mas isto não é visível pelo lado de fora. Oh nossos embriões tem rabos durante os primeiros meses de desenvolvimento mas estes rabos desaparecem antes deles nascerem. Um rabo somente faz sentido para uma espécie primitiva que tenta andar em duas pernas e precisa manter o equilíbrio com o rabo mas nosso esqueleto mudou durante a evolução e nossa espinha dorsal está quase na mesma forma que a sua assim nós não necessitamos de rabo para ficar em dois pés.

Pergunta: você disse que você nasceu numa forma diferente da nossa. Você bota ovos?

Resposta: Sim mas não como seus pássaros ou répteis primitivos. Na realidade o embrião cresce em um líquido de proteína dentro do útero da mãe mas também tem um ovo com uma casca bem fina que preenche todo o ventre. O embrião dentro dessa casca do ovo é completamente independente (autark) do corpo da mãe e tem toda substância que ele precisa para desenvolver-se dentro dessa casca. Há também um cordão como o seu cordão umbilical que é ligado para um ponto escondido atrás das placas nas costas. Quando o bebê está para nascer todo o ovo é pressionado através da vagi.. que fica coberta em uma viscosa substância de proteína e o bebê sai desse ovo macio após alguns minutos. Esses dois chifres no meio de nossos dedos foram instintivamente usados pelos bebês para quebrarem a casca do ovo para tomar sua primeira respiração. Os nossos jovens não são tão grandes como seus bebês e quando eles nascem eles estão medindo entre 30 á 35 cm de altura e o ovo está ao redor de 40 cm de altura (é por isso que nossa vagina. é menor do que uma de humano) mas nós atingimos a uma altura normal de 1,60cm á 1,80cm.

Pergunta: Qual é aproximadamente a temperatura do seu corpo? você disse que você gosta de deitar-se ao sol. qual efeito que isso tem no seu organismo?

Resposta: Nós não somos mamíferos e como répteis nossa temperatura do corpo depende da temperatura que nós cerca. Se você tocar minha mão você talvez sentirá que está mais fria do que as suas porque nossa temperatura normal do corpo está em torno de 30 á 33 graus centígrados. Se nós nos sentar-mos no sol (especialmente despidos e com nossa fila de pequenas placas nas costas voltados para o sol) nossa temperatura do corpo pode aumentar de 8 ou 9 graus centígrados dentro de alguns minutos. Essa elevação da temperatura causa uma produção de muitas enzimas e hormônios em nossos corpos e em nosso coração e cérebro e todos os órgãos se tornam mais ativos e nós nos sentimos então muito bem. Vocês humanos somente curtem estar no sol mas para nós isso é o maior prazer que você possa imaginar (talvez como sua excitação sexual). Nós também gostamos de nadar em uma água morna ou outros líquidos que elevem nossa temperatura corporal. Se nós ficarmos por algumas horas na sombra nossa temperatura volta para 30-33 graus. Isso pode não nos causar dano mas nós nos sentimos muito melhores no sol. nós temos um alojamentos solar artificial em nossa casa subterrânea mas isso não é para nós a mesma coisa como o verdadeiro sol.

Pergunta: O que você come?

Resposta: Geralmente várias coisas como você: carne, fruta, vegetais, alguns tipos especiais de fungos (das fazendas subterrâneas) e outras coisa. Nós também podemos comer e digerir algumas substâncias que são venenosas para você. A principal diferença entre você e nós é que nós devemos comer carne porque nosso corpo precisa das proteínas. Nós não podemos viver completamente sendo vegetarianos como sua espécie porque nossa digestão pararia de trabalhar e nós morreríamos depois de algumas semanas ou talvez alguns meses sem carne. Muitos de nós comem carne cru ou outras coisas que seriam nojento para vocês. Pessoalmente eu prefiro carne cozida e frutas como maça ou laranjas.

Pergunta: Você pode me dizer alguma coisa sobre a história da evolução natural da sua espécie? Que idade tem sua espécie? Vocês evoluíram dos répteis primitivos como a espécie humana evoluiu dos macacos?

Resposta: Oh isso é uma história muito longa e complexa e certamente inacreditável para você mas é a verdade. Eu tentarei explicar isso num resumo. Por volta de 65 milhões de anos atrás muitos dos nossos ancestrais atrasados da raça do dinossauro morreram em um grande cataclismo global. A razão para essa destruição não foi um desastre natural causado por um impacto de um asteróide como seus cientistas falsamente acreditam – mas uma guerra entre dois grupos aliens inimigos que ocorreu principalmente na órbita e na alta atmosfera do seu planeta. De acordo com nosso restrito conhecimento sobre o início desta guerra global é que ela foi a primeira guerra Alien do planeta terra mas esta guerra definitivamente não foi a última (e uma guerra futura está vindo em breve) enquanto isso uma “guerra fria” (como você a chama) está ocorrendo entre grupos aliens há 73 anos no seu planeta. Os adversários nessa guerra de 65 milhões de anos foram duas raças aliens superiores cujo ambos nomes novamente são impronunciáveis para suas línguas. Eu sou capaz de dizê-las mas isto machucaria seus ouvidos se eu dissesse em seus modos originais. Uma raça era humanóide como a sua espécie (mas muito antiga) e era deste universo de um sistema solar na constelação da estrela que vocês chamam hoje em seus mapas de “Procyon”. A outra espécie nós quase não sabemos tanto e foi uma espécie reptiliana mas eles não tem nada a ver com a nossa própria espécie porquê nós evoluímos dos saurianos locais sem influência exterior (exceto a manipulação bem sucedida de nossos próprios gens por nós). Falarei sobre isto mais tarde. A espécie reptiliana superior não veio deste universo de um. Bem como eu explicarei isto para você. Seus cientistas não entender de uma natureza real do universo porquê a sua mente ilógica não é capaz de entender as coisas mais simples e dependem de matemática e números errados. Isso é parte da programação genética que eu mencionarei no futuro. Deixe-me dizer que você está tão distante desse entendimento do universo quanto você estava á 500 anos atrás.

Usando uma linguagem que você talvez entenda: a outra espécie não veio deste universo mas de outro [bolha] na espuma do universo. Você chamaria isto talvez de outra dimensão mas essa não é a palavra certa para descrever isto corretamente (pelo jeito á propósito o termo dimensão está geralmente errado na forma que você entende). O fato que você deveria se lembrar é que as espécies avançadas são capazes de “caminhar” entre bolhas pelo uso do, como você chamaria isto tecnologia avançada e ás vezes de modo especial somente pelo uso de sua mente (minha própria espécie também tem avançadas habilidades mentais em comparação a sua espécie mas nós não somos capazes de fazer a (mudança de fios de matérias para as bolhas) mas outras espécies ativas nesse planeta são capazes e isso parece para você como mágica como isto foi para seus ancestrais.

Voltando a nossa própria história: a primeira espécie (os humanóides) alcançaram a terra por volta de 150 anos antes dos reptilianos e eles construíram algumas colônias nos primeiros continentes. Havia uma grande colônia no continente que você chama hoje de “Antártica” e uma outra no continente que você chama hoje de “Ásia”. Essas pessoas viviam juntas no planeta com a espécie de animais saurianos e sem problemas. Quando a avançada espécie reptiliana chegou nesse sistema os colonos humanóides do sistema de Procyon tentaram se comunicar pacificamente mas eles não tiveram sucesso então uma guerra global começou em meses. Você deve entender que ambas as espécies estavam interessadas neste jovem planeta não pela sua biologia e espécies sub-desenvolvidas mas por uma única razão: matéria-prima especialmente cobre. Para entender essa razão você deve saber que o cobre é um material muito importante para algumas adiantadas espécies (mesmo hoje) porque ele é junto com alguns materiais instáveis capaz de produzir novos elementos instáveis se você induzi-lo num alto campo eletromagnético no ângulo correto com um alto campo de radiação nuclear para produzir um grande cruzamento dos campos de flutuação. A fusão do cobre com outros elementos em uma certa câmara num campo de radiação magnética que pode produzir um campo de força de natureza especial é muito útil para várias tarefas tecnológicas (mas a base para isto é uma fórmula extremamente complexa que você não é capaz de descobrir por causa das restrições de sua simples mente). Ambas as espécies procuravam ter o cobre do planeta terra e por essa razão eles lutaram numa não muito longa guerra no espaço e na órbita. A espécie humanóide pareceu ser bem sucedida durante a primeira guerra mas na última batalha os reptilianos decidiram usar uma poderosa arma experimental um tipo especial de bomba de fusão que destruiria as formas de vida no planeta mas não deveria causar danos as valiosas matérias-primas e o cobre. A bomba foi lançada do espaço e detonada em um ponto de seu planeta que você chama hoje de “América Central”. Como ela detonou no oceano produziu uma imprevisível fusão com hidrogênio e o efeito foi muito mais forte do que os reptilianos esperavam. Uma radiação mortal, uma super produção da fusão sobre o oxigênio com uma chuva radioativa de diferentes elementos e um “inverno nuclear” de quase 200 anos foi o resultado da explosão da bomba. A maioria dos humanóides foram mortos e os reptilianos perderam o seu interesse no planeta depois de alguns anos por (até para nós) razões desconhecidas talvez por causa da radiação. O planeta terra estava sozinho novamente e os animais sobre a superfície morrendo. A propósito um resultado da bomba de fusão foi a disputa de diferentes elementos e materiais gerados no processo incendiário e um desses materiais foi o iridium como uma evidência de um impacto de asteróide que matou os dinossauros. Isso não é verdade mas como você saberia se é verdade ou não?

Bem a maioria dos dinossauros morreram (não todos na detonação mas das coisas nocivas que vieram depois da guerra especialmente na chuva radioativa do inverno nuclear). Quase todos os dinossauros e reptilianos foram mortos dentro dos próximos 20 anos. Alguns deles especialmente aqueles nos oceanos foram capazes de sobreviver pelos próximos 200 à 300 anos mesmo nesse mundo transformado mas essas espécies também morreram porque o clima tinha mudado. O inverno nuclear terminou depois de 200 anos mas estava mais frio sobre a terra do que antes. Apesar do cataclismo algumas espécies foram capazes de sobreviver como: peixes (como os tubarões) pássaros, pequenos mamíferos rastejantes (seus ancestrais) e vários répteis como crocodilos…e existia um tipo especial de um pequeno mas avançado dinossauro que desenvolveu-se junto com o último grande animal reptiliano como as espécies que vocês chamam de Tiranossauro.

Esse novo réptil estava caminhando nas duas pernas e parecia um pouquinho com a sua reconstrução de um Iguanodon (originou nesta família) mas era menor (em torno de 1,50 altura) com algumas características de humanóides e uma mudança na estrutura óssea, um maior crânio e cérebro e uma mão com um dedo polegar que era capaz de agarrar as coisas, um organismo e digestão diferentes, olhos avançados no meio da cabeça como seus olhos e…mais importante…com uma nova e melhor estrutura cerebral. Esse foi o nosso antepassado direto. Existem teorias que a radiação da bomba tomou parte nas mutações dos organismos dessa nova geração mas isso não é comprovado. Entretanto esse pequeno dinossauro tipo humanóide evoluiu durante os seguintes 30 milhões de anos (como eu tinha dito antes uma espécie geralmente precisa de mais tempo do que você imagina se a evolução não é induzida artificialmente como em seu caso de um animal para um ser mais ou menos pensante). Estes seres foram inteligentes o bastante para não morrerem pelos próximos milhões de anos porque eles aprenderam a mudar seu comportamento vivendo em cavernas em vez da natureza fria e eles aprenderam a usar pedras e galhos como suas primeiras ferramentas e o uso do fogo para ajudá-los a se esquentar especialmente para aquecer seu sangue que é muito importante para a sobrevivência de nossa espécie.

Durante os próximos 20 milhões de anos estas espécies foram divididas pela natureza em 27 sub-espécies (infelizmente a anterior espécie réptil estiveram propensas a se dividirem-se numa forma mais ou menos ilógica em sub-espécies durante o processo de evolução). Você pode claramente ver isso no desnecessário grande número de animal das espécies do Dinossauro (nos primeiros tempos) e houve muitas (principalmente primitivas) guerras entre essas sub-espécies pela dominação.

Bem a natureza não foi muito amigável para nós e até onde nós sabemos das 27 sub-espécies 24 foram extintas nas primitivas guerras e na evolução porque seu organismo e mente não eram desenvolvidos o suficiente para sobreviver e (como principal razão) eles não foram capazes de mudar a temperatura de seu sangue na maneira correta se o clima mudasse. 50 milhões de anos depois da guerra e do fim dos Dinossauros somente três (agora também tecnológicas) adiantadas espécies reptilianas estavam permanecendo nesse planeta junto com todos os outros pequenos animais. Através do cruzamento natural e artificial essas três espécies foram unidas para uma espécie reptiliana através da invenção das manipulações genéticas e nós fomos capazes de “eliminar” os genes propensos a dividirem-se em nossa estrutura genética. De acordo com nossa história e crença isso foi na época quando nossa raça reptiliana foi criada – como você me vê hoje – pelo uso da engenharia genética. Isso foi por volta de 10 milhões de anos atrás e nossa evolução quase parou neste ponto (realmente houve algumas mudanças mínimas em nossa aparência no sentido de uma aparência tipo humanóide e de mamífero durante os tempos seguintes mas nós não dividimo-nos novamente em sub-espécies). Você entende nós somos uma raça muito antiga em comparação com a sua espécie que andava pulando por aí como pequenos animais tipo macacos nas árvores enquanto nós inventamos tecnologia, colonizamos outros planetas desse sistema e grandes cidades sobre este planeta (que desapareceram sem deixar rastro ao longo dos tempos) e nossos próprios genes enquanto seus genes ainda são daqueles dos animais.

Há 10 milhões de anos atrás os pequenos macacos começaram a crescer e eles desceram das árvores para o chão (novamente por causa da mudança do clima especialmente no denominado continente africano) mas eles evoluíram muito lentamente enquanto é normal para um mamífero e se nada de extraordinário tivesse acontecido para sua espécie nós não seríamos capazes de sentar-mos aqui e conversar porque eu me sentaria em minha moderna confortável casa e você se sentaria em sua caverna vestido com pele de animal tentando descobrir os segredos do fogo – ou você talvez sentaria em um de nossos jardim zoológico. Mas as coisas tem evoluído de forma diferente e você agora acredita que você é a “coroa da criação você pode sentar-se numa moderna casa e nós devemos nos esconder e viver debaixo da terra em áreas distantes. Por volta de 1,5 milhão de anos atrás outra espécie Alien chegou á terra (ela foi surpreendentemente a primeira espécie) desde mais de 60 milhões de anos. (Isso seria mais surpreendente para você se você soubesse quantas espécies diferentes existem atualmente aqui). O interesse dessa espécie humanóide – você os chamam hoje de “Ilojiim”- não era pela matéria-prima e o cobre mas estavam para nosso espanto interessados pelos não avançados macacos-humanóides. Apesar de nossa presença nesse planeta os aliens decidiram “ajudar” os macacos a evoluírem um pouco mais rápido para servi-los no futuro como algum tipo de raça escrava para as próximas guerras. O destino de sua espécie não era realmente importante para nós mas nós não gostávamos da presença do “Ilojiim” sobre o nosso planeta “jardim zoológico galáctico” e eles não gostavam da nossa presença sobre seu novo planeta “jardim zoológico galáctico” e assim sua sexta e sétima criação foi o motivo para uma guerra entre nós e eles. Você pode ler sobre essa guerra por exemplo em parte no livro que vocês chamam de “Bíblia” numa forma muito estranha de narração. A verdade real é uma história muito longa e difícil. Eu devo continuar?

Pergunta: Não agora não. Eu fiz algumas anotações sobre sua história e agora eu tenho algumas perguntas.

Resposta: Por favor pergunte.

Pergunta: Em primeiro lugar você lida com uma grande escala de tempo. Você afirma que seus primitivos antepassados viveram juntos com os dinossauros e sobreviveram e como você denominou cataclismo artificial e evoluíram então mais de 40 milhões de anos e sua evolução foi completada á 10 milhões de anos atrás. Isso parece muito inacreditável para mim. Você pode dizer alguma coisa sobre isso disso?

Resposta: Eu entendo que isso deve parecer absolutamente inacreditável para você porquê você é uma espécie jovem e geneticamente construída. Seu horizonte histórico termina numa escala de somente alguns milhares de anos e você pensa que isto está certo mas não está. Mas isto não está. Isto é impossível. Sua mente programada está obviamente não capaz de lidar com uma escala de tempo de tamanha dimensão. Nosso tempo de evolução pode parecer incrivelmente longo para você mas isso é de fato o original caminho da natureza. Lembre-se seus antigos ancestrais mamíferos evoluíram junto com os Dinossauros e eles sobreviveram a bomba como nós. Eles evoluíram lentamente durante os próximos milhões de anos e eles dividiram-se em vários tipos de espécies alguns deles maiores e menores. Isso é evolução do corpo. Mas e com relação a sua mente e inteligência? Eles eram simples animais. Os mamíferos evoluíram desde digamos à 150 milhões de anos atrás e eles foram capazes de se tornarem inteligentes e pensantes. E dentro deste pequeno período seres como você foram criado. Pela natureza? O período de 148 milhões de anos para a evolução de mamíferos tipo animais e o período de 2 milhões de anos para o desenvolvimento de seres (mais ou menos) inteligentes como você? Pergunte a você mesmo: Você realmente pensa que esta evolução acelerada é normal? Então sua espécie é mais ignorante do que eu pensei. Nós não evoluímos de forma incorreta somente vocês.

Pergunta: Eu entendo. Mas eu tenho outra pergunta. Você mencionou que muitos fatos sobre antigas guerras entre os aliens à 65 milhões de anos atrás. Isto aconteceu muito tempo antes de sua espécie se tornar realmente inteligente? (até aonde eu entendi você). Porquê você sabe muitas coisas sobre essa “primeira guerra” e sobre a evolução da sua espécie?

Resposta: Isso é uma boa pergunta (muito melhor então a anterior) e eu não expliquei corretamente a você? O nosso conhecimento sobre a primeira guerra vem completamente de um antigo artefato que foi encontrado á cerca de 16.000 anos atrás por nossos arqueologistas sobre o continente que vocês o chamam hoje de América do Norte. Eles encontraram lá um prato redondo com um diâmetro de aproximadamente 47 cm dos seus centímetros. O prato era feito de um material magnético que até para nós era desconhecido e dentro do prato havia outro prato menor de cristal que continha uma quantidade enorme de informações codificadas na estrutura molecular do cristal. Esta “placa de memória” foi fabricada pela última raça humana de sobreviventes da bomba “Procyon” já à 65 milhões de anos atrás mas estava completamente intacta quando nós a encontramos. Nossos cientistas foram capazes de decifrar as mensagens e dados da memória da placa então escutamos pela primeira vez sobre os eventos que aconteceram no passado distante que levou a extinção dos Dinossauros. A placa continha descrições detalhadas de ambas espécies (porém mais sobre os humanóides) e sobre animais e saurianos da terra inclusive sobre a nossa espécie ancestral pré-inteligente. O resto de nosso conhecimento sobre nossa evolução veio dos esqueletos e de ensinamentos antigos e da codificação de nosso DNA. Você vê nós sabemos a verdade sobre nossa origem desde à 16.000 anos atrás. Antes desse tempo existia uma maior idéia religiosa de nossa criação.

Pergunta: O que aconteceu com as duas espécies aliens?

Resposta: Nós não sabemos exatamente. Os sobreviventes humanóides da terra obviamente morreram anos depois da explosão da bomba e outros de sua espécie e os reptilianos nunca mais retornaram a terra (distante como nós sabemos). Com respeito aos aliens Reptilianos há uma possibilidade que era fisicamente impossível para eles retornarem porque a matéria entre bolhas é às vezes em movimento rápido. A teoria corrente é que ambas espécies deixaram de existir durante milhões de anos.

Pergunta: Você tinha mencionado esqueletos de sua espécie. Como isto pode ser os cientistas humanos não encontraram qualquer vestígio de você e de seus ancestrais se você realmente vive por um certo longo tempo nesse planeta? Nós encontramos muitos esqueletos de primitivos dinossauros mas nenhum esqueleto de um adiantado ser reptiliano com um grande esqueleto e cérebro e uma mão com um dedo polegar como você descreveu antes.

Resposta: Sim você tem. Mas seus “ótimos” cientistas não foram capazes de reconstruir os esqueletos completamente porque eles quiseram reconstruir animais reptilianos, seres não inteligentes. Você riria se você soubesse quantos esqueletos (especialmente menores) saurianos em seus museus são construções totalmente errada de seres que nunca existiram porquê você usa muitos ossos que realmente juntos não fazem parte do esqueleto desses animais e ás vezes você faz ossos artificiais se alguma coisa foi perdida se você precisar construir um “animal” sauriano. Muitos de seus cientistas estão cientes desse problema mas eles não fazem isto publicamente porque eles não podem explicar isto e eles dizem que os ossos certos foram justamente perdidos e que a sua reconstrução está correta. Muitos de nossos ossos foram usados para reconstruir o Iguanodon por exemplo as mãos com o visível dedo polegar (observe no museu um Iguanodon e você verá que estou certa). Um cientista no país que você chama Estados Unidos construiu um esqueleto quase perfeito de nossa espécie alguns anos atrás mas o governo local (que está ciente da parte de nossa existência) confiscou a reconstrução. Como nós vivemos hoje (e desde milhares de anos) quase completamente em baixo da terra vocês não encontrarão quaisquer cadáveres ou esqueletos nossos.

Pergunta: Você fala ás vezes sobre cidades subterrâneas e luz solar artificial. Você imagina algo como uma “Terra Oca” com isso. Está lá um segundo sol dentro de nosso planeta?

Resposta: Não, a terra não é realmente completamente oca e não existe um segundo sol lá dentro. Essa história é ridícula e fisicamente impossível (até sua espécie deveria ser inteligente o bastante para não acreditar nisto). Você sabe quanta massa um sol deve ter para conseguir produzir energia e luz por um longo tempo e pela fusão? Você realmente pensa que lá pode existir uma pequena atividade solar dentro do planeta? Quando eu falo sobre nossa casa subterrânea eu falo sobre grandes sistemas de cavernas. As cavernas que você tem descoberto próximo da superfície são minúsculas em comparação com as verdadeiras cavernas e gigantescas profundas cavernas na terra (em uma profundidade de 2.000mt à 8.000mt de seus metros mas conectadas com muitos secretos túneis para a superfície ou para as cavernas próximas da superfície) e nós vivemos em grandes e adiantadas cidades e colônias dentro de certas cavernas. Nossos maiores locais de nossas cavernas são além do Ártico, na Antártica, Interior da Ásia, na América do Norte e na Austrália. Se eu falo sobre luz solar artificial em nossas cidades eu não penso num verdadeiro sol mas várias fontes de luz tecnológicas (inclusive fontes gravitacionais) que iluminam as cavernas e túneis. Existem áreas especiais nas cavernas e túneis com uma poderosa luz ultravioleta (uv) em todas as cidades e nós usamos esses lugares para aquecer nosso sangue). Além disso nós também temos alguns lugares para tomar banho de sol em áreas distantes especialmente na América e na Austrália.

Pergunta: Onde nós podemos encontrar na superfície uma certa entrada perto de seu mundo?

Resposta: Você realmente pensa que eu direi a você suas exatas localizações? Se você quer encontrar uma certa entrada você tem que procurá-la por você mesmo (mas eu deveria avisar a você para não fazer isso). Quando eu vim para a superfície há quatro dias atrás eu usei uma entrada de aproximadamente 300 km de seus quilômetros ao norte daqui perto de um grande lago mas eu duvido que você seja capaz de encontrá-la (existem somente umas poucas entradas nessa parte do mundo e mais entradas estão distantes ao norte e leste). Como um pequeno aviso: se você estiver em uma caverna estreita ou em um túnel ou até em alguma coisa que pareça a você um poço como uma mina de poço artificial e quanto mais profundamente você caminhar mais as paredes vão parecer suaves e se você sentir um ar quente incomum vindo das profundezas ou se você ouvir um som do ar corrente num poço de ventilação ou elevador então procure por um tipo especial de parede artificial e macia em algum lugar dentro da caverna com uma porta feita de um metal acinzentado. Se você conseguir abrir esta porta ( mas eu duvido disto) você estaria numa sala técnica geralmente redonda com sistemas de ventilação e elevadores para as profundezas. Isto é provavelmente uma entrada para nosso mundo. Se você chegar nesse ponto você saberá que nós agora definitivamente já estamos ciente de sua presença. Você já estará com grande problema se você entrar na sala redonda mas você deverá procurar um dos dois símbolos répteis nas paredes. Se não tiver símbolos ou outro símbolo você estará talvez em um problema maior do que você pensa porque nem todas as instalações subterrâneas pertencem a nossa espécie. Alguns novos sistemas de túneis são operados por raças aliens (inclusive raças hostis). Meu conselho geral é que se você se encontrar numa instalação subterrânea estranha para você: fuja o mais rápido que você puder.

Pergunta: Você mencionou anteriormente que você usa o nome de “Lacerta” quando você está no meio dos humanos e que você gosta de ficar no verdadeiro sol na superfície da terra. Mas como você pode estar entre humanos? Você não se parece conosco assim qualquer um verá que você pertence a outra espécie porque ninguém viu e descreveu um ser como você se a sua espécie já vive desde a nossa “criação” junta conosco sobre o mesmo planeta. Você pode me explicar isto?

Resposta: Primeiro a minha espécie era certamente vista e descrita (e adorada) muitas vezes em seu passado primitivo por exemplo nas suas escrituras religiosas como a sua bíblia Cristã. Você pode encontrar descrições e mesmo simples desenhos de nós dentro da parte meridional do continente Americano em vários templos. O assim chamado “homens sábios” da Índia e das montanhas da Ásia descreveram nossas espécies muitas vezes em escrituras junto com outros homens sábios do continente africano. Eu acho que nós somos a espécie não humana mais mencionada talvez junto com o Ilojiim na sua história e se você não acreditar em mim dê uma olhada na sua história e você verá a verdade em minhas palavras. Seus “grandes” cientistas chamaram a crença em nós de “superstição” e “religião” e os “humanos inteligentes” de hoje esqueceram de nossa presença sobre a superfície no passado.

Além disso nossa espécie é vista mesmo hoje algumas vezes por testemunhas humanas em sua forma original na terra ou em nossas entradas próximas da superfície e nos sistemas de túneis mas felizmente você e sua mídia não levaram a sério o relatório de tais “malucos” e (isso é bom para nós e esta é a razão porque nós permitimos que essas pessoas nos vejam como nós realmente somos). Alguns de minha espécie também estão em contato direto com cientistas humanos e políticos da superfície mas isto é top-secret como você chama e ninguém de seu público sabe qualquer coisa a respeito disto (o assunto destes encontros é geralmente a guerra vindoura com as espécies aliens e a nossa assistência nesta guerra). Mas existe também outra explicação porquê nós podemos caminhar entre vocês e porque vocês não são capazes de nos reconhecer: imitação.

O que vem agora pode novamente parecer inacreditável e até mesmo chocante para você mas como você pediu eu vou explicar. Eu lhe disse antes que nós temos habilidades mentais mais avançadas do que a sua espécie e com “mais avançada” eu quero dizer que nós somos capazes de usar a telepatia e a telecinese desde nosso nascimento (de fato a mãe e o neném recém-nascido geralmente se comunicam telepaticamente durante os primeiros meses sem um treinamento especial) como vocês humanos precisam para ativar estas partes adormecidas do seu cérebro. A estrutura de nosso cérebro é um pouquinho diferente da sua e a nossa hipófise é maior e mais ativa do que a sua especialmente quando nós estamos na luz do sol. Nossas próprias habilidades são muito fortes em comparação com as suas, mas fracas em comparação com as forças mentais (fio de matéria bolha) das espécies aliens neste planeta. Eu nunca fui muito boa nessas coisas mentais mas todos nós temos estas habilidades primárias e podemos usá-las por exemplo para nossa proteção ou mesmo para ataque.

Quando nós estamos na superfície e nós encontramos seres humanos (mesmo um grupo de número deles isto não faz diferença todas as suas mentes são como uma mente) e nós somos capazes de “tocar” a mente deles e introduzi-las via telepatia ao comando “Nos veja como um de sua espécie” e a fraca mente humana aceitará esta ordem de fora sem recusar e eles nos verão (apesar de nossa aparência reptiliana) como humanos normais. Eu já fiz isto muitas vezes e os seus fracos humanos normalmente me vêem como uma mulher atraente de cabelos castanhos porque eu criei esta “imagem disfarçada especial” em minha mente anos atrás e posso induzi-la em mentes sem problemas. Eu precisei de um pouco de tempo no início para aprender corretamente o uso da imitação mas então funcionou quase que automaticamente e eu até posso andar entre o grupo dos seus e ninguém identificará o que eu sou. Há um simples botão (veja-nos como nós realmente somos/nos veja como nós queremos que você nos veja) em sua consciência que está colocada lá pelo Ïlojiim” quando eles criaram sua espécie e nós podemos usar este dispositivo para convencer vocês humanos quando olham para nós (outros aliens também usam este dispositivo). É mais fácil como você pensa. Quando acontece encontros da sua espécie e Aliens que parecem exatamente como os seus esses Aliens usaram este dispositivo e alguns dos (encontros com Aliens de aparência humana também pode ser explicado com encontros com a minha espécie). Quando eu me encontrei com E.F na primeira vez ele me viu também como uma mulher humana normal e me lembro que ele estava muito amedrontado e chocado quando eu revelei a ele a minha verdadeira aparência.

Pergunta: Você está dizendo que você realmente pode me fazer acreditar que eu agora estou falando com uma atraente mulher humana morena em vez de um ser reptiliano como você?

Resposta: Provavelmente mas eu não penso assim no seu caso especial. Quando alguém espera ver uma mulher humana em vez de mim eu posso fazer isto sem problemas com sua mente (mesmo com grandes grupos) porque ninguém espera ver uma mulher réptil. Mas eu tenho permitido a sua mente me ver em minha original aparência desde nosso primeiro encontro em diante e eu nunca induzi alguma coisa na sua mente assim você já percebeu que eu não sou uma humana. Se eu fosse agora tentar mudar isso isto deveria provavelmente conduzi-lo para uma absoluta confusão ou para inconsciência e eu não quero prejudicar você. Como eu disse eu não sou muito boa nessas coisas.

Pergunta: Isso é muito assustador. Você pode matar com essas habilidades?

Resposta: Sim mas é proibido. Isso não significa que isto não tenha sido feito antigamente.

Pergunta: Ambos os sexos tem estas habilidades?

Resposta: Sim

Pergunta: E com relação as fotos? Como você aparece nelas?

Resposta: Essa é uma pergunta boba. Eu apareço na foto como um ser réptil porque eu não posso ter influência na foto ou na máquina fotográfica propriamente mas somente na mente do fotógrafo. Se ele ou ela revelassem o filme e mostrasse a foto para outras pessoas eles me veriam em minha forma original Essa é a razão porque é proibido para a nossa espécie ser filmada ou fotografada e nós devemos evitar todas as máquinas fotográficas sobre a superfície (isso é muito difícil e nós fomos filmados algumas vezes no passado sem nosso conhecimento especialmente por certas agências secretas de seu governo).

Pergunta: Quais os outros comandos que sua espécie pode induzir em nossa mente. Algo como “nos sirva” ou “obedeça” ?

Resposta: Isso novamente é uma pergunta estranha. Nós não somos seu inimigo (a maioria de nós não) então porque nós deveríamos fazer isso? Para responder sua Pergunta: isto depende da força da mente humana e da força do réptil que está enviando a ordem. Não existe uma tomada na sua mente de “sirva nos” ou “sirva me” e assim tal comando é muito mais difícil para se induzir. Se a mente e a consciência humanas são fracas e se o reptiliano indutor é experiente dentro destas coisas e se antes já estava algumas horas no sol antes dele ou ela tentarem fazê-lo provavelmente poderá funcionar por um certo tempo. Existem ensinamentos secretos sobre tais coisas mas eu nunca aprendi nada sobre isso. Eu uso minhas habilidades primárias para imitação e para comunicação com a minha própria espécie e algumas vezes para outras coisas pessoais mas eu nunca usei isto para prejudicar os humanos ou sua mente. Eu apreciaria se nós puséssemos um fim neste assunto.

Sim mas numa base técnica. Existe um poderoso dispositivo dentro de cada nave que é capaz de enviar um sinal artificial para suas mentes para convencer vocês que vocês observam apenas o céu ou que você vê uma normal aeronave em vez de nossas naves. Isso não é usado muito freqüentemente porquê nós evitamos o público humano quando nós circulamos pela atmosfera. Se vocês são capazes de observar nossos “UFOs” isto significa que o aparelho ou está com defeito ou por alguma razão desativado. O efeito da camuflagem não funcionou nas fotos já adiantando em responder para você essa possível pergunta – mas porquê deveria alguém tirar uma foto do céu quando ele não pode ver nada incomum lá. A propósito a maioria dos pontos de entradas para nossos túneis perto da superfície também estão ocultos com um certo dispositivo de camuflagem e sua espécie geralmente o verá somente como paredes de cavernas em vez da porta de entrada para nossos túneis. Essa é uma razão porquê eu disse que eu duvido que você será capaz de encontrar uma certa porta secreta para nosso mundo (mas isto aconteceu umas poucas vezes no passado).

Pergunta: Voltando para a sua e nossa própria história. Você tinha mencionado que a raça do “Illojiim” foi quem criou a nossa raça humana. De onde eles vieram e como é que eles eram? O que aconteceu exatamente quando eles chegaram? Eles são nosso criador?

Resposta: O “Illojiim” veio desse universo do sistema solar que você chama em seu mapa de “Aldebaran”. Eles eram uma espécie humanóide muito alta com cabelos geralmente um pouquinho loiro e uma pele muito branca (eles evitavam a luz solar porque isto prejudicava sua pele e seus olhos). Isto era (absolutamente inacreditável para uma espécie como nós que adora o sol). Eles pareciam ser inteligentes e pacíficos no início e nós começamos um diálogo mais ou menos amigável com eles mas mais tarde eles mostraram suas verdadeiras intenções e planos: eles queriam evoluir os macacos para uma nova raça e nós éramos um fator perturbante para eles em seu novo planeta jardim zoológico. No início eles pegaram em torno de 10.000 ou talvez até 20.000 de seus ancestrais (macacos) e eles deixaram o planeta por algumas centenas de anos. Quando eles retornaram eles trouxeram seu (agora mais humano) anteriores ancestrais. Então eles deixaram a terra novamente por alguns milhares de anos e os primitivos pré-humanos viviam junto conosco sem maiores problemas (eles tinham medo de nossas aeronaves e tecnologia). O “Illojiim” tinha ensinado suas mentes e melhorado seu cérebro e sua estrutura corporal e eles agora são capazes de usar ferramenta e fogo. O “Illojiim” retornou 7 vezes dentro de 23.000 anos e acelerou a velocidade de evolução de alguns da sua espécie. Você deve entender que você não é a primeira civilização humana sobre o planeta. Os primeiros humanos avançados (que viviam na mesma época com os menos desenvolvidos pré-humanos porque o “Illojiim” tinha experimentado nos pré-humanos diferentes velocidades de estágios de evolução) com tecnologia e com linguagem que existia por volta de 700.000 anos atrás nesse planeta (seus cientistas não entendem isso porque eles só encontraram os ossos dos pré-humanos e alguns desenhos nas primitivas cavernas mostrando avançados humanos e aparelhos voadores). Essa raça humana geneticamente adiantada viveu junto conosco mas eles evitavam contato com minha espécie porque os professores “Illojiim” teriam advertido eles com um propósito equivocado que nós somos seres diabólicos e que nós mentimos para eles.

Bem depois de alguns séculos os aliens decidiram extinguir a sua primeira criação e aceleraram a evolução de uma segunda e melhor séries de testes e assim por diante. A verdade é que a sua moderna civilização humana não é a primeira desse planeta mas agora a sétima. As construções da primeira raça estão perdidas mas a quinta civilização foi a que construiu as grandes construções triangulares que você chama hoje de “Pirâmides do Egito” por volta de 75.000 anos atrás mas (seus Egípcios encontraram essas grandes antigas pirâmides na areia e tentaram não com muito sucesso construir construções similares) e a sexta civilização foi a que construiu as cidades por volta de 16.000 anos atrás cujas ruínas você pode encontrá-las hoje embaixo do mar no assim chamado área de Bimini. A última criação da sétima raça – de sua série – foi feita justamente á apenas 8.500 anos atrás e essa é a única criação que você pode se lembrar que suas escrituras religiosas se referem. Você confia em artefatos arqueológicos e paleontológicos que mostram a você um passado errado e curto mas como você saberia alguma coisa sobre a sexta civilização antes deu lhe contar. E se você encontrar prova de sua existência você nega e interpreta de maneira errada os fatos. Isso é em parte uma programação de sua mente e em parte pura ignorância. Eu vou falar a seguir (tópicos do texto) apenas sobre as suas criações porque as 6 raças humanas prévias estão perdidas e por isso elas não devem preocupar você.

Houve uma longa guerra entre nós e o “Illojiim” e também entre certos grupos do Illojiim porque muitos deles tinham a opinião de que a repetida criação de espécies humanas neste planeta não faz um verdadeiro sentido. As últimas batalhas nesta guerra foram travadas em torno de 5.000 anos atrás na órbita e na superfície da terra. Os Aliens usaram uma potente arma sônica para destruir nossas cidades subterrâneas mas por outro lado nós fomos capazes de destruir muitas das suas instalações na superfície e bases no espaço. Os humanos de sua série estavam muitos assustados quando eles observavam nossas batalhas e eles rescreveram na forma de mitos religiosos (suas mentes não foram capaz de entender o que realmente estava acontecendo). O “Illojiim” – que surgiu como “Deuses” para a sexta e sétima raça – contou a eles que esta luta é uma guerra entre o bem e o mal e que eles são os bons e que nós somos a raça perversa. Isso depende certamente do ponto de vista. Este foi nosso planeta antes deles chegarem e antes deles começarem seu projeto de evolução com sua espécie. Em minha opinião isto foi nosso direito de lutar pelo nosso planeta. Isto foi exatamente à 4.943 anos atrás de (acordo com sua escala de tempo) em que o Illojiim abandonou o planeta novamente por razões desconhecidas (essa é uma data muito importante para nós porque muitos de nossos historiadores chamam isto de uma vitória). O fato é que nós realmente não sabemos o que tinha acontecido. O “Illojiim” partiu de um dia para o outro e eles desapareceram sem deixar uma pista junto com suas naves e nós encontramos a maioria de suas instalações na superfície destruídas por eles. Os humanos ficaram sozinhos e sua civilização evoluiu.

Muitos de nós estávamos em contato com algumas tribos de sua espécie (mais ao sul do planeta) nos séculos vindouros e nós fomos capazes de convencer alguns deles que nós não somos a raça do “Mal” como os Aliens queriam que eles acreditassem. Durante o tempo de 4.900 anos atrás até hoje muitas outras espécies Aliens chegaram ao planeta (alguns deles utilizaram os antigos ensinamentos e programas para suas mentes e “Representaram” (deus novamente para você) mas os próprios “Illojiim” nunca retornaram. Eles tinham deixado o planeta mais cedo por uma duração de alguns mil anos assim nós esperamos seu retorno um dia no futuro para finalizar seus projetos ou talvez extinguir também a sétima criação mas nós realmente não sabemos o que aconteceu com eles (para responder antecipadamente a sua pergunta).

Sua atual civilização não sabe nada sobre a sua verdadeira origem sobre seu verdadeiro passado sobre seu verdadeiro mundo e universo e você sabe muito pouco sobre nós e nosso passado. E você nada sabe sobre coisas que virão no futuro próximo. Enquanto você não entender e acreditar nas minhas palavras haverá perigo para as suas espécies e eu conto a você a verdade porque nós não somos seus inimigos. Seus inimigos já estão aqui e vocês não perceberam. Abra seus olhos ou vocês estarão em grande problema. Se você não acreditar em nada dessas coisas que eu contei a você antes, você deve se lembrar e acreditar nisto.

Pergunta: Porquê você acha que eu não acredito em você?

Resposta: Eu tenho um certo sentimento que você não acredita em mim apesar do fato deu estar sentada aqui na sua frente. Tudo que eu tenho contado a você nas últimas duas horas é a absoluta verdade sobre o nosso mundo.

Pergunta: Quantas espécies aliens estão ativas na Terra no momento?

Resposta: Até onde nós sabemos 14 espécies. 11 desse universo 2 do outro “bolha” e 1 muito adiantada de um plano muito diferente. Não pergunte a mim por nomes porque não são pronunciáveis para você oito delas não são pronunciáveis até para nós. A maioria destas espécies – especialmente a mais adiantada – estão justamente estudando vocês como animais e eles não são muito perigosos para você e para nós e nós trabalhamos junto com alguns deles mas três espécies são hostis incluindo a que está em contato com alguns de seus governos e permutaram sua tecnologia pelo cobre e outras coisas importantes e que tem traído a sua espécie. Havia e está acontecendo uma “guerra fria” entre duas dessas raças hostis durante os últimos 73 anos e a terceira espécie parece ser a “vencedora” nesta luta inútil. Nós aguardamos uma guerra mais “quente” entre eles e vocês num futuro próximo (eu diria no próximo 10 ou 20 anos) e nós estamos preocupados sobre esse desenvolvimento. Na última vez existiam alguns rumores sobre uma nova décima quinta espécie que tinha chegado sobre a terra apenas á 3 ou 4 anos atrás mas nós não sabemos nada sobre suas intenções e nós não estamos em contato com eles até o momento. Talvez os rumores estejam errados.

Pergunta: O que a raça Alien hostil quer?

Resposta: Várias matérias-primas inclusive cobre para sua tecnologia e sua água (ou melhor o hidrogênio de sua água que é uma fonte de energia em processos avançados de fusão) e certos elementos químicos de seu ar. Além disso duas das espécies também estão interessadas em seu corpo em seu tecido e sangue humano porque sua própria estrutura genética está defeituosa através de uma má evolução e radiação (até onde nós sabemos) e eles precisam de filas genéticas intactas de sua espécie e de animais para consertar os defeitos completamente porque o DNA deles e o seu DNA não são completamente compatíveis (o DNA de minha própria espécie é absolutamente incompatível com o deles assim eles não estão muito interessados em nós) e eles tentam fazer cruzamento de raças mais compatíveis entre você e eles usando fertilizações artificias e úteros artificiais. Nós supomos que a próxima guerra entre as três raças ou entre você e uma ou todas elas juntas será travada pela matéria-prima, hidrogênio, ar e DNA.

Pergunta: Essa é a razão para as “abduções” ?

Resposta: Em parte especialmente quando os Aliens tomam amostras de ovo e esperma de vocês. Ás vezes os abduzidos pertencem a uma outra e mais adiantada raça e eles só querem estudar seu corpo e mente (que é mais interessante para alguns deles do que seu corpo físico) como você estudaria um primitivo animal. Como eu disse três espécies aliens são hostis e isso significa que eles não se preocupam pelo seu destino ou pela sua vida e pessoas que foram “seqüestradas” por eles muito raramente retornavam vivas. Se alguém é capaz de relatar sobre uma abdução isso significa em minha opinião que ele ou ela tinha encontrado com uma das espécies agressivas ou que ele ou ela é um ser humano muito sortudo para estar vivo. As raças avançadas e amistosas também pegaram às vezes amostras de ovo e esperma mas por outras razões.

Pergunta: Você disse que existem somente 14 espécies aliens Ativas na terra. Mas porquê pessoas descrevem que viram seres Aliens de tipos tão diferentes e bizarros?

Resposta: Eu penso que eu já tinha respondido essa pergunta. Como eu disse a maioria das raças Aliens possuem habilidades mentais muito mais avançada do que você ou até eu (existe apenas uma raça Alien completamente sem tais habilidades). Eles são capazes de aparecer em sua mente e memória como qualquer coisa que eles queiram e assim induzir “imagem” que não tem nada a ver com sua verdadeira aparência. Você se lembra deles como seres humanos normais ou pequenos duendes ou até como animais extremamente bizarros porque eles querem que você se lembre ou algumas vezes eles querem que você se esqueça completamente de tudo sobre o encontro com eles. Outro exemplo: você pode por exemplo se lembrar que você estava simplesmente num de seus hospitais e que alguns doutores estavam examinando você, e você não tem a menor idéia do que aconteceu com você a seguir (talvez até você descobrir que não existe nenhum hospital na rua onde você supunha estar) mas de fato você foi examinado por eles em um de seus laboratórios. Você não pode confiar em sua mente nesse caso. Eles aparecem de formas diferentes para confundi-lo e criar as assim chamadas abduções de testemunha em que foram capazes de se lembrar dos eventos ou que acreditam que eles são capazes de se lembrar do ridículo no público e até onde nós sabemos eles estão tendo sucesso. Acredite em mim existem somente 14 espécies Aliens nesse planeta e somente oito delas abduzem humanos no momento (até onde nós sabemos). Além disso nem todos os relatos dos abduzidos são verdadeiros e alguns são apenas imaginação ou mentira.

Pergunta: Como nós podemos nos proteger contra essa influência sobre nossas mentes?

Resposta: Eu não sei. Eu duvido que você possa ser capaz de defender-se pois sua mente é como um livro aberto para se ler e escrever para quase todas as espécies que eu conheço. Essa culpa é em parte do “Illojiim” porque eles construíram ou melhor destruíram (em parte intencionalmente) suas mentes e suas consciências sem nenhum real mecanismo de proteção. Se você está ciente de alguém que tenta manipular sua mente você somente pode se concentrar nessa suspeita e tentar analisar todos os seus pensamentos de sua memória. Muito importante: não feche seus olhos (isso conduziria para uma forma diferente de ondas cerebrais que são mais fáceis para acessar) e não se sente ou deite para descansar. Se você ficar acordado durante os primeiros minutos você poderá tentar filtrar os outros pensamentos e vibrações em seu cérebro e o indutor desistirá depois de alguns minutos mas se ele ou ela não tiver sucesso começará a doer o cérebro do indutor. Isto é muito difícil e certamente doloroso e pode causar dano a você assim o melhor é não tentar resistir mas seria a única possibilidade que você tem. Porém você só pode tentar isto somente com as espécies mais fracas e não com a forte.

Pergunta: O que você quer dizer com “uma espécie que vêm de um plano muito diferente”?

Resposta: Antes que eu possa explicar isto corretamente para você deve ser capaz de entender que o universo e isto poderá significar um pensamento inútil para sua mente (incluindo a remoção de algumas barreiras) de várias semanas e com ensinamento eu quero dizer não apenas com palavras. Eu usei a sua palavra “planos” ou “nível” porque você não tem uma melhor palavra mais adequada no seu vocabulário e a palavra dimensão estaria neste caso absolutamente errada (é bem errado até para uma outra “bolha”) porque uma dimensão não pode existir sem planos. Se você fosse uma espécie vivendo em outra dimensão acima de um plano e se você fosse muito capacitado de entrar em planos sem tecnologia de forma que seu corpo não é feito desse tipo de matéria que você conhece então você seria o ser mais poderoso que você possa imaginar. Essa raça muito avançada que eu mencionei se desenvolveram fora daqui e eles de fato evoluíram por mais de bilhões de anos atrás. Eles seriam capazes de destruir todos vocês e todos nós com um único pensamento. Nós estivemos em contato com eles por apenas 3 vezes em toda nossa história porque seus interesses no seu planeta são diferentes de todas as outras raças. Definitivamente eles não representam perigo para vocês e nem para nós.

Pergunta: O que irá acontecer quando a guerra começar?

Resposta: Isto é difícil de responder. Isso depende da raça inimiga e de sua tática. “Guerra” nem sempre é essa coisa primitiva que vocês humanos dizem com a palavra “Guerra” que pode ser lutada em vários níveis. Uma possibilidade deles é a “destruição” de seu sistema social por influência sobre os líderes políticos e a outra forma seria o uso de uma avançada arma que pode causar terremotos ou erupções vulcânicas ou outros desastres (inclusive desastres atmosféricos) que podem parecer natural para você. Os campos especiais da fusão do cobre que eu mencionei no início são capazes de ter uma influência sobre seu clima global. Eu acho que eles não atacarão o planeta terra diretamente antes que a civilização humana esteja fraca porque até vocês tem capacidade de destruir as naves deles (mas não muitas). Deixe-me dizer que nós não estamos absolutamente certos se existirá realmente uma “quente” guerra agora dentro desses anos. Eu não quero mais falar sobre isso.

Pergunta: Esse é o fim da entrevista. Você quer dizer uma última frase ou mensagem?

Resposta: Abra seus olhos e veja. Não acredite apenas nas histórias erradas dos seus cientistas ou políticos. Alguns deles sabem da verdade sobre várias coisas mas eles não informam ao público para evitar confusão e pânico. Eu acho que sua espécie não é tão ruim como alguns de minha espécie acham e isto seria uma pena assistir o fim de vocês. Isso tudo é o que eu posso dizer. Vá em frente com seu mundo com os olhos abertos e você verá ou talvez não. Sua espécie é ignorante.

Pergunta: Você acha que qualquer um irá acreditar que esta entrevista é a verdade?

Resposta: Não mas isso é uma experiência interessante para meus estudos sociais. Nós vamos nos encontrar de novo em alguns meses e você me contará então o que teria acontecido depois da publicação desta minha mensagem. Talvez exista esperança para sua espécie.

Arquivo Lacerta 2

(Tradução de Ronaldo Lazdans)
________________________________________
Introdução

Eu mais uma vez reafirmo que o texto à seguir é a absoluta verdade e não é ficção. Foi composto de três gravações que foram feitas do original em 24 de abril de 2000 com um gravador durante minha segunda entrevista com a criatura reptiliana denominada “Lacerta”. A pedido de Lacerta, o texto de 31 páginas do original foi corrigido e encurtado para tratar de umas perguntas e respostas. Umas perguntas existentes foram parcialmente encurtadas ou emendadas. Tentei me empreender para extrair uma mensagem com significado disto. Parte da entrevista, ou não mencionei ou não mencionei completamente na cópia, principalmente com questões pessoais, manifestações paranormais, o sistema social da espécie reptiliana, e tecnologia estrangeira e física.

O razão ao mudar a data e tempo da segunda reunião foi uma possível observação e vigilância de minha pessoa depois da publicação da primeira transcrição. Embora tudo estivesse baseado no conselho de Lacerta para manter minha identidade em segredo, apenas dois dias depois da disseminação do documento no estrangeiro, vários acontecimentos incomuns pegaram o lugar. Por favor, não pense que eu sou paranóico; no entanto, eu creio que a publicação da entrevista tem qualquer atenção oficial ou a atenção de uma organização sobre mim. Atualmente, até agora, eu normalmente considerei pessoas que creiam que eles estão sendo seguidos pelo estado para serem nada mais do que piadistas. Mas agora eu comecei a mudar minhas idéias sobre isso a partir de acontecimentos em Janeiro. Começou com uma falha de meu telefone por várias horas. Quando o telefone voltou operacional novamente, houve silêncio e ecos desconhecidos e cliques e sons de zumbido quando eu realizava chamadas. Um defeito não foi (aparentemente) determinado em qualquer lugar. Durante a noite, dados importantes desapareceram do disco rígido de meu computador. O programa de teste relatou “setores defeituosos” estranhamente onde havia unicamente dados que tratavam com os exemplos e material da entrevista textual completa. Estes “setores defeituosos” também continham o material de natureza paranormal no campo de minha pesquisa (felizmente, o material estava também armazenando em discos flexíveis). Além disso, eu descobri por puro acaso dados escondidos no índice do diretório que fica oculto. O nome que apareceu nos dados e no índice do diretório foram “E72UJ”. Um amigo, que é um perito em computador, não pode fazer qualquer coisa sobre esta nomeação, e quando eu estive mais ou menos para mostrar a ele, o índice do diretório havia desaparecido. Uma noite, a porta do apartamento estava parcialmente aberta, minha TV estava ligada—e eu estava absolutamente confiante nisso eu desliguei a TV.

Uma minivan com marcações Britânicas e estampado o logotipo de um supermercado Largo da Europa estacionou em frente à minha casa. Eu reparei na minivan outra vez quando viajava a cerca de vários metros de distância atrás de meu carro, até quando eu visitei a cidade de …… 65 quilômetros longe de casa. Quando eu voltei, o carro estava no outro lado da rua mais uma vez. Eu nunca vi alguém entrar, ou fora do carro. Bati à porta do veículo e nenhuma reação de qualquer espécie na janela pintada. Depois de cerca de duas semanas, a minivan desapareceu novamente. Quando eu informei o E.F. pessoalmente acerca destes acontecimentos, ele me sugerir mudar o lugar e data da reunião para assegurar nossa posição e a segurança de Lacerta. A reunião passou a ser em 27 de abril de 2000 em outro local isolado. Era inobservável de longe como eu pude constatar.

Novamente, tudo isto pode soar absurdo e paranóico, vindo de uma fantasia de um filme da ficção científica barato; no entanto, eu relato e repito novamente para assegurar ao leitor outra vez: tudo disto é a verdade pura. Creia em minhas palavras ou não creia nelas. Estas coisas têm acontecido e continuarão a acontecer, se você o crê ou não. Antes que seja tarde. Nossa civilização está em perigo.

Ole. K. – 3 de maio de 2000
________________________________________
Transcrição da entrevista

Data: 27 de Abril de 2000

[Comentários por Ole. K.: A reunião começou com uma avaliação das perguntas e diversas opiniões qual eu tinha lido de leitores da primeira transcrição de forma anônima distribuídas para meus amigos dignos de confiança. Algumas destas opiniões — todas juntas formam cerca de 14 páginas de papel — contem comentários moldados por todo tipo de radicalismo religioso com uma tendência fanática para o contato amigável com uma espécie reptiliana. Algumas destas frases contêm estereótipos do tipo "Servos do mau". Eu não quero entrar em qualquer descrição detalhada aqui pois eu não quero ir além ou passar algo falso e radical, contudo a realidade.]

Pergunta: Quando vocêlê estes comentários religiosos e carregados de animosidade aqui, o que faz você pensar e sentir então? Seja o relacionamento entre sua espécie e nossa realmente moldada naquele tipo de negação total?

Resposta: Assombra você que eu não estou completamente zangada por isso? Eu esperava completamente aquelas espécies de reações extremas. A programação à negação completa de outra espécie (especialmente a espécie reptiliana) como em seu caso é própria e profundamente embasada em cada uma de suas consciências individuais próprias. Esta antiga condição originaria do dias de sua terceira criação artificial e, biologicamente falando, foi passada com o genoma de geração a geração estas informações. A identificação de minha espécie com os poderes de escuridão foi uma intenção dos Illojiim que gostaram de se ver no papel de poderes da luz — alguma coisa na qual eles mesmos representam um paradoxo, desde aquela espécie humanóide que era extremamente sensível para teu sol. No caso você esperou que eu me ofendesse, eu adivinho que devo ter desapontado você parcialmente. Intenções ocultas não são realmente sua culpa; você está simplesmente seguindo, na maior parte, aquilo que você tem herdado de seus antepassados. Está de fato um tanto desapontando, mas muitos de vocês não desenvolveram uma forte consciência-da-pessoa individual, para este ajudar você a vencer a condição. Como eu já disse, nós estivemos tentando contato nos últimos séculos com algumas de sua tribos humanas primitivas; estas tribos haviam conseguido quebrar com sucesso a velha “programação da criação” e eles puderam nos encontraram sem tensão,ódio e rejeição total. Pelo visto muitos de seus indivíduos civilizados modernos não estão em uma posição para pensar em si próprio, mas antes vocês serão guiados pela programação e religião (a qual também é uma manifestação daquela programação antiga e parte do plano dos Illojiim). Portanto, comentários daquela espécie eu considerei como divertidos do que irritantes; eles simplesmente confirmam em grande parte para mim minhas suposições acerca de seu modo de pensar.

Pergunta: Portanto, vocês não são a “Espécie do mal” como anteriormente foi comentado?

Resposta: Como eu supus para responder aquilo? Suas pessoas ainda pensam segundo um esquema simples e completamente inadequado de generalizações. Simplesmente por, NÃO haver absolutamente e puramente espécie má. Existe em todo terrestre e extraterrestre, indivíduos igualmente bem e mal; é igualmente verdade para vocês admitirem as pessoas; mas NÃO existe tal coisa como uma espécie absolutamente má. Este conceito é realmente muito primitivo. Seu povo tem acreditado de um tempo imemorial que você deve fazer o que acredita — o que estava previsto para você crer pelos seus criadores. Toda espécie conhecida, para o mais altamente desenvolvido os uns, consiste em um número ótimo de consciências individuais (pelo menos uma porção da consciência é o indivíduo, mesmo que há de conectar os campos de consciência); estes espíritos auto-suficientes podem decidir livremente para eles mesmos um estilo de vida no qual é bem ou mal, segundo seus padrões humanos próprios. Depende outra vez do ponto de vista respectivo; seu povo não está necessariamente em uma posição para julgar se os feitos de uma espécie altamente desenvolvida é bem ou mal, porque você levanta em um ponto da observação abaixo, da qual uma avaliação não é possível. Suas simples palavras “bem” e “mal” está em um exemplo de caso de uma generalização qualquer favorável à tendência; em minha língua há muitos conceitos aos vários tons de sentido de comportamentos individuais em comparação as normas de uma sociedade.

Igualmente para espécies extraterrestres que tendem a ações com antagonismo em direção a você não como “Espécie do mal”, mesmo que eles operem negativamente com respeito à sua própria raça. Eles o fazem por suas próprias razões e não consideram eles mesmos como mal; foi estruturado o caminho de pensar mais linear e mais enfocado neles, então você também foi conduzido de forma igual. A atitude de uma espécie em direção a outras espécies existentes naturalmente depende muito pesadamente e respectivamente em seu caminho e estrutura de pensar; cada espécie estabelece suas próprias prioridades. Para classificar aquilo como “bem” ou “mal” é realmente bastante primitivo, a sobrevivência de qualquer espécie sustenta muitas variedades, entre eles seu próprio, assim como ao mais variado caso ou de ação negativo-direto. Eu nem excluirei minha espécie própria neste respeito, para aí ter certas ocorrências no passado qual eu não pessoalmente dou as boas-vindas, mas acerca do qual eu também não gostaria de entrar em detalhe. Nenhuma destas ocorrências tem acontecido nos últimos 200 anos de sua escala de tempo. Mas por favor, observe o seguinte: NÃO há absolutamente espécie “bem” e NÃO há absolutamente espécie “mal”, porque cada um e toda espécie sempre consistem nos indivíduos.

Pergunta: Nas cartas que eu chequei, havia muitas vezes a pergunta, se você poderia entrar em melhor detalhe com relação à física avançada que você comentou na última vez. Muitas pessoas disseram, que suas palavras não fizeram nenhum sentido. Por exemplo, como fazer os óvnis funcionarem, como eles voam, como eles realizam as manobras que eles fazem?

Resposta: Eu devo explicar aquilo para as pessoas? Isso não é tão simples. Deixe-me pensar sobre isto por um minuto. Eu sempre tenho que usar palavras muito simples para você entender os princípios básicos de uma ciência mais avançada. Deixe-me tentar: você tem que estar aberto com relação à fatos fundamentais. Primeiramente a coisa que você deve dividir é o conceito do mundo físico, porque cada existência consiste em camadas diferentes; deixe simplesmente dizer que o motivo consiste em matéria ilusão e da esfera de influência. {NOTA TRADUTOR: Nenhuma tradução legítima existe para esta palavra ‘Feldraum’; “Feld” meios “Raum” meios “espaço, quarto, extensão.” Portanto, eu o estou traduzindo como “ESFERA de influência”} Certas condições físicas estão associadas somente com o material real {como em ‘concreto’}, outro momento e condição mais complicada estão associados somente com a esfera de influência do mundo material. Seu conceito do mundo físico está baseado sobre uma ilusão material simples. Aquela ilusão facilitou a subdivisão em três elementos ou condição básica da matéria. Uma quarta e muito importante condição também existe, na qual você simplesmente dá atenção para mais ou menos como você escolher; é uma adjacência na esfera de influência ou reino do plasma. Para você, a teoria para uma transformação controlada ou uma elevação da freqüência da matéria e uma existência estável desta quarta condição do conjunto da matéria não é muito comum, ou existe em um nível muito primitivo. (Como em aparte, há simplesmente cinco estados da matéria, mas o estado de informe-plasma realmente seria ir longe demais e isto somente servirá para confundir você. Além disso, não é necessário para uma compreensão da teoria básica; está relacionado com fenômenos diversos no qual você caracterizaria como paranormal.) Agora, volte aos elementos essenciais: Plasma…agora, com plasma eu não quero dizer apenas “gás gente” — o conceito está geralmente generalizado por sua espécie — mas eu quero dizer um conjunto superior da condição da matéria. O estado da questão do plasma é uma forma especial de matéria que está no meio de sua existência real e a esfera de influência, é, uma perda completa de massa e pura adição de energia de forma que nem sempre a matéria está “empurrada ou empurrando” {NOTA: Não estou explicando ao uso dado à palavra “empurrou, empurrado” como uso neste contexto. Sua suposição é como a minha.}

O quarto estado da matéria é muito importante com certeza nas quais condições físicas podem ser usadas como por exemplo para…como eu devo explicar isso para você…gera antigravidade. (Este é um uso humano um tanto incorreto da palavra e não está realmente correto, mas você deve entender melhorar desta forma). Essencialmente, no mundo de física real, não há nenhuma força bipolar, mas prefiro apenas “depender do comportamento reflexivo do observador” um tanto simples, grande unificação de força em níveis diferentes. Com antigravidade ou o deslocamento de características do gravitacional nos níveis, pode-se, por exemplo, causar aparentemente a levitação de materiais sólidos; este método é o empregado em parte por nós e por extraterrestres assim como nos meios de propulsão para seus óvnis. Seu povo está se movendo em um nível realmente primitivo em direção a um princípio parecido por projetos secretos de suas forças armadas, mas acredito que vocês mais ou menos roubaram a tecnologia (e foi antigamente passado falsamente a vocês e intencionalmente pelos extraterrestres), vocês carecem da compreensão física real; como resultado, vocês tiveram de lutar contra problemas de instabilidade e radiação em seus “óvnis”. Segundo minhas informações, tiveram um número de mortes de tuas pessoas por causa de radiação intensa e distúrbio do campo. Você não concorda, que isto também é um exemplo do negócio considerado na pergunta de “bem” e “mal”? Seu povo joga com forças desconhecidos e assim aceitam a morte de colegas de sua própria espécie, para eles estão morrendo por uma ótima causa, ao avanço de sua tecnologia, como resultado está sendo posto novamente a propósito da guerra, i.e., para perseguições negativas. Agora, pode-se ter o benefício da dúvida, muito poucos de tua espécie têm qualquer conhecimento sobre estes projetos alienígenas os quais são — com suas palavras — altamente secretos. Foi dito para você esse ordinal superior ou número na posição da matéria básica, o simples elevar da condição, mas está somente parcialmente corrigindo. Se você não puder driblar estes poderes, então você estará em melhor situação se não tentar. Mas sua espécie tem sempre que ser ignorante e tem tentado desde tempos imemoriais brincar com forças na qual vocês nem entendem. Por que isso mudaria agora?

Você lembra daquele negócio de fusão do cobre? Por meio da flutuação no ângulo correto com a radiação induzindo campo, o cobre é fundido com outros elementos. (A ilusão da matéria está fundida, os campos na esfera da influência sobrepõe um ao outro, mas a força principal será refletida por aquele processo e assume um caráter de quasi-bipolar.) A conexão resultante e o campo, portanto não estão estáveis na condição normal da matéria e impróprio para tarefas. Como resultado, o espectro do campo inteiro está mudado para uma condição de plasma superior, pelo qual o espectro vem junto com esta dura mudança ao pólo do lado oposto — a palavra NÃO está correta — a força do campo e é semelhante com uma mudança gravitacional. Estas mudanças causam uma “inclinação” da força repulsora do quasi-bipolar, qual agora fluxos não ao longo do interior do campo de força, mas em parte flui ao exterior do campo. O resultado é um inter-extratificado campo reflexivo que é muito difícil para modular dentro de limites técnicos em relação a suas características próprias. Isto pode também cumprir uma multiplicidade de tarefas, como exemplo, causando massivos objetos voadores para serem levitados e manobrados. Isto pode também exercer uma função camuflar na área de radiação eletromagnética assim como manipular seqüências temporais de eventos — na verdade somente para extensão muito limitada — e outras coisas também. Você está familiarizado com seu “efeito túnel de quantum”? Até a amplitude equalizada entre matéria autêntica pode ser alcançada com aquelas espécies de campos se a freqüência e a distância do plano do campo forem altas o suficiente. Infelizmente, as coisas que eu tenho explicado a você em tuas palavras tem saída para ser um tanto primitivo, eu estou com medo. Isto soa um tanto desconhecido e certamente impossível para tua compreensão, mas talvez esta explicação simples pode ser de um uso a você em parte para você entender. Mas então outra vez, talvez não.

Pergunta: Está aí uma substituição científica para poderes paranormais, quanto a exemplo de teus poderes de pensamento?

Resposta: Sim. Para o explicar, se tem que reconhecer a realidade física da esfera de influência {Feldraum}. Eu tentarei fazer isto…espere apenas um segundo…você terá de separar você mesmo mentalmente a ilusão daquilo que você vê e a verdadeira natureza do universo. É, na melhor das hipóteses, a superfície de um lado. Imagine você mesmo toda aquela questão aqui — você, esta mesa, este lápis, este dispositivo técnico, este papel — não existe realmente, porém isso é apenas o resultado de uma oscilação do campo e uma concentração de energia. Toda matéria que você vê, toda criatura, todo planeta e estrela neste universo, tem uma “informação-energia equivalente” na esfera de influência que está localizado em um campo — de nível general {de coisas}. Agora, não há somente um nível, porém vários. Na ultima vez, eu mencionei uma espécie altamente desenvolvida que tem a capacidade de mudar de nível (que é alguma coisa completamente diferente da simples mudança de bolha, para bolhas são como parte de cada um e todo nível). Você entende? Dimensões, como você as chama, é uma parte de um bolha solitária, bolha ou espuma universal é uma parte de um nível, e níveis são camadas na esfera de influência, momento e esfera de influência, representação na capacidade de tamanho físico único, é essencialmente interminável; está composto de inumeráveis informações – níveis de energia e níveis gerais. Há na esfera de níveis-nulos de não influência; tudo é o mesmo, mas eles estão separados por meio de suas condições de energia. Eu acredito que eu estou desconcertando você agora. Eu penso que eu devesse parar com esta explicação.

Pergunta: Não, por favor, continue. Como o real poder paranormal surge?

Resposta: Poço, então. Deixe tentar alguma coisa simples. Outra vez, isto não corrige completamente, mas deixe começar desta maneira: matéria tangível neste lado está refletida na esfera de influência {Feldraum} como um campo com camadas distintas. Estas camadas contêm as informações, como um exemplo, acerca da estrutura simples de matéria ou a freqüência da cadeia, mas também estão armazenadas as informações da base do desenvolvimento de questão. Você está familiarizado com o conceito humano de “campos morfogenéticos”? Uma parte da camada poderia ser designada como tal. Agora há outra camada intermediária imóvel para qual você infelizmente não tem nenhum conceito humano, uma vez que a teoria não é comum no pensamento humano. Deixe-me chamar isto de “para-camada”, para esta camada é a principal responsável por tudo qual você chamar PSI e paranormal a qual está fora dos limites de sua ciência primitiva. Esta fábula para-camada está entre as camadas do material e da camada morfogenetica do campo na esfera de influência. Está ativamente integrada com ambos. Teu corpo, por exemplo, está refletido como um campo na esfera de influência {Feldraum}. Isso não quer dizer que você não existe aqui — carne, sangue, ossos — na forma de cadeia material ou átomo, mas não somente isso. Existência é sempre uma dualidade. Umas camadas do campo contêm informações simples acerca da matéria sólida de teu corpo e sua freqüência, outras camadas {contém informações sobre} seu espírito, tua consciência ou, falando de um ponto de vistareligioso do ser humano, tua alma. Conhecimento ou consciência neste caso é uma matriz da energia simples, dividida em camadas diferentes de teu campo na esfera de influência — nada mais, nada menos. Autêntica consciência pode existir também aqui no lado da matéria, mas somente na forma de plasma-destino {a quinta forma da matéria}. Com o conhecimento físico necessário e a tecnologia correspondente, a matriz de consciência/conhecimento, ou alma, também pode ser separada de seu campo de descanso. Pode-se, apesar de sua remoção, continuar a existir em uma maneira auto-suficiente para uma quantidade certa de tempo. Há estranhamente o nome oculto de “roubo de alma”. Sobretudo, porém, nós estamos falando sobre a ciência aqui, não sobre mágica ou forças escuras.

[Comentário por Ole. K.: O “roubo de alma” foi mencionado por um radical, comentários com motivação religiosa com relação à espécie reptiliana.]

Mas voltando para sua pergunta: criaturas com mais poder mental podem ter uma influência direta na para-camada por meio de seus campos de consciência/conhecimento. Agora esta camada não se limita somente ao indivíduo, mas um tanto como parte de um campo de informação geral — você poderia chamar em um sentido prosaico a alma comunitária — aquilo está relacionado com toda matéria animada e inanimada e toda consciência que existe neste nível principal. A causa biológica para estas habilidades mentais no lado da matéria, a propósito, na glândula do pituitary, a qual está sempre na posição para gerar as freqüências para controlar ativamente a esfera de influência {Feldraum}. Portanto seu povo poderia teoricamente fazer; no entanto, vocês estão solidamente obstruídos nestas coisas. Como eu tenho dito, para-camada pode interagir com mente assim como com matéria. Por exemplo, se eu decido usar meus poderes mentais mais uma vez para mover o lápis, então, simplesmente digo, eu imagino em minha mente como minha consciência/conhecimento amplia/amplifica si mesma na matéria na forma de plasma-destino ao lápis. Na esfera de influência isto causa simultaneamente uma ordem automática da camada consciência/connhecimento a para-camada para interagir com a camada matéria do lápis. Desde que a para-camada não esteja reduzida ao corpo, não é problema que o lápis permaneça ali, para eu poder infalivelmente o alcançar, até sem mover meu corpo físico. Plasma-destino deste lado, para-camada do outro. Eu tenho controle sobre o lápis e a interação traz o campo matéria do lápis ao ponto onde isto muda na maneira em que se move, por exemplo.

[Comentário por Ole K.: Eu certifico que o lápis acima mencionado sobiu bruscamente num momento pulando ao ar para uma altura de 20 cm e então retroceder à superfície da mesa. O som é claramente ouvindo no fita da gravação. Ninguém visivelmente tocou o lápis.]

Pergunta: É fascinante. Quais espécies de atividades paranormais se podem gerar com isso?

Resposta: Todas espécies. Tudo isso que vocêchama paranormal. Como eu disse, esta camada especial da mente na esfera de influência {Feldraum} no meio da camada de informações morfogenetica e a camada material podem interagir com respeito a ambos lados. Ou seja, pode ser interagido com matéria sólida assim como com mente ou informações mentais, com isto nós podemos abranger tudo que está geralmente designando como telesinesi e telepatia. A “conexão absorção” como outra consciência/conhecimento é geralmente separada no procedimento com simples influência na matéria, desde diferentes consciência/conhecimento trabalham os campos com diferentes oscilações. Uma consciência/conhecimento que envia ou uma consciência/conhecimento que primeiro escuta deve adaptar a si mesma exatamente à outra mente, depois qualquer acesso é possível. Muitas espécies também têm chances para obstruir o acesso externo, porém seus povos não o têm. O seguinte é geralmente válido: o paranormal de habilidades fortes de uma espécie, simplesmente adapta e acessa o fraco. Nossas habilidades próprias não são assim poderosamente desenvolvidas; portanto, primeiro nós devemos aprender especificamente como influenciar a mente estrangeira para usar nossa imitação, por exemplo — onde imitação é realmente simples em suas mentes devido ao implante do interruptor de liga/desliga. Algumas destas habilidades são também parcialmente herdadas; mãe e criança de minha espécie como exemplo estão exatamente conectadas durante os primeiros meses de vida — parcialmente também no interior do ovo na pretendente a ser mãe — e comunicam-se telepaticamente. Para influir no seu povo, nós precisamos de uma certa quantidade de tempo de pratica, apesar de sua estrutura simples. Portanto, está proibido, por exemplo, para adultos de minha espécie antes do “Tempo de Instrução” vir à superfície da Terra. (Aquele termo é sinônimo, entre outras coisas, com total força física.) No caso de não desenvolver completamente as habilidades, o perigo do descobrimento por você seria muito grande. A propósito, há naturalmente numerosos ensinamentos secretos sobre a real possibilidade que podemos dar a estas habilidades, mas eu realmente não sei exatamente qualquer coisa sobre isto.

Nenhuma mente estrangeira deveria ser influenciada, então há alguns passos geralmente válidos, na qual são colocados em prática por outra espécie extraterrestre. Antes de mais nada, a oscilação alienígena deve ser sentida, alguma coisa geralmente é feita automaticamente pelo cérebro, i.e., para um o campo oscilação, para muitos as ondas quasi-eletrico do cérebro aqui no espaço normal {o qual mora o material}. Isso não é especialmente difícil. Depois disso, simplesmente testa para outraconsciência/conhecimento na mente com uma manifestação de plasma-envio, a esfera de influência {Feldraum} reage e a conexão está aí. Agora se pode ler informações do primeiro e gravar as informações desejadas ao segundo no local correto. Você me perguntou na última vez se seu povo têm a oportunidade para se proteger contra esta influência, e eu digo a você que somente acordado e mentalmente concentrado tem-se qualquer tipo de chance de resistir a isto. Neste estado de espírito as oscilações mudam muito bruscamente e o acesso fica complicado; mais exatamente, pode vir como um coice doloroso. Quando você fecha seus olhos, então o campo torna-se “flexível” e o acesso estrangeiro está {para a mente} imediatamente possível e sem restrição. Em termos suas chances contra uma espécie mais altamente desenvolvida, você não tem nenhuma. Eles podem ajustar as oscilações mais rapidamente do que você pode mudar. Eu poderia até demonstrar em você mesmo, mas você ficou realmente horrorizado e confuso na última vez, assim nós apenas deixaremos em uma explicação.

Esta explicação presumivelmente soa para você como — você sabe — algo esotérico ou de ciências ocultas ou mágica. A razão para isso simplesmente está na carência em vocêcompreender o básico para ver as razões por trás. Todo fenômeno paranormal tem uma origem puramente científica. Nenhum destes têm qualquer coisa com poderes sobrenaturais. Nós crescemos com este conhecimento gentil, nós sabemos como se faz uso destes poderes, e de onde eles vêm. Nós conhecemos teoria e prática. Vocês não. Portanto, você realmente não entende o que acontece em seu mundo — você vê um lado único da existência, não o outro (eu quero dizer aqui que ambos são físicos). Todo paranormal é dualístico, e existe no espaço que habita a matéria assim como na esfera de influência {Feldraum}. Para ser explicativa…isto pode somente ser explicado pela aceitação do último, porque a esfera de influência {Feldraum} é a base. Eu agradeceria se colocássemos um fim às perguntas científicas desde que você realmente não tenha entendido eles de qualquer modo. Nós estamos desperdiçando mais ou menos o tempo sobre isto.

Pergunta: Apenas uma última questão. Em nossa primeira reunião em dezembro, você conseguiu ser bastante clara sobre você não querer discutir assuntos científico e assuntos paranormais. Por que a abertura agora?

Resposta: A última vez eu vi realmente que não havia necessidade em sobrecarregar com fatos daquela espécie (e agora você está evidentemente sobrecarregado). Portanto, eu preferi mencionar somente tópicos em um sentido periférico. Pelo visto, no entanto, algum de meus desempenhos hoje tem feito você pensar sobre seu mundo, alguma coisa não pode ser de todo mau. E a propósito, seus cientistas humanos consideram a respeito de meus comentários como “ilusórios”. Assim eu não vejo grande perigo em espalhar estas informações amplamente. Ninguém dará muita atenção a isto. A propósito, as palavras das pessoas me caracterizaram como uma “Criatura do Mal” tem suas bases na opinião em poder oculto e magia — então tais coisas NÃO existem. Não existe nenhuma mágica, somente ciência altamente desenvolvida, e tudo isso você etiqueta como “mágica” é somente uma parte da ciência. Vocês somente compreenderão aquilo, quando vocês derem um passo adiante em seu desenvolvimento. Minha sinceridade sobre isto termina aqui. Faça outras perguntas , por favor.

Pergunta: Bem. Fale sobre os óvnis. Você pode explicar a mim como nossos governos tomaram posse de material de OVNIS ao ponto que deles poderem começar seus próprios projetos? Isto têm a algo a ver com o “Incidente Roswell”?

Resposta: Sim, mas aquele incidente não o foi o primeiro. Eu não sou nenhuma historiadora, eu sou apenas estudante de seu comportamento atual, assim meu conhecimento sobre daqueles acontecimentos em sua história não é presumivelmente muito extenso. Eu tentarei explicar a você que o que eu sei daquelas coisas que aconteceram naquela época. Deixe-me pensar sobre isto por um segundo. Nos anos de 1946 até 1953 em sua escala de tempo, existiam cinco casos onde naves extraterrestres bateram à superfície da Terra. Nesse acidente no qual vocês chamam “Incidente Roswell”, não havia somente uma nave extraterrestre envolvida, mas duas delas acidentaram-se e depois um choque em partes diferentes da terra no oeste — onde vocês chamam o EUA. (Você tem que saber que as naves desta espécie em específico podem permanecer levitando no ar por um período específico de tempo mesmo que eles estejam danificados; que é explicado pela diferença espacial {em seus locais de queda}). Não foi de fato o primeiro acidente, mas por ordem o segundo e o terceiro. Outra nave bateu em 1946, mas ficou totalmente destruída depois de usada.

Primeiramente antes da explicação: isto certamente soa ridículo para você como naves extraterrestres altamente desenvolvidas simplesmente batem, isso em umcurto espaço de tempo relativamente curto. A explicação para isso é da mesma forma mais do que estranho, mas está correta. Não é mentira em naves que se autodirigem, mas melhor dizendo na direção do campo de seu planeta. Estas espécies que nós estamos tratando — e foi sempre neste período que esta espécie usou um disco de forma habilidosa — usa um sistema que correu segundo o princípio da propulsão de fusão da normalidade, para ser certo, mas um destes naquele tempo empregavam um mais do que incomum método para alinhamento de campo. Este método teve várias vantagens, mas também desvantagens. O campo repelindo deve muito claramente estar situado num ângulo absolutamente correto à superfície da Terra. Esta espécie usou uma tecnologia de alinhamento em suas naves, com o qual o campo trancou com todos os pontos locais do campo magnético da Terra. Agora naquele tempo esta espécie tinha apenas chegado à Terra e seu ponto de origem situado em um planeta com um campo magnético mais estável, para o qual eles haviam desenvolvido e alinhado sua direções. O campo magnético da Terra não é realmente estável; está sujeito a variações cíclicas e isto forma campos rodamoinhos sob condições desfavoráveis. Quando uma nave com um destes tipos de direção entram em um dos campos flutuantes ou em um rodamoinho fica forte demais, então para um curto tempo a repulsão do campo de repulsão pode não alinhar a si mesmo corretamente e a nave move-se descontrolado em seu vôo. A direção é operada corretamente, e certamente, mas as flutuações no campo em todas as direções e por causa disso, a nave pode bater. No caso de 1947 qual você mencionou, minha compreensão nisto é que um das naves pega uma flutuação, seu campo vinculou para cima sem querer com isso o líder do esquadrão e colidiu com outra nave pelo qual que ambos ficaram severamente danificados. A causa à flutuação magnética naquele tempo foi provavelmente uma perturbação elétrica ocasionada por um acontecimento meteorológico. Ambas naves bateram como resultado; uma destas caiu próximo ao local da colisão, o outro a cem de seus quilômetros ou distante assim. Todos os ocupantes morreram no impacto. A fina estrutura do casco daquela espécie de disco que esteve aqui e por si só não muito estável, a partir daqueles discos não têm sido enviados ao desastre assim como para vôo em um campo onde há forças exteriores em trabalho.

Agora, suas forças armadas colecionavam os pedaços individuais a princípio até eles descobrirem as naves com as criaturas mortas a bordo. Imediatamente eles classificaram tudo como “Altamente Secreto” e trouxeram para suas bases militares para analisarem as naves. As forças secretas pegaram a tecnologia alienígena para mais tarde usarem contra o mal, inimigo daquele país. Assim como é primitivo é ridículo. Eu creio eu lembro — eu não posso especificar exatamente sua data — que foi provavelmente entre 1949 e 1952 houve um terrível acidente durante uma pesquisa feita em um dos naufrágios. Segundo que eu ouvi — que membros de minha espécie foram contar para membros daquele governo — resultou em uma ativação involuntária de peças da nave na condição de desproteção. Comoresultado, para um período muito curto de tempo — como eu expresso isso — foi uma mudança desenfreada do meio ambiente para uma condição de análogo-plasma, o qual na outra mão, foi verdadeiramente um acidente muito infeliz, causado uma mudança do campo para um pulso magnético de imenso poder. Você tem qualquer idéia de que tipo de efeito uma sacudida de magnético-plasma tem, quando entra o contato com um organismo? Não, como você saberia aquilo. Obviamente que não. Distúrbio na estrutura do campo e retorno bioelétrico. Imagine, se você, um corpo humano engolfou em chamas por 3 ou 4 de teus dias. Essas chamas pelo visto não saem e eles queimam o corpo reduzindo até os últimos componentes. Bem, então você tem uma aproximada impressão de que aconteceu. Eu penso que aqueles 20 ou 30 cientistas seus foram mortos naquele laboratório.

Dois acidentes adicionais ocorreram em 1950 e 1953 na área de captação da água do continente Americano. Aquelas naves puderam ser recuperadas dos acidentes relativamente intactas. (O de 1953, como eu lembro, até teve um núcleo intacto. Foi para dizer aquele dispositivo que você viu pela primeira vez que você tinha entendido o todo o conceito completamente errado e isso que você teve de reconstruir isto completamente incorretamente. Até hoje você ainda não o tem corretamente.) Esta espécie, qual construiu as naves no primeiro local — uma espécie na qual eu, a propósito, enumero entre aqueles que são inimigos na sua direção — foi naturalmente preocupante acerca da investigação que eles fizeram de sua tecnologia por tua própria espécie. Eles não quiseram, no entanto, apontarem antes do tempo, para começar um conflito direto com você, e assim eles escolheram o caminho diplomático e entraram em contato com governo durante seus anos de 1960. Naturalmente, eles não divulgaram as razões reais para estarem aqui — cobre, hidrogênio, ar — mas um tanto eles fingiram ser “pesquisadores” curiosos e ofereceram para exibição pessoas e o princípio de funcionamento da nave pelo qual eles iriam esperar em troca alguns “favores”. Simplórios como vocês são, vocês acreditaram nisto…e foram enganados. Vocês deram a eles matérias-primas, vocês deram a eles locais seguros para suas bases, vocês deram a eles acesso para a maioria dos seus dados secretos da defesa, vocês deram a eles acesso para teu DNA e muito mais — e tudo apenas para apagar sua cobiça de poder e informações. As espécies aliens rapidamente repararam nisso de que eles estavam tratando com criaturas simplórias, e eles deram a vocês falsas e inferiores informações acerca de sua tecnologia para que eles recebessem muito mais colaboração além do que fazer gentileza para vocês. Por exemplo, eles lhe deram informações que as naves podem ser construída somente com elementos instáveis de um grau de ordem superior, mas eles retiveram as informações que o campo dirigido pode ser construído para trabalhar com várias modificações também com elementos estáveis de um número periódico menor, e geralmente, é o caminho que é feito. Por estas meias verdades eles fizeram vocês dependentes na alta sinterização de {numerado} elementos, e assim renovaram com sua própria tecnologia. Seus indícios à construção de teus “óvnis” estavam planejados no caminho para a solução de velhos problemas causando o surgimento simultâneo de novos problemas. Eles nunca lhe disseram a verdade completa, mas sempre construíram repetidas vezes apegando-se em mentiras, no qual mais tarde leva a problemas — e vocês ficam dependentes.

Nos últimos de seus anos 1970 e de seus recentes anos 1980, isto finalmente culminou em vários acontecimentos entre a espécie alienígena e aquele governo humano — eu não quero entrar em detalhes aqui uma vez que há muita coisa igual eu não estou exatamente certa. A todo tipo de contexto com algo novo, ou melhorar dizendo, os velhos problemas técnicos com suas naves construída por suas próprias pessoas cujas camuflagens e direção fracassaram parcialmente em algumas funções em testes de vôos em área aberta. Por causa disso, o trabalho de sigilo estava ameaçado. Suas forças armadas e seus políticos lentamente — muito lentamente — chegaram à conclusão depois de mais de quase 20 anos disto que eles foram enganados por aquela espécie alienígena. Numerosas improbidades e o excederam os limites dos tratados por ambos lados finalmente conduziram para uma discussão entre vocês e os extraterrestres, a qual terminou na decolagem de três objetos alienígenas por uma arma especial — como fazem vocês dizem isto? — EMP {pulso eletro-magnético} e uma escaramuça com os militares em suas instalações subterrâneas. Como conseqüência destes ataques, a espécie alienígena no final tirou todo contato com vocês e ficaram muito insatisfeitos que se zangaram com vocês. Portanto, eu conto estes envolvimentos extraterrestres entre os três grupos que enviam hostilidade a vocês, e enquanto os outros dois estão mais ocupando com seus próprios negócios, entre eles alterna-se uma guerra fria pelo domínio em seu planeta, seus velhos “amigos” e sócios estão preparando para finalmente se auto abastecerem com a dominação total e absoluta da matéria-prima e DNA humano. Neste momento é provavelmente verdade isso mas falta a eles alguma possibilidade técnica e a grande quantidade de forças a qual eles necessitam para alcança seus metas diretamente. Apesar disso, nós estamos contando com ações negativas sutis — possivelmente junto a mais uma substituição da espécie — contra vocês nos próximos anos ou década.

Pergunta: A outra espécie extraterrestre não empreenderá nada contra estas ações de GUERRA? Especificamente, podemos ser na Terra algo para a espécie mais altamente desenvolvida.

Resposta: Você está errado aí. Especificamente, para a espécie mais altamente desenvolvida há simplesmente o mínimo interesse em seu destino. Vocês são animais para eles. Animais em um laboratório muito grande. Indiferentemente, uma intervenção alienígena em seu planeta iria perturbar seus projetos, mas eu não penso que eles aceitariam uma confrontação com outra espécie para isto. Muitos deles poderiam procurar outros planetas para pesquisar eles mesmos ou eles poderiam estudar por cima de uma distância grande seu comportamento e sua consciência/conhecimento, uma vez que situações de crise poderiam ser uma atração para seus estudos. Quando uma pessoa olha para um formigueiro, e outra pessoa vem por cima e pisa no formigueiro, que você faz? Você continua seu caminho, ou você procura por outro formigueiro ou você observa as formigas em sua condição de crise. Mas um de vocês iria — embora ele fosse maior e mais poderoso do que o se que pisou no formigueiro no primeiro lugar — defender as formigas sem sentidos? Não. Você deve imaginar por você mesmo o ponto de vista das criaturas mais altamente avançadas. Vocês são as formigas. Não espere qualquer ajuda deles.

Naturalmente nós também pediremos a ajuda quando se tornar claro que seus velhos sócios avançarem em vocês. Uns membros daquele governo humano estão completamente conscientes de nossa existência — também parcialmente devido a aquelas velhas bases religiosas. Por exemplo, ha uma gigantesca construção parcialmente subterrânea na capital a qual está totalmente dedicada para minha espécie e isso também tem um acesso direto para um elevador tronco e para um sistema subterrâneo. Nestas construções parciais ocorreram reuniões realizadas entre nós e seres humanos. Nós temos passado informações a vocês nos últimos anos; segundo que eu sei, nós nos manteremos distantes do conflito que vocês terão. Vocês devem aprender a resolver seus próprios problemas vocês mesmos ou para tornarem-se inteligente o suficiente para nunca criarem aqueles tipos de situações. O que virá e quem possivelmente se colocará em teu lado, apenas o tempo dirá. Eu realmente não quero fazer indicações sobre isso.

Pergunta: Eu tenho aqui que 5 fotos de óvnis diferentes, que tipo de alegação mostram estes óvnis. Você pode pegar um e olhar as imagens e me dizer em qual deles pode ter vida extraterrestre real?

Resposta: Eu posso o tentar. Você faz muitas perguntas para mim hoje então eu não posso responder inequivocamente. Não subestime meu conhecimento, eu sou perita em tecnologia alienígena e não na construção de transporte extraterrestre. Para ser sincera, há principalmente alguns detalhes técnicos e peculiaridades sobre de autêntico “ÓVINI”, com alguma ajuda posso facilmente diferenciar eles de fenômenos naturais ou falsificação humana. Vocês falsificam às vezes imitando naves autênticas; portanto, não é assim tão simples para identificar com absoluta certeza um objeto. Eu tentarei. Mostre-me as fotos.

[Comentário por Ole K.: Ela considerou as figuras respectivamente por somente alguns segundos e então tirou as fotos 1, 3 e 5.]

Estes três quadros aqui contém falsificação óbvia ou identificação errônea. Em uma figura, isto certamente parece para mim que uma nave real de uma espécie alienígena estava adaptada para um modelo pequeno aqui. Faltam importantes características nas quais está combinando com o campo tecnicamente fisicamente associado. Geralmente falando, uma figura toda é mais uma falsificação, claro o contorno e a cor são, porque uma nave levitando é geralmente escondida na condição campo-desviado que sempre altera a cor ou as formas segundo o alinhamento. Isto poder talvez soar estranho, mas obscuro e fotos spectro-alterado é às vezes para ser interpretada como uma indicação para uma possível autenticidade. A propósito, este objeto está flutuando acima da água. Se foi uma nave autêntica, nós devemos ver emtodo caso qualquer um ou outro um recipiente ou ampliação na superfície. Desde a superfície é simplesmente, isto evidentemente não é uma nave autêntica. Em minha opinião, nenhum destas três figuras mostra objetos autênticos em vôo ou óvni. Aqui nesta figura eu vejo, sobretudo não artificial objeto em vôo; parece muito mais para tratar tão somente um simples reflexo da luz em suas câmeras óticas. Você realmente deve ser inteligente suficiente não para cair em uma trapalhada deste tipo. Quando teu grande público persegue falsificação e fraude para muito tempo, então eles presumivelmente descobrirão tarde demais, que está realmente indo na frente deles em sua atmosfera.

FOTO 2: Albiosc, França, 1974

Este parece para ser autêntico, pelo menos expõe as características necessárias. Eu vou atribuir em princípio olhando de relance para uma espécie estrangeira que tem visitado seu planeta pelos últimos 35 anos ou assim. O objeto é mesmo metálico e disco-obra; certamente está distorcido em forma e cor por meio de um efeito de campo. Estes quatro “processos” brancos e muito longos na parte inferior da nave por si só retratam um tipo de luz de gravitação de quasi-manipulação, i.e., o campo de força universal está sendo mudado na direção de uma gravidade simulada. Realmente, não é uma luz autêntica (não é uma luz autêntica pois quase nunca você vê iluminação em “óvni”) mas um carga especialmente forte do campo que manifesta-se no espaço que habita a matéria como uma quasi-luz. A razão a ativação deste sistema de alta energia especial em uma atmosfera está não completamente claro para mim; é possível isso ser uma espécie de investigação ou de influência no meio ambiente. Em todo caso, é terrivelmente descuido dessa espécie para permitir esta tecnologia seja fotografada por seres humanos. Bem, eu acho que muitos de vocês não entendem claramente isso, e aquilo que não diz nada sobre qualquer coisa acerca disto ao grande público.

FOTO 4: Petit Rechain, Bélgica, 1990

Está é de fato um objeto voador autêntico; é de fato extraterrestre. Objetos triangulares em vôo não são simplesmente usados por espécies alienígenas, ou não desta forma, pelo menos. Aquela forma aerodinâmica é um conceito humano. Este é um de teus projetos militares secretos que vocês constroem com a ajuda de tecnologia alienígena imatura — tecnologia que estava sendo entregue para você pelos extraterrestres durante os anos de 1960 e de 1970 . Geralmente, a forma do casco para uma nave extraterrestre autêntica é de nenhuma conseqüência, para dentro do seu próprio campo não há forças exteriores que têmqualquer efeito aí; em geral, as naves têm uma forma exterior redonda e elas são construídas sem ângulos retos — sendo um disco ou um cilindro — assim o campo pode fluir mais facilmente. Seus projetos decretam junto com o campo-dirigido alienígena no que também são um sistema a jato convencional; portanto, eles são sempre triangulares e construídos assim aerodinamizandos para serem navegáveis com este princípio de propulsão primitiva.

No exemplo aqui a nave move-se totalmente sobre seu campo autêntico campo dirigido. Você vê a deformação e a quasi-luz nos cilindros rotativos? É uma indicação inconfundível à autenticidade da foto. Mas por que, você poderia pergunta, há 4 cilindros? É incomum — igualmente os intervalos parecem estar incorretos. O colorido é muito escuro e a deformação ótica interior é muito evidente. Presumivelmente uma reconstrução do sistema por seus cientistas do original. Desde que a espécie alienígena não deu mais informações a vocês desde o desacordo, eles estão reconstruindo os sistemas singelamente construídos sem realmente poder entender que tipo de coisa perigosa eles estão fazendo. Aquelas construções não trazem um sistema melhor, apenas mais instável. Ambos dos cilindros para a frente estão fechados demais para um ao outro; eles sem dúvida fluirão um para ao outro. A cor me mostra uma radiação residual poderosa; foi provavelmente um caso em que elementos altos foram usados outra vez como é costumeiro ao mudar. Está em todo casomuito perigoso para estar desprotegido na vizinhança do campo. A pessoa que tirou a foto se expôs a qualquer espécie de radiação e queimou-se seriamente?

Pergunta: Eu não sei. De onde vêm estes “óvnis” militares? Dos Estados Unidos?

Resposta: Sim. Eu penso geralmente que é verdade. Do continente ocidental.

Pergunta: Por que então eles voam por cima de áreas altamente povoadas da Europa? Esta foto vem da Bélgica. Isso não faz sentido algum. Você pode explicar?

Resposta: Por que SOMENTE eu posso explicar feitos humanos desconhecidos? É possível que seja um teste de longa distância ou teste com os sistemas da camuflagem eletromagnéticos. O velho inimigo da nação Americana está neste lado do mundo, assim por que não deveriam eles testar aqui? Em casa eles têm tempo suficiente para terem aquelas naves cruzando cá para lá. Talvez eles tenham chamado muita atenção aí. Com um daqueles tipos de estruturas instáveis de campo — como sua foto indica — eu consideraria um tanto improvável que aquela nave seja capaz de realizar um vôo sobre todo o oceano. É possível haver um teste situado aqui em seu continente. Infelizmente, eu não sei qualquer coisa acerca disto.

Pergunta: Muitos leitores da primeira parte passaram a perguntar como ocorreu seu primeiro contato com E.F. Eu já sei a história pelas suas narrativas, mas você poderia repetir aqui mais uma vez para este novo volume e para a nova transcrição?

Resposta: Naturalmente. Agora, a história começou acerca de dois de teus anos atrás aqui em Suécia. Eu tive forte interesse em tua espécie e teu comportamento desde minha juventude; eu já havia estudado sua literatura naquele tempo, na medida do possível. (Naturalmente, não é fácil em minha terra possuir coisas humanas, mas uma vez que meu grupo ou membro familiar possui uma posição superior na ordem, eu pude colher algum material juntamente e às vezes para falar com outros de minha espécie que já estiveram em contato com vocês) Eu tive realmente muita curiosidade sobre sua espécie e logo que eu tive permissão para vir à superfície, eu tentei obter mais informações imediatamente; sobretudo, foi expressamente proibi para mim começar um contato direto com seres humanos por causa de minha posição naquele tempo, nisso não existia necessidade para fazer assim.

Foi em seu ano 1998, quando eu estive em meu acesso mais ao norte de aqui nos florestas remotas na vizinhança da entrada para meu mundo e estava procurando por espécimes biológicos, no qual nós usamos para verificar a poluição ambiental e destruição de sua flora e fauna estatisticamente por tua espécie própria. Naquele tempo, eu estava pronta para retornar a caminho da entrada — nós podemos nos orientar mais facilmente, a propósito, lembre-se que nós sentimos o campo magnético da Terra — e já nas vizinhanças do grande lago, quando muito para minha surpresa eu vim a cruzar com uma cabana de madeira. Nesta cabana eu senti a consciência/conhecimento de um ser humano. Foi o E.F. Na verdade, eu não tive permissão para contato com outra espécie, mas pela mesma razão eu manifestei colocar minha capacidade da imitação com bastante sucesso antes disso — sempre com grandes grupos humanos (eu nunca topei com um ser humano quando eu estive só). Agora, deixe chamar de curiosidade primitiva; eu procurei conversar com a pessoa nesta cabana e assim eu bati à porta. E. abriu a porta e nós tivemos uma conversa interessante. Sua língua não era familiar para mim naquele tempo, mas não foi tão difícil para aprender uma nova língua quando posso ler informações na consciência/conhecimento do indivíduo oposto. Eu simplesmente disse que eu vim de um país estrangeiro no leste. Naturalmente no tempo, ele não “reconheceu” realmente quem eu era; ele ficou totalmente convencendo que ele estava falando com uma criatura de sua espécie própria, embora fosse simplesmente e unicamente uma imagem de imitação.

Uma vez que minha tarefa de qualquer modo teve como meta uma investigação deste terreno que estavam durando vários dias, eu o visitei neste pequeno intervalo de três tempos como uma pessoa humana. A princípio nós falamos principalmente realmente sobre coisas vulgares; mais tarde nós chegamos aos tópicos religioso e físico. Ele parecia estar impressionado por meu conhecimento, e eu estive igualmente impressionada com seus pensamentos claros e ele — para um ser humano — expôs completamente sua estrutura pessoal e suas próprias opiniões. Vocês realmente gostam de colocarem-se completamente acima da opinião pública ou de sua condição, por exemplo, “espécie reptiliana é o mal” e coisas deste tipo. Eu guiei a conversação nesta direção, e E.F. disse alguma coisa sobre ele crer em espécies alienígenas e isso eles não tiveram que necessariamente ser o mal, mas talvez somente diferente de que sua espécie é. Agradou a mim. Naquela conjuntura de tempo, naturalmente, eu não podia falar concretamente com a ele acerca de meu conhecimento porque ele não teria acreditado em mim — ele me pegaria praticamente como um piadista humano. Eu cultivei muito, uma idéia muito incomum (para minha natureza) ao mostrar meu exterior verdadeiro, alguma coisa disso eu fiz durante nossa conversação em nossa quarta reunião na cabana. Realmente, ele foi predestinado para o contato: ele foi aberto, honesto, inteligente, não religiosamente inclinado ou condicionado; ele vivia só e isolado, e ninguém iria crer, ele decidiu ir a público com sua história. Eu desafiei para que ele desse o passo, mas então eu tive sérias dúvidas acerca da propriedade de minha ação, especialmente quando ele reagiu…muito…violento. Ele adquiriu o controle dele mesmo outra vez depois de um tempo e nós poderíamos finalmente falar concretamente sobre questões definitivas. Agora ele não tinha nenhuma escolha além de crer em mim. Foi o início de uma série de reuniões que inicialmente tomaram lugar entre as árvores, mas mais tarde tomaram lugar em sua residência remota. Finalmente ele trouxe você para entrar em contato comigo…e por esta razão nós estamos agora sentados aqui novamente e falando sobre coisas nas quais provavelmente não seremos acreditados lá fora na sociedade humana.

Pergunta: Você disse, que não tinha permissão naquele tempo para contatos com seres humanos.Agora vocêtem permissão para conversa com E.F. e comigo sobre todas estas coisas e até para tornar isto cientificamente público?

Resposta: Sim. É difícil para explicar e para você entender. Deixe-me apenas dizer, eu acho-me agora na posição de arranjar estas permissões sem de ter que levar em conta quaisquer conseqüências. Nesta posição eu sou o quasi-“imune” contra certas restrições. Olhe desta forma. Sim.

Pergunta: Se outras pessoas quiserem entrar contato com tua espécie, eles ter uma chance de fazer isso?

Resposta: Geralmente não. Nós evitamos o contato com você e nós operamos na superfície somente em áreas remotos e nisso nós usamos as técnicas de imitação no caso de encontramos com pessoas. Do modo eu estou falando com você agora não quer dizer que outros seguirão meu exemplo. Saia dizendo que você poderia tentar achar uma entrada para meu mundo e penetrar desta forma lá. No entanto, isto pode levar a conseqüências desagradáveis ao invasor. Você não terá muitas chances de nos reconhecer na superfície. Você não pode nos contatar diretamente, nós temos que contatar você, do modo como eu fiz com E.F. Este tipo de contatos, no entanto não é regra exceto, mas ocorrências muito raras.

Pergunta: Você pode descrever sua terra subterrânea local?

Resposta: Eu posso tentar fazer isso, mas eu certamente não direi a você onde este lugar está localizado. Minha terra está situada em uma pequena colônia subterrânea ao leste de aqui. Eu darei você alguns númerospara que você possa ter uma melhora impressão por você mesmo. Apenas um minuto…eu tentarei converter as medidas aproximadamente para tuas unidades. É uma cúpula moldada na caverna a uma distância de cerca de 4300 metros da superfície da Terra. A caverna estava organizada como uma colônia acerca de 3000 anos atrás; uma porção principal da estrutura do teto está artificialmente integrado, a rocha e a forma foi remodelada para uma quase elegantemente e muito proporcionada cúpula com uma cúpula alisada com um plano de fundo oval. O diâmetro da cúpula segundo tuas medidas é cerca de dois quilômetros e meio. A altura da cúpula no ponto alto é cerca de 220 metros. De baixo desse ponto alto em toda colônia levanta-se uma construção — um tipo de coluna de sustentação na qual ficam presos a estrutura rede-transporte de favos de mel da cúpula. Esta construção é alta, grande e velha na verdade a cúpula está sempre situada como a primeira construção junto com o segurança do teto. (No enquanto naturalmente foi-se o tempo que foi terminada e recondicionada). Aquela construção tem um nome muito especial e significado religioso. Nós temos apenas uma daquelas colunas; grandes colônias até têm mais colunas segundo a construção do teto.

Na principal colônia no interior da Ásia tem, por exemplo, 9 daquelas espécies de suportes, mas aquela colônia está também por cima de 25 de teus quilômetros em tamanho. A construção central está geralmente no centro religioso, mas também no centro do controle do clima, e do sistema de controle do comportamento da iluminação. Nós temos em nosso local ao todo 5 fontes que geram sua luz UV e seu recipiente de calor de fonte gravitacional. O tubo de ar e o sistema de luz vindos da superfície igualmente correm dentro destas colunas e naturalmente, eles estão muito intensamente vigiados.

A Propósito, nós temos 3 tubos de ar e 2 sistemas de elevadores, e igualmente um túnel conecta a colônia principal próxima a qual encontra-se aproximadamente a 500 quilômetros ao sudeste. Um túnel elevador conduz para uma caverna perto da superfície, e outras levam a nossos depósitos de naves — você lembra, a nave cilíndrica — insto está naturalmente oculto próximo à superfície atrás da face rochosa da montanha. Normalmente, há três naves lá — é um pequeno depósito. As outras construções da colônia são, na maior parte, ordenadas concentricamente em círculos ovalados ao redor da coluna de suporte principal, e eles são sem exceção muito lisonjeiros; geralmente apenas entre 3 e 20 metros de altura. A forma das construções é círculo e da mesma forma da cúpula. A cor é diferenciada segundo com o círculo e distância da coluna principal. Ao norte da coluna, há adicionalmente, uma enorme, porém muito simples construção redonda. Esta construção interromper o sistema concêntrico da colônia com seu diâmetro de acerca de 250 metros. É a zona do sol artificial na qual ficam especialmente corredores e quartos iluminados. Nestes locais poderosas luzes UV predominam, e eles são usados para aquecer nosso sangue. Há até um dispensário médico e o quarto de reunião localizam-se lá. Além do aro exterior da colônia, há as zonas nas quais animais são criados — você sabe, nós DEVEMOS consumir carne como nutrição — e os jardins públicos nos quais plantamos alimentamos e cultivamos os cogumelos; há também água quente e fria que corre vindo de fontes subterrâneas. A central elétrica está localizada na orla da colônia. A estação é movida por fusão como suas bases e abastece a colônia e os “sóis” com energia. Meu grupo ou “família” vive, a propósito, no quarto anel construído fora da coluna do suporte central. Tanto em tão pouco tempo. Para descrever a você toda a construção e suas tarefas poderei irei longe demais. É difícil para descrever alguma coisa desse tipo a você, por ser uma colocação completamente diferente de vizinhança e cultura na qual você está acostumado em sua vida à primeira vista. Você realmente tem de ver por si mesmo para poder acreditar.

Pergunta: Eu ver isto algum dia por mim mesmo?

Resposta: Quem sabe, talvez. O tempo traz novas oportunidades.

Pergunta: Quantas criaturas de tua espécie vivem nesta colônia?

Resposta: Aproximadamente 900.

Pergunta: É o fim da entrevista. Você tem alguma mensagem final aos leitores desta transcrição?

Resposta: Sim. Eu estou completamente surpresa com os vários comentários para com minhas palavras; claramente, eu também naturalmente fiquei desapontada acerca das representações religiosas sobre mim como inimigo as quais disseram e as quais enterraram eles mesmos profundamente em suas mentes. Vocês devem aprender a amadurecerem-seseparadamente partindo de sua velha condição e não esperar quase sob o controle de alguma coisa ou alguém que já foi por 5000 anos. Vocês são, afinal, espíritos livres. São minhas palavras finais.

http://www.vigilia.com.br/vforum/viewtopic.php?t=2364

Canalização dos Emissários do Alto Conselho de Sírius

A história que se tem contado sobre a Atlântida é plena de cores românticas sobre essa terra, seus habitantes e seus antepassados, porque o pouco que se escreveu ou foi passado pelos narradores de histórias é uma complexa mescla de feitos e fantasias.

À medida que começam a aceitar a possibilidade de que culturas evoluídas precederam seus primeiros registros históricos em dezenas de milhares de anos, não podem evitar considerar a existência de grandes civilizações que prosperaram e caíram no esquecimento durante o processo contínuo da evolução terrestre. Acreditam que a moderna sociedade terrena marca o ponto mais alto do potencial humano, em grande medida porque dispõem de muito pouca informação e têm dados muito ambíguos de todo o ocorrido antes dos seus primeiros registros históricos (NT:”oficiais”).

Sentir-se-iam muito humildes se pudessem consultar as grandes bibliotecas e recuperar a verdadeira história das conquistas de seus ancestrais, que ultrapassam enormemente os das suas sociedades contemporâneas. Evidentemente, a história do ser humano soa e ressoa em múltiplas galáxias, porque em muitos sentidos os humanos são maravilhosamente únicos, mas, entretanto são ‘um’ (unos) com toda a vida do cosmos.

São a criação de mestres da genética, procedentes de sistemas estelares vizinhos e realidades extra dimensionais. E, como sementes de algumas das civilizações mais antigas do cosmos são velhos…, muito, muito mais velhos do que podem imaginar.

Como ‘adoradores da tecnologia’, identificam como «primitiva» a humanidade que existia antes da Era Industrial… o que é paradoxal. Têm uma consciência extremamente limitada da evolução humana: os ‘altos e baixos’ das civilizações que floresceram e desapareceram da Terra durante milhares de anos antes do último milênio de seus tempos modernos. Sucessivas gerações de homens saquearam e queimaram as grandes bibliotecas onde se conservavam os segredos da história antediluviana, deixando-os virtualmente sem dados escritos de seu enigmático passado.

Este estado de coisas foi (e ainda é) deliberado. Os Tempos Escuros das Cruzadas e outros momentos de fanatismo religioso e despótico viram como se queimavam suas maiores riquezas para garantir a ignorância perene daqueles que tinham que ser conquistados e postos de joelhos(NT: nós, os humanos da Terra).

O conhecimento, a luz da consciência, fortalece e dá poder; a ignorância, a ausência de luz, escraviza. A perda do conhecimento, da sabedoria dos antigos, é o maior ‘crime’ perpetrado contra a humanidade, e ele continua lhes infestando em forma de censuras, perseguições e negação de diversos níveis de conhecimento. Não é surpreendente que aqueles de vós que têm acesso aos Registros Akáshicos tenham que se esconder para evitar a discriminação, ou mascarar a Sabedoria em códigos e quebra-cabeças tão complexos que só estão ao alcance de iniciados mais diligentes e determinados.

Entretanto, as provas da existência da Atlântida se acham por todas as partes. Estão incorporadas nos muros de seus antigos templos, impressas em efígies de civilizações iluminadas cujos conhecimentos chegaram aos mais longínquos lugares de seu planeta. Podem encontrá-las nos contos dos Antigos, que transmitiram suas histórias de geração em geração, compartilhando veladamente a Sabedoria Secreta com aqueles que podiam entendê-la. Está na canção da natureza… nas rochas e cristais de Gaia, porque contêm as vibrações de todo o ocorrido sobre a face da Terra. Jazem sobre os leitos oceânicos, estão esculpidas na paisagem e codificadas nas estrelas que brilham sobre vós. Além disso, encontram-se armazenadas em seu DNA, ocultas nas profundas camadas de sua memória subconsciente.

No breve período que consideram ‘sua história’, em que têm registrados dados significativos de uns seis mil anos de processo sócio antropológico  observastes a humanidade e  outras espécies experimentar diversas fases de evolução. Viram que guerra e paz, morte e renascimento, fome e abundância acontecem uma e outra vez, conforme os ciclos da vida se desdobram sobre o planeta Terra.

Entretanto, seus registros são muito limitados porque os historiadores convencionais enfocaram fundamentalmente as partes e cenas que envolviam os ‘conquistadores e conquistados’…os ‘imperadores e escravos’.

A história freqüentemente glorifica o poder dos opressores, aqueles que queimaram os manuscritos da Sabedoria, silenciaram os porta-vozes das verdades místicas, redirecionando as imagens do passado para assegurar o domínio sobre vós, estabelecendo assim a freqüência vibratória da vida sobre a Terra.

Nunca esqueçam que é esse mesmo poder que registra os acontecimentos históricos, e saibam que no relato existe muita manipulação. Suas sociedades contemporâneas continuam sendo regidas por esses governantes, a elite do poder, e eles continuam programando suas crenças para exaltar sua onipotência e lhes fazer obedientes.

Vós, os habitantes das nações «democráticas», acreditam que são homens e mulheres livres, orgulhosos de seus governos e de seus sagrados direitos e liberdades. Acreditam em tais discursos idealistas e estão dispostos a morrer para protegê-los. Animam-lhes e lhes ensinam a acreditar na ‘pátria’, no ‘ideal’, que procura colocar seu país acima de outros, e se supõe que por esta razão se criam guerras onde se morre nos campos de batalha. Acreditam em suas exóticas religiões, separadas e inflexíveis, que – aqui também -, enviam a sua juventude a matar a todos aqueles que não acreditam no mesmo que vós, sempre em nome da Divindade una e única.

Estão seguros de que vivem as verdadeiras liberdades?

É claro que lhes dão algumas liberdades inofensivas e nem todas as mensagens do poder são abertamente controladoras. Entretanto, não subestimem a manipulação sutil que se está perpetrando sobre vós, a níveis que escapam do nível da percepção humana. O simples fato de que seus olhos físicos não possam ver as jaulas que lhes rodeiam não significa que sejam livres para correr.

É lhes ‘permitido brincar’ com visões extraterrestres, tais como artigos de ficção científica, e, entretanto nossas obras de arte fractais e de geometria sagrada (os crop circles) são consideradas ‘enganos’, devido ao jornalismo tendencioso dos meios de comunicação controlados e a serviço de “experts infantis e limitados”. É lhes permitido acesso aos templos místicos dos antigos, e, entretanto as energias multidimensionais e a Sabedoria Secreta ali codificadas são explicadas de maneira dogmática, em uma limitante terminologia tridimensional.

Os partidários das explicações ‘clássicas/oficiais’ se negam a ceder à lucidez dos novos pioneiros, os astro-arqueólogos que começaram a decifrar e a pôr diante de todos a magia de sua herança atlante…, os presentes do legado de Sirius e das Plêiades.

Mestres e escravos, conquistadores e primitivos…: a história se auto completa e se auto perpetua.

É o conhecimento, a luz que ocultam de vós, o que os fortalece.

Por isso é tão crucial que evitem os dogmas convencionais (a explicação ‘oficial’) e descubram as mensagens deixadas pelos Sábios, porque agora há muitas chaves disponíveis para os buscadores. É hora de que reconheçam seu planeta como uma deidade, porque Gaia é, evidentemente, um Ser celestial que pensa, sente e aspira de maneira muito similar a vós. Chegou a hora para que explorem o corpo espiritual do universo e para que olhem as estrelas de maneiras muito superior à das sondas científicas do Governo Secreto, esses modernos arquitetos do poder. Eles sabem muito mais do que vos passam, sobre a mecânica de seu universo, dos seres e movimentos de outros sistemas, outras dimensões e outros mundos, e este conhecimento, potencializado por sua compreensão esotérica – a visão dos Antigos -, é importante com respeito a sua situação atual em o planeta.

Tomando consciência do universo de que são parte tão vital, logo reconhecerão que a elite do poder está tentando reescrever o «futuro», escondendo-o em sua política de glorificação dos passos que seus organismos oficiais (NASA…) dão para a ‘a conquista do espaço’. As bandeiras estão voltando a ondear, aludindo às promessas de novas fronteiras além dos limites da Terra.

Estão alertas, filhos da Terra? Aprendestes a ler nas entrelinhas?

Agora sua Família Galáctica está se unindo para lhes trazer a informação que permita reativar o conhecimento que lhes pertence dos dias da antiga Atlântida e mais além – do tempo em que interferiram em seu código genético, quando tinham as doze fitas originais de DNA.

Representantes de muitas dimensões e sistemas estelares, membros da Federação Galáctica, estão trabalhando com a raça humana mediante freqüências que podem ser recebidas por quem está sintonizado com este propósito, e seu número não deixa de aumentar drasticamente. Estamos nos encontrando com um maior número de vós nos campos de cereais, onde imprimimos desenhos/mensagens da inteligência universal sobre sua paisagem tridimensional (crop circles).

À medida que se aproximem do ano 2012 indicado pelo calendário maia, um grande número de seres terrestres entrarão em ressonância: é uma data que sem dúvida esperam com muito interesse. É essencial que entendam a dinâmica das mudanças que estão varrendo seu mundo, e sua repercussão no universo.

Repassando os escassos e freqüentemente mal interpretados dados de seus últimos seis mil anos, se encontra Gaia, um território virgem onde uns poucos seres humanos povoavam um jardim ilimitado e frondoso… onde animais multicoloridos reproduziam a palheta do Criador. Apesar dos guerreiros e moralistas promotores de cruzadas, cuja cacofonia parece impregnar cada época da civilização, sem dúvida houve tempos de maior harmonia global e coexistência pacífica no planeta Terra.

Muitos acreditam que foi só ao longo dos últimos anos (um segundo no suceder dos séculos), que a humanidade, meramente um aspecto da consciência maior da Gaia, destruiu seu delicado equilíbrio. Entretanto, são relativamente inconscientes do que está ocorrendo agora sobre seu planeta: uma repetição da história humana, uma história que só foi explorada minimamente e que, por sua natureza escura, foi ignorada ou relegada à fantasia.

Todo um continente que simplesmente desaparece da face da Terra!

É compreensível que lhes custe aceitar esta hipótese quando em seus registros não há nenhum acontecimento comparável. Entretanto, seu mundo está afundando, elevando-se e reformando-se constantemente… porque a Terra é um ser vivo e consciente.

Aqueles de vós, que se aferram à realidade material para procurar segurança e a razão existencial de suas vidas, não compreendem que todos os seres do universo se transformam constantemente, produzindo novas formas e novas realidades. De um pequeno grão de areia até a maior estrela dos céus, tudo se encontra em estado de perpétua evolução.

A história da Atlântida é longa e tediosa, porque as origens desta grande cultura se remontam aproximadamente a cem mil anos terrestres até o aparecimento do Homo sapiens sobre seu planeta. Imaginem…

Cem mil anos em que civilizações inteiras foram e vieram sobre a face da Terra no cíclico transcorrer do Tempo! Se ainda hoje precisam fazer um grande esforço para imaginar um mundo sem luz elétrica (que foi inventada tão somente há um século), é natural que tenham dificuldade em considerar como  «verdadeira» a história destes humanos de cem mil anos atrás…Uma história de crescimento e destruição, evolução e declínio

Sua busca por provas mais abrangentes desta realidade produz escassos resultados. Nem sequer o descobrimento dos restos arqueológicos submersos da Atlântida (o Caminho Bimini) nas águas do mar do Caribe conseguiu o reconhecimento de cientistas e eruditos. Apesar da inequívoca perfeição do traçado – a inteligência demonstrada na colocação das pedras -, o Caminho Bimini segue sendo considerado pelas instituições convencionais um fenômeno «inexplicável».

E o mesmo ocorrerá com estas nossas transmissões, que serão declaradas fantasias pelos historiadores, arqueólogos e astrônomos mais inflexíveis, buscadores de provas contundentes e realidades tangíveis. Entretanto, vós deparastes com estes ensinamentos porque estão cansados desta cegueira, pois sabem que a história da evolução humana tem muito mais conteúdo. Portanto, elogiamos sua valentia, elogiamos os que se atrevem a pensar e a olhar mais à frente dos limites, que conseguem ver pontes onde outros só vêem muros.

Filhos da Atlântida… não é nosso propósito criticar o valor científico de suas estruturas de crenças (a ciência ‘oficial’). Muitos professores brilhantes estão decodificando os mapas, as rotas para a civilização perdida. Navegantes atlantes das estrelas são os atuais astro-arqueólogos, canalizadores da Comissão Científica de Sirius, treinados e preparados para exercer esta função em seu processo de despertar.

O propósito destes ensinamentos é estimular sua intuição…, a parte de vós que recorda.

Sem dúvida perceberão que não é uma coincidência que se sintam atraídos pelas lendas da Atlântida, pois é muito provável que um fragmento de sua alma esteja enterrado ali, associado ao trauma ou à glória de um passado que jaz oculto no fundo dos mares.

Se atualmente estão fazendo emergir a Atlântida é para reunir as ‘peças’ que deixaram para trás. Isto é recuperar a alma, é uma chamada a retomar as ‘sombras do eu’ que se ficaram aderidas a outras realidades.

Agora necessitam de todas elas. Precisam integrar a Atlântida, junto com os ‘fragmentos’ deixados em outras vidas… em outras realidades. Nunca antes foi tão importante que se descubram como uma totalidade não fragmentada.

Logo – muito em breve – tudo isso ficará muito claro, à medida que as rodas girem cada vez mais rápidas e tenham que confrontar a chamada ‘partes de sua alma’ que desejam voltar «para o lar». Isto também é parte do processo essencial que chamamos que «limpeza e preparação» para as mudanças que se aproximam velozmente.

Muitos seres encarnados que caminham nestes momentos pelo planeta vieram com dívidas kármicas pendentes, e com a intenção de, como almas, trazê-las à superfície para resolvê-las definitivamente. Este é o ponto de inflexão que, através do processo grupal, tem que ocorrer em seu planeta. Nossa intenção é orientá-los nesse processo curativo e desperta-los de seu transe hipnótico porque, uma vez mais, os escuros estão absorvendo suas energias enquanto dormem em seus ‘campos de ópio’ (NT: toda a gama dos entretenimentos em geral).

Têm que ouvir a versão que não lhes foi contada do dilema atlante para que possam entender mais e melhor o que estão criando e considerando relevante na sua situação atual, e usá-lo para realizar mudanças em sua consciência.

Entendam que essas mudanças, por sua vez, afetarão às Mudanças da Terra e as ondas se estenderão por todo seu Sistema Solar, a Galáxia, e para outras dimensões. Nada está separado; tudo é interdependente no cosmos; todas as almas estão unidas na perpétua ascensão da consciência.

Talvez, quando tiverem ouvido a história completa da Ultima Geração (NT: que estamos começando hoje, com esta mensagem) e conheçam os mecanismos de controle mental que se usou para submeter à população e para manipular a atmosfera e o mundo interno de Gaia, sentir-se-ão fortalecidos para ‘levantar o véu’ e ver com clareza o que se estende diante de vós.

É um tempo de preparação… de sacudir o torpor e responsabilizar-se. A raça humana é um coletivo de mais de seis bilhões de ‘unidades de consciência’, a maioria das quais se preocupa fundamentalmente com suas necessidades e desejos individuais. Se, num esforço de concentração, pudésseis usar essas energias para reconhecer como fostes divididos, e como sua ‘consciência centrada no ego/personalidade’ foi manipulada deliberadamente para criar dentro de vós sentimentos de isolamento e abandono, terão dado os primeiros passos para minimizar a intensidade das Mudanças da Terra.

É hora de reordenar corretamente a história de seu passado para poder entender o que ocorreu antes de vós. No ‘não-tempo’ das dimensões superiores não existe diferença, e só o conhecimento direciona sua referência temporária. Estamos preparados para lhes oferecer as compreensões que possamos, a fim de lhes ajudar em sua busca da verdade superior, mas vos recordamos que a absoluta segurança lhes virá de dentro.

Têm diante vós a tarefa de chegar a essa verdade e de transmiti-la para fora, para o bem de todos.

Esta é sua tarefa no planeta Terra.

(fim deste capítulo)

Próximo capítulo: NIBIRU – A NAVE SOLITÁRIA.

Colaborador: M/A

http://www.comandoestelar.locaweb.com.br/content/home/default1.asp

Seguir

Obtenha todo post novo entregue na sua caixa de entrada.